easyJet lança voos diretos para Málaga em Abril

U2_Bar

A easyJet anunciou mais uma nova ligação direta a partir do aeroporto Francisco Sá Carneiro. Os voos terão inicio já a 2 de Abril e vão ligar o Porto à cidade espanhola de Málaga quatro vezes por semana (3ªf, 4ªf, 5ªf e Sábados) em Airbus 320. Será o 18º destino direto da easyJet no AFSC.

Com o inicio dos voos para Sevilha e o anúncio de novas ligações a Bilbau e Alicante, Málaga era o último dos grandes pontos por cobrir na oferta para Espanha. A cidade andaluza é uma das principais aéreas metropolitanas do país vizinho e a porta de entrada à famosa Costa do Sol, sendo o seu aeroporto o 4º principal da Península Ibérica. É de esperar um forte componente de passageiros de lazer em ambos os sentidos, bem como algum tráfego de negócios que hoje utiliza voos com escala para fazer o trajeto (cerca de 10.000 por ano) apesar da curta distância. Será ainda previsível que a rota seja popular como forma de complementar circuitos pela península por parte de turistas de outras regiões, um perfil de passageiro que é já significativo noutras rotas como Porto-Barcelona.

A transportadora inglesa não é estranha a este tipo de rotas, tendo inclusivamente investido significativamente em algumas à partida de Lisboa nos primeiros anos da base na capital, mas com pouco sucesso. Em 2018 voltou ao conceito com a rota sazonal Porto-Ibiza, que já será reforçada este ano, e agora continua com esta nova Porto-Málaga. A seu favor terá um melhor momento económico nos dois países e o facto de ser o único operador na ligação, embora muito provavelmente acabe penalizada pela pouca antecedência de venda.

Juntamente com as restantes novidades já anunciadas, a easyJet apresenta neste momento um aumento de 10% na oferta de/para o Sá Carneiro no próximo Verão, devendo superar os 1.2 milhões de passageiros nesse período. No total de 2019, a expectativa continua a ser que supere a marca dos 2 milhões de passageiros, valor cada vez mais realista salvo grandes surpresas no último trimestre do ano.

U2_A320_OE-IJH
Airbus 320 da easyJet. Foto tirada por Fabrizio Capenti
Porto – Málaga
De A Frequência Partida Chegada Nº voo Equipamento
02 Abr. 01 Out. – 2 3 – – 6 – 13:20 15:40 U2 7587 Airbus 320
04 Abr. 25 Sep. – – – 4 – – – 12:55 15:15 U2 7587 Airbus 320
05 Out. – –– – – 2 – – – 6 – 13:20 15:40 U2 7587 Airbus 320
Málaga – Porto
De A Frequência Partida Chegada Nº voo Equipamento
02 Abr. 01 Out. – 2 3 – – 6 – 16:15 16:55 U2 7588 Airbus 320
04 Abr. 25 Sep. – – – 4 – – – 15:50 16:30 U2 7588 Airbus 320
05 Out. – –– – – 2 – – – 6 – 15:50 16:30 U2 7588 Airbus 320

_________________________________________________________________

1-Segunda-feira    2-Terça-feira    3-Quarta-feira    4-Quinta-feira    5-Sexta-feira    6-Sábado    7- Domingo

As horas são locais

Emirates chega ao Porto este Verão

EK_B

A Emirates, uma das maiores companhias do mundo, acaba de anunciar uma nova operação regular entre o Porto e o Dubai, com 4 voos semanais (3ªf, 5ªf, Sábados e Domingos) a partir de 2 de Julho. A operação está programada em equipamento Boeing 777-200LR, com uma configuração de 302 lugares (38 em executiva e 264 em económica). Serão os aviões com maior número de lugares disponíveis por voo a operar regularmente no AFSC.

A chegada de uma das grandes companhias do Médio Oriente é uma das peças fundamentais para estabelecer o Porto como aeroporto de longo curso. Dentro desse grupo de companhias aéreas, a Emirates seria sempre a opção preferencial: não só o Dubai é o principal destino de/para o Porto no Médio Oriente, como a rede da Emirates é mais extensa e com maior número de frequências que as concorrentes regionais para  geografias como África, Ásia, Médio Oriente e Oceania. Como referência, no comunicado a transportadora emirati dá como exemplos de destinos que esperam populares Luanda, Joanesburgo, Bangkok, Shanghai, Hong Kong, Melbourne e Sydney. Pelo Porto, é ainda expectável que sejam oferecidas algumas possibilidades de ligação, devido ao acordo entre a Emirates e a TAP, nomeadamente para território nacional.

