TAP anuncia nova reformulação da operação no Porto

A TAP anunciou uma forte reformulação da sua operação, abandonando a política de crescimento agressivo e de diversificação de mercados e adotando uma de maior contenção e foco nos destinos mais rentáveis. No caso do Sá Carneiro, isso significa pelo menos alterações em 6 dos 17 destinos diretos servidos a partir do Porto: Barcelona, Funchal, Lisboa, Londres, Madrid, Nova Iorque e São Paulo. A esses há que somar Lyon, rota que estava previsto iniciar em aproximadamente um mês, mas que vai ficar na gaveta.

Recorde-se que a transportadora nacional apresentou um prejuízo de 118 milhões de euros em 2018, equivalente a uma margem negativa de quase 4%. Numa altura em que as grandes companhias europeias estão a rever em baixa as suas previsões de lucro, e que os acionistas privados da TAP preparam a abertura do capital à bolsa, uma política comercial mais conservadora parece quase óbvia.

Continuar a ler TAP anuncia nova reformulação da operação no Porto

TAP prepara 2019 em força: abre ligações a Lyon e Munique, recupera Bruxelas, reforça Madrid e Nova Iorque

TP_B

A TAP confirmou esta semana a nova temporada de Verão 2019 a partir do aeroporto do Porto com reforços de peso. A transportadora portuguesa vai soma à lista de destinos diretos Lyon e Munique, recuperar a rota de Bruxelas e reforçar as ligações atuais a Madrid e a Nova Iorque. Para cumprir esse reforço a TAP deverá basear 3 novos aviões no Aeroporto Francisco Sá Carneiro: 1 Airbus 321LR e 2 Embraer 190

Antonoaldo Neves, presidente-executivo da TAP, já tinha avançado estas novidades há alguns meses, mas só agora foram confirmadas oficialmente, estando os horários e os bilhetes já disponíveis.

A lógica, tanto para a escolha das novas rotas como dos reforços, continua a ser a mesma que levou a companhia a recuperar as ligações a Barcelona e Milão Malpensa, bem como a abrir novas a Londres City e a Ponta Delgada: rotas com um volume de passageiros significativo, onde a TAP consegue ter vantagem ou em frequências ou em custos operacionais relativamente à concorrência. A parte operacional parece manter-se também, com os novos voos a serem organizados por forma a captar o passageiro ponto-a-ponto e a escalar o efeito hub.

tp_e190_cs-tpt
Embraer 190 da TAP. Foto tirada por Dn280

Continuar a ler TAP prepara 2019 em força: abre ligações a Lyon e Munique, recupera Bruxelas, reforça Madrid e Nova Iorque

United chega ao Porto em 2018 com voo diário para Nova Iorque

UA_B

Porto e Nova Iorque, finalmente unidas com voo diário a partir do próximo ano. A United Airlines, uma das grandes companhias aéreas dos Estados Unidos e das maiores do mundo, anunciou hoje que o Porto passará a integrar a sua rede de destinos diretos a partir do hub de Newark. Os voos serão operados entre Maio e inícios de Outubro do próximo ano com equipamento Boeing 757-200 de 169 lugares, dos quais 16 em Executiva e 153 em Económica.

Voos diretos entre o Porto e Nova Iorque não são novidade, uma vez que a TAP já oferece há vários anos esta ligação. No entanto, essa oferta tem-se provado insuficiente para o que o mercado exige, principalmente no Verão, e é essa lacuna que a United procurará colmatar. Com uma oferta combinada de 9 voos semanais (7 da United + 2 da TAP), Newark passará a ser um hub realmente competitivo a partir do Porto, principalmente para os EUA e Canadá, mas também para o México, Caraíbas e parte da América do Sul.

Como parte da JV transatlântica A++ com o Grupo Lufthansa e a Air Canada, os novos voos da United serão facilmente compatíveis a nível tarifário com a oferta já existente via Frankfurt, Munique, Bruxelas e Viena, tornando ainda mais atractiva a oferta global para os passageiros. Como membro da Star Alliance, e à semelhança do que já acontece em Lisboa, é também de esperar que esta nova oferta da United se possa combinar com os voos diretos da TAP e que possa ainda ser alimentada pela rede da transportadora portuguesa a partir do Porto.

Juntamente com a superação da barreira dos 10 milhões de passageiros anuais, que deverá acontecer em Dezembro deste ano, esta ligação é dos sinais mais fortes de que o aeroporto do Porto está mesmo a entrar numa nova etapa. Já não se trata de discutir a liderança ou não no contexto regional, onde o AFSC já controla 2/3 do mercado, mas sim de se afirmar como um player ibérico e europeu a ter em conta e que possa discutir este tipo de ligações assim a procura o justifique.

UA_B752_N13113
Foto tirada por Len Schwartz

Porto – Nova Iorque Newark (United)
De A Frequência Partida Chegada Nº voo Equipamento
05 Mai. 04 Out. 1 2 3 4 5 6 7 12:35 15:35 UA 145 Boeing 752
Nova Iorque Newark – Porto (United)
De A Frequência Partida Chegada Nº voo Equipamento
04 Mai. 03 Out. 1 2 3 4 5 6 7 21:45 09:50 (+1) UA 144 Boeing 752

_________________________________________________________________

1-Segunda-feira    2-Terça-feira    3-Quarta-feira    4-Quinta-feira    5-Sexta-feira    6-Sábado    7- Domingo

+1: Dia seguinte                          As horas são locais