Para lá dos passageiros, esta ligação vai disponibilizar umas impressionantes 18 toneladas de capacidade para carga aérea por voo, um segmento importantíssimo para a região e que se prevê muito demandado. O AFSC é já o principal aeroporto da faixa atlântica peninsular no que respeita a exportação de carga para países da União Europeia, no entanto, continua a ser muito pouco relevante fora desse espaço, principalmente por falta de voos de longo curso. A chegada da Emirates ganha assim importância redobrada para começar a inverter essa tendência. Não por acaso a rota Lisboa-Dubai é atualmente a que mais carga movimenta de/para Portugal (em ton).

Com a Emirates, sobe para 8 o número de transportadoras a oferecer voos de longo curso no aeroporto do Porto, e para 7 o número de destinos. Por sua vez, a oferta total neste segmento vai superar os 400.000 lugares em S19, e atingir um máximo de 34 voos por semana este verão.

EK_B77W_A6ECQ
Boeing 777-300 da Emirates. Foto tirada por Josh May
Porto – Dubai
De A Frequência Partida Chegada Nº voo Equipamento
02 Jul. – – – 2 – 4 – 6 7 17:35 04:15 (+1) EK 198 Boeing 77L
Dubai – Porto
De A Frequência Partida Chegada Nº voo Equipamento
02 Jul. – –– – – 2 – 4 – 6 7 09:15 14:30 EK 197 Boeing 77L

_________________________________________________________________

1-Segunda-feira    2-Terça-feira    3-Quarta-feira    4-Quinta-feira    5-Sexta-feira    6-Sábado    7- Domingo

+1: Dia seguinte                          As horas são locais

TAP prepara 2019 em força: abre ligações a Lyon e Munique, recupera Bruxelas, reforça Madrid e Nova Iorque

TP_B

A TAP confirmou esta semana a nova temporada de Verão 2019 a partir do aeroporto do Porto com reforços de peso. A transportadora portuguesa vai soma à lista de destinos diretos Lyon e Munique, recuperar a rota de Bruxelas e reforçar as ligações atuais a Madrid e a Nova Iorque. Para cumprir esse reforço a TAP deverá basear 3 novos aviões no Aeroporto Francisco Sá Carneiro: 1 Airbus 321LR e 2 Embraer 190

Antonoaldo Neves, presidente-executivo da TAP, já tinha avançado estas novidades há alguns meses, mas só agora foram confirmadas oficialmente, estando os horários e os bilhetes já disponíveis.

A lógica, tanto para a escolha das novas rotas como dos reforços, continua a ser a mesma que levou a companhia a recuperar as ligações a Barcelona e Milão Malpensa, bem como a abrir novas a Londres City e a Ponta Delgada: rotas com um volume de passageiros significativo, onde a TAP consegue ter vantagem ou em frequências ou em custos operacionais relativamente à concorrência. A parte operacional parece manter-se também, com os novos voos a serem organizados por forma a captar o passageiro ponto-a-ponto e a escalar o efeito hub.

tp_e190_cs-tpt
Embraer 190 da TAP. Foto tirada por Dn280

Continuar a ler TAP prepara 2019 em força: abre ligações a Lyon e Munique, recupera Bruxelas, reforça Madrid e Nova Iorque

Ryanair troca Lorient por Brest em 2019

FR_Bar

A Ryanair anunciou na semana passada uma nova ligação entre o Porto e Brest, com inicio a 2 de Abril de 2019. Serão dois voos semanais (3ªf e Sábados) em Boeing 737-800 de 189 lugares. Será a segunda vez que Brest estará disponível como destino direto no aeroporto do Porto. A primeira foi com antiga Europe Airpost, que ofereceu a rota com um voo semanal em Julho e Agosto de 2014. Recorde-se ainda que também em 2019 a Ryanair vai recuperar os voos diretos para Brive, outra das rotas da Europe Airpost.

Por contra, a companhia irlandesa vai deixar de oferecer voos diretos para Lorient já a partir de 26 de Janeiro. Tal como Brest, Lorient localiza-se na região da Bretanha, em França, e ambas distam apenas 130km. A ligação entre o Porto e Lorient foi fruto de um acordo entre as autoridades locais e a Ryanair, acordo que terminou no final de 2018 e que não foi renovado por falta de acordo das partes. As autoridades locais e o aeroporto de Lorient acreditavam que a rota já tinha atingido maturidade e não precisava de apoio adicional, argumentando ainda que o voo era praticamente usado na totalidade no sentido Lorient-Porto e que muito poucos passageiros com origem no Porto a utilizavam. Por sua vez, a Ryanair requeria a continuação do apoio como condição para a manutenção da rota.

A partir do Porto, é muitas vezes dificil perceber o que se passa nos bastidores no outro lado das rotas que tocam o AFSC, nomeadamente a nível de subsídios que as podem impulsionar numa fase inicial mas condicionar daí para a frente. Neste caso, acaba por se manter a conectividade direta entre o Porto e a Bretanha, passando os voos de Lorient para Brest, mas noutras situações a sorte pode não ser a mesma.

FR_B738_EI-DCL
Boeing 737-800 da Ryanair com a pintura especial Dreamliner. Foto tirada por EstevezR
Porto – Brest
De A Frequência Partida Chegada Nº voo Equipamento
02 Abr. – 2 – – – – – 07:20 10:00 FR 3743 Boeing 738
06 Abr. – – – – – 6 – 18:50 21:30 FR 3743 Boeing 738
Brest – Porto
De A Frequência Partida Chegada Nº voo Equipamento
02 Abr. – 2 – – – – – 10:25 11:05 FR 3744 Boeing 738
06 Abr. – – – – – 6 – 21:55 22:35 FR 3744 Boeing 738

_________________________________________________________________

1-Segunda-feira    2-Terça-feira    3-Quarta-feira    4-Quinta-feira    5-Sexta-feira    6-Sábado    7- Domingo

As horas são locais

Azul chega ao Porto em Junho com voos para São Paulo – Viracopos

AD_B

A Azul anunciou hoje a intenção uma nova ligação direta entre o Porto e o aeroporto de Viracopos, em São Paulo. O inicio da operação está marcado para Junho de 2019, com o primeiro voo a descolar de São Paulo no dia 3 e a chegar ao Porto dia 4. A operação está programada com 3 voos semanais (3ªf, 5ªf e Sábados a partir do Porto), operados em equipamento Airbus 330-200 de 272 lugares e Airbus 330-900neo de 298 lugares. Com esta chegada, o aeroporto do Porto volta a contar com a presença de uma companhia brasiliera, duas décadas depois da antiga Varig ter descontinuado as suas ligações ao Francisco Sá Carneiro, enquanto a Azul terá no Porto o seu 2º destino na Europa.

São Paulo é a principal rota underserved do Porto neste momento. É um destino chave, não só pela importância que a própria cidade tem, mas também pelo seu papel como centro distribuidor para outros destinos no Brasil e na América do Sul. Neste momento, a oferta de voos diretos resume-se aos 2 semanais da TAP, e que são claramente insuficientes para a procura existente. Só a própria companhia portuguesa, segundo dados da própria, transportou em 2017 através da Ponte Aérea mais de 50.000 passageiros com bilhete adquirido no Brasil. A esses haveria que somar os que adquiriram bilhetes em Portugal, com partida do Porto, e os que fazem o trajeto com outras companhias através de escalas noutros aeroportos, como Madrid, Amesterdão ou Frankfurt, e os que usaram os voos diretos. Para referência, em 2017 apenas 1 de cada 20 passageiros em voos diretos Portugal-São Paulo usou um dos voos com origem/destino no Porto.

Para além dos passageiros há também a questão da carga. São Paulo foi, em 2017, o principal destino/origem de carga áerea de/para Portugal com 13.500 toneladas transportadas. Dentro desse total, apenas 5% foram movimentadas em voos diretos entre o Porto e São Paulo, (novamente) uma quota manifestamente baixa quando temos em conta a realidade do país. Por comparação, nos voos para Nova Iorque e Rio de Janeiro esse valor ronda os 10%, e para Luanda quase atinge os 20%. A carga de longo curso é aliás uma das grandes fraquezas do aeroporto, que consegue disputar a liderança da faixa atlântica a nível de carga europeia, mas é eclipsado no longo curso por falta de oferta.

Por sua vez, o aeroporto de Viracopos é o principal hub da Azul, a partir do qual a transportadora serve mais de 60 destinos, principalmente no Brasil. Concretamente, para a rota do Porto, será possivel fazer ligações em ambos os sentidos para cerca de 30 destinos, entre os quais Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Florianópolis ou Porto Alegre. Do lado do Porto, através da parceria entre a Azul e a TAP, deverá ser possivel fazer ligações a vários destinos Europeus como Madrid, Londres ou Munique, embora apenas Paris e Lisboa devam estar disponíveis como opção em ambos os sentidos.

Com a chegada da Azul, passam a ser 6 os operadores de voos diretos de longo curso a operar no aeroporto Francisco Sá Carneiro. A previsão é que entre todos consigam superar a marca de meio milhão de passageiros de/para o Porto em 2019, uma marca histórica no que respeita a tráfego de longo curso no AFSC.

12472308_10153358383127234_2813003838361290951_n
Promo da Azul, aquando da chegada a Portugal em 2016. Foto: Azul Linhas Aéreas
Porto – São Paulo Viracopos
De A Frequência Partida Chegada Nº voo Equipamento
04 Jun. 3 Set. – 2 – 4 – 6 – 09:25 16:10 AD 8757 Airbus 332
05 Set. – –– – – – – 4 – – – 09:25 16:10 AD 8757 Airbus 339
07 Set. – –– – – 2 – – – 6 – 09:25 16:10 AD 8757 Airbus 332
São Paulo Viracopos – Porto
De A Frequência Partida Chegada Nº voo Equipamento
03 Jun. 2 Set. 1 – 3 – 5 – – 17:20 07:20 (+1) AD 8756 Airbus 332
04 Set. – –– – – – 3 – – – – 17:20 07:20 (+1) AD 8756 Airbus 339
06 Set. – –– – 1 – – – 5 – – 17:20 07:20 (+1) AD 8756 Airbus 332

_________________________________________________________________

1-Segunda-feira    2-Terça-feira    3-Quarta-feira    4-Quinta-feira    5-Sexta-feira    6-Sábado    7- Domingo

+1: Dia seguinte                          As horas são locais

Volotea regressa ao Porto em 2019, agora com voos para Bilbau

V7_B

A companhia espanhola Volotea anunciou a abertura de uma nova ligação direta entre o Porto e Bilbau. O arranque da operação está marcado para o dia 14 de Abril, estando programadas 2 frequências semanais (5ªf e Domingos) em equipamento Airbus 319 de 150 lugares.

Bilbao é uma necessidade antiga do aeroporto, mais concretamente desde o ano 2004, quando a então Portugália decidiu suspender a ligação direta. Desde essa altura, tem aumentado o número de passageiros que fazem a ligação com escala (uns 9.000 em 2017). Inclusivamente, autocarros bascos são visão comum nos parques de estacionamento de alguns hotéis do Porto. O perfil de passageiro potencial é assim um misto de negócios e lazer. Para estes últimos, os horários são ideais para escapadas de fim de semana. Já para os de negócios, o alargamento da cooperação entre a TAP e a Volotea a esta ligação, pode ajudar a suprir as baixas frequências com opções indiretas combináveis num único bilhete.

Esta nova ligação marca também o regresso da Volotea com operações regulares ao Porto, depois de uma passagem curta e com pouco sucesso pelo Francisco Sá Carneiro. Foi logo em 2012, ano em que a companhia iniciou operações, com uma ligação de 2 a 3 frequências semanais para Veneza. Os resultados foram, na altura, pobres, e a companhia abandonou a rota. Agora, com uma maior maturidade operacional e uma rota mais curta mas com grande potencial de passageiros, deseja-se que tenha vindo para ficar.

Esta novidade é mais uma a somar-se à forte correção em alta que o mercado está a fazer no mercado Porto-Espanha. Um movimento que teve inicio este ano, com a afirmação das ligações a Madrid e Barcelona, e que parece ter continuidade em 2019 com mais frequências para Madrid e novas rotas para Alicante, Bilbao e Sevilha. A perspectiva é que o mercado Porto-Espanha consiga fechar este ano com um crescimento a rondar os 25% relativamente ao ano passado, enquanto 2019 caminha a bons passos para um valor mais de 40% superior a 2017. Números muito animadores daquele que é o 3º principal mercado do aeroporto do Porto.

V7_EC-LPM_B717
Batismo de um Boeing 717 da Volotea em 2012, aquando da estreia no AFSC. Foto tirada por Fernando Lapa
Porto – Bilbau
De A Frequência Partida Chegada Nº voo Equipamento
14 Abr. – –– – – – – 4 – – 7 21:00 23:10 V7 3575 Airbus 319
Bilbau – Porto
De A Frequência Partida Chegada Nº voo Equipamento
14 Abr. – –– – – – – 4 – – 7 20:20 20:35 V7 3574 Airbus 319

_________________________________________________________________

1-Segunda-feira    2-Terça-feira    3-Quarta-feira    4-Quinta-feira    5-Sexta-feira    6-Sábado    7- Domingo

As horas são locais

Do Porto a Helsínquia em 4h20, com os novos voos diretos da Finnair

AY_B

A Finnair anunciou hoje a abertura de uma nova ligação direta entre o Porto e Helsínquia para a próxima temporada de Verão. Trata-se de uma operação sazonal, entre 21 de Junho e 12 de Agosto, com duas frequências semanais (2ªf e 6ªf) operadas com equipamento Airbus 319 de 138 lugares. Do Porto a Helsínquia o tempo de voo previsto é de 4h20, enquanto no sentido contrário a duração prevista é de 4h30. Os horários estão talhados para o passageiro ponto-a-ponto de city break, principalmente no sentido Finlândia -> Portugal.

Até há muito pouco tempo, a transportadora finlandesa tinha uma presença muito discreta no mercado português, limitada quase em exclusiva aos voos para o Funchal e charters para o Algarve. A situação começou a inverter-se este ano de 2018, com a entrada da companhia em Lisboa. Os resultados dessa operação, bastante acima do esperado, levaram a companhia a oferecer um voo diário anual a partir da capital, e motivaram agora a expansão para o Porto em 2019. Uma táctica seguida por outras companhias no passado recente, como a Aegean, Air Canada Rouge, Sund’Or-El Al ou Wizzair, com resultados muito positivos.

Com a chegada da Finnair, o Porto ganha uma nova ligação à Escandinávia, um mercado dificil e para onde a oferta direta do aeroporto Francisco Sá Carneiro é ainda muito limitada. Uma operação bem sucedida para a Finlândia serviria como exemplo de que vale a pena apostar por este tipo de rotas, ocupando esse espaço que agora é preenchido pelas companhias de rede através dos seus hubs. Uma operação muito bem sucedida poderia ainda ser escalada por forma a aproveitar o potencial de Helsínquia como hub regional e para a Ásia, acrescentando capilaridade para o Báltico, Norte e Leste da Europa, desenvolvendo ainda mais as ligações à Índia e ao Extremo Oriente e reposicionando a rota Porto-Helsínquia no core business da Finnair de hub-and-spoke.

AY_A32S_OH-JZB
Foto tirada por Joonas Puhakka
Porto – Helsínquia
De A Frequência Partida Chegada Nº voo Equipamento
21 Jun. 09 Ago. – – – – 5 – – 20:00 02:20 (+1) AY 1690 Airbus 319
24 Jun. 12 Ago. 1 – – – – – – 10:25 16:45 AY 1688 Airbus 319
Helsínquia – Porto
De A Frequência Partida Chegada Nº voo Equipamento
21 Jun. 09 Ago. – – – – 5 – – 16:35 19:05 AY 1689 Airbus 319
24 Jun. 12 Ago. 1 – – – – – – 07:00 09:30 AY 1687 Airbus 319

_________________________________________________________________

1-Segunda-feira    2-Terça-feira    3-Quarta-feira    4-Quinta-feira    5-Sexta-feira    6-Sábado    7- Domingo

+1: Dia seguinte                          As horas são locais

 

Ryanair apresenta temporada de Verão 2019

FR_Bar

A Ryanair apresentou ontem a sua temporada de Verão 2019 (S19) para Portugal, e como vem sendo habitual, com reforço de destinos no aeroporto do Porto. Para além das ligações a Cagliari, Maraquexe e Sevilha anunciadas para o Inverno 2018 (W18), e que continuarão em S19, somam-se Alicante, Brive e Veneza Treviso. Foram ainda anunciados reforços de frequências para Bruxelas, Dublin, Londres Stansted, Luxemburgo, Malta e Marselha. Segundo Michael O’Leary, com esta operação a Ryanair prevê transportar em 2019 4.2 milhões de passageiros de e para o Porto. Continuar a ler Ryanair apresenta temporada de Verão 2019

Level anuncia voos diretos Porto-Viena a partir de Abril

VK_B

A Level, companhia low-cost do grupo IAG, anunciou hoje que vai começar a voar entre o Porto e Viena no próximo ano. Os voos diretos para a capital austríaca têm inicio previsto para o dia 1 de Abril, numa operação com dois voos semanais (2ªf e 6ªf) em Airbus 321 de 210 lugares.

A ligação Porto-Viena foi explorada no ano passado pela Eurowings, com resultados bastante animadores. No entanto, a transportadora decidiu focar-se no espaço deixado pela falência da companhia austríaca Niki e abandonou a ligação ao Porto. Curiosamente, a génese da filial austríaca da Level está também relacionada com essa falência, numa operação do Grupo IAG para estabelecer uma presença forte em Viena. A Level terá a seu favor uma estrutura de custos significativamente mais baixa que a Eurowings, dias de operação mais atractivos para short breaks e um plano estratégico a longo prazo, o que deve ajudar a que desta vez a rota se mantenha.

Com o regresso de Viena à lista de destinos diretos, fica novamente coberto um dos maiores buracos na programação europeia do aeroporto Francisco Sá Carneiro. Que esse regresso tenha sido logo no período de Verão seguinte à retirada da rota demonstra também o otimismo da Level em relação à procura potencial neste corredor.

VK_A321_OE-LCR
Um dos quatro Airbus 321 ao serviço da Level. Foto tirada por Matt Varley
Porto – Viena
De A Frequência Partida Chegada Nº voo Equipamento
01 Abr. – – 1 – – – 5 – – 14:00 18:25 VK 2341 Airbus 321
Viena – Porto
De A Frequência Partida Chegada Nº voo Equipamento
01 Abr. – –– – 1 – – – 5 – – 10:50 13:15 VK 2340 Airbus 321

_________________________________________________________________

1-Segunda-feira    2-Terça-feira    3-Quarta-feira    4-Quinta-feira    5-Sexta-feira    6-Sábado    7- Domingo

As horas são locais

Nice é a nova aposta da easyJet a partir do Porto

U2_Bar

Nice será o 16º destino oferecido pela easyJet de forma direta a partir do aeroporto do Porto. O anuncio foi feito hoje por José Lopes, diretor da companhia britânica para Portugal, em nota de imprensa. A ligação terá inicio a 30 de Outubro, e contará com 3 frequências semanais (3ªf, 5ªf e Sábados), operadas com equipamento Airbus 320.

O mercado francês é atualmente o 2º maior da easyJet no Francisco Sá Carneiro, representando aproximadamente 1/3 dos lugares disponibilizados. Uma representatividade que reflete o sucesso da transportadora aérea neste mercado, onde deverá atingir o meio milhão de passageiros em 2018.

Por sua vez, Nice era o principal mercado e aeroporto francês sem ligação direta ao Porto e um dos principais destinos europeus em número de passageiros indiretos a partir do AFSC. O titulo de maior aeroporto francês (excluindo departamentos) passa agora para Montpelier, com um volume de passageiros que é aproximadamente 1/10 de Nice. Ainda assim, as 3 frequências oferecidas pela easyJet entre o Porto e Nice serão ainda poucas quando comparadas com outras ligações Porto-França, embora muitas dessas, como Lyon, Nantes ou Toulouse, tenham começado nestes moldes.

Com esta adição, juntamente com o prolongamento à temporada baixa da recém lançada operação para Zurique, a easyJet prepara-se para disponibilizar 50.000 lugares adicionais comparativamente à temporada de Inverno de 2017 (W17). Recorde-se que a easyJet é atualmente a 3ª maior companhia do aeroporto Francisco Sá Carneiro, devendo fechar o ano com um volume de passageiros ligeiramente superior a 1.8 milhões de passageiros.

U2_A320_G-EZUI
Airbus 320 nº 200 da easyJet. Foto tirada por: Gianluca Natalizio
Porto – Nice
De A Frequência Partida Chegada Nº voo Equipamento
30 Out. – 2 – 4 – – – 10:10 13:10 U2 1612 Airbus 320
03 Nov. – – – – – 6 – 18:45 22:05 U2 1612 Airbus 320
_
Nice – Porto
De A Frequência Partida Chegada Nº voo Equipamento
20 Mai. – 2 – – – – – 07:50 09:15 U2 1611 Airbus 320
01 Nov. – – – 4 – – – 08:05 09:30 U2 1611 Airbus 320
03 Nov. – – – – – 6 – 16:50 18:15 U2 1611 Airbus 320

_________________________________________________________________

1-Segunda-feira    2-Terça-feira    3-Quarta-feira    4-Quinta-feira    5-Sexta-feira    6-Sábado    7- Domingo

As horas são locais