Copenhaga regressa ao Porto por mão da Ryanair

FR_Bar

Copenhaga vai regressar à lista de destinos do aeroporto Francisco Sá Carneiro no dia 28 de Março 2016, desta vez por mão da Ryanair. A transportadora irlandesa vai disponibilizar 3 frequências semanais nesta ligação (2ªf, 4ªf e 6ªf), naquela que será a rota mais longa da Ryanair a partir do Porto.

Esta é a segunda tentativa de entrada da Ryanair no mercado nórdico a partir do Porto, depois da má experiência com a rota de Estocolmo (Skavsta) entre Outubro 2007 e Maio 2008. Desta vez a companhia irlandesa terá a seu favor um sector mais curto, um nível de procura bastante superior, melhores frequências e uma conjuntura económica mais favorável. Para Copenhaga este é também um round 2, depois da SATA ter operado a rota entre Abril 2012 e Fevereiro 2013. Também neste caso as coisas correram mal, muito por culpa da transportadora açoriana que actuou contra todos os estudos de mercado sobre a rota que existiam na altura. Comparado a operação passada da SATA, a que a Ryanair vai estrear no próximo ano contará com frequências adequadas ao passageiro alvo, com uma procura que cresceu significativamente desde 2013 e com uma companhia que desfruta de uma imagem mais forte junto dos consumidores europeus e de custos de produção muito mais baixos.

A capital dinamarquesa é a 3ª rota europeia com maior volume de passageiros indirectos no AFSC e portanto um dos principais mercados não servidos a partir do Porto. A este potencial acresce o de boa parte do resto da Dinamarca e do sul da Suécia, facilmente acessíveis a partir do aeroporto de Copenhaga por transporte individual ou colectivo.

FR_B738_EI-DLT
Foto tirada por Alexandre Dubath
Porto – Copenhaga
De A Frequência Partida Chegada Nº voo Equipamento
28 Mar. 1 – 3 – 5 – – 16:35 21:00 FR 8898 Boeing 738
Copenhaga – Porto
De A Frequência Partida Chegada Nº voo Equipamento
28 Mar. 1 – 3 – 5 – – 21:25 23:50 FR 8899 Boeing 738

_________________________________________________________________

1-Segunda-feira    2-Terça-feira    3-Quarta-feira    4-Quinta-feira    5-Sexta-feira    6-Sábado    7- Domingo

As horas são locais

SATA cancela Copenhaga e congela crescimento de Munique

bar_S4

A SATA decidiu cancelar a rota de Copenhaga e não avançar com o aumento de frequências para Munique. A decisão vem no segmento do plano de reestruturação da companhia açoriana e acontece depois de muita indecisão relativamente à operação europeia do Porto.

No caso de Copenhaga, o business case baseava-se no potencial da capital dinamarquesa como origem/destino e como porta para a Escandinávia. Para isso eram necessárias 3 frequências semanais e um acordo de code-share com a SAS. No entanto o conservadorismo da SATA durante os 8 meses e meio da operação (19 de Abril 2012 a 3 de Janeiro 2013) manteve a ligação a mínimos: apenas 1 frequência semanal. Desta forma a transportadora inviabilizou a captação do passageiro de negócios e o acordo com a SAS, o que aliado a uma politica de yield managment desactualizada, resultou em ocupações medianas e rentabilidade negativa.

No caso de Munique, a rota mantém-se mas apenas com 2 frequências semanais. Fica assim na gaveta o aumento esperado para 4 voos semanais, necessários para aumentar a competitividade da rota em relação às ligações indirectas.

S4_A320_CS-TKJ
A320 da SATA. Foto tirada por Thomas Posch

Porto – Munique

De A Frequência Partida Chegada Nº voo Equipamento
2 Mar. – – – – – 6 – 12:35 16:20 S4 5560 Airbus 320
05 Mar. – 2 – – – 6 – 12:35 16:20 S4 5560 Airbus 320

Munique – Porto

De A Frequência Partida Chegada Nº voo Equipamento
2 Mar. – – – – – 6 – 17:15 19:30 S4 5561 Airbus 320
05 Mar. – 2 – – – 6 – 17:15 19:30 S4 5561 Airbus 320

_________________________________________________________________

1-Segunda-feira    2-Terça-feira    3-Quarta-feira    4-Quinta-feira    5-Sexta-feira    6-Sábado    7- Domingo

As horas são locais

Aeroporto celebra abertura de mais um destino: Copenhaga

O Aeroporto do Porto conta a partir de hoje com um novo destino: Copenhaga. A ligação com a capital dinamarquesa é agora a mais longa das rotas europeias do nosso Aeroporto, com uma distancia em linha recta de 2229km, e marca a desejada entrada no mercado nórdico. A SATA vai operar esta ligação uma vez por semana, às quintas-feiras, com aviões Airbus 320, e tal como acontece com a rota de Munique, também Copenhaga terá ligação aos Açores (Aeroporto de Ponta Delgada).

Apesar de ter começado muito timidamente, a verdade é que as reservas avançadas, tanto para o Porto como para os Açores, estão a mostrar sinais muito positivos, com destaque especial para o mês de Julho. No caso do Porto, já está quase esgotada a capacidade de 5 dos 8 voos programados para Julho, havendo inclusivamente algumas frequencias em Setembro e Outubro com mais de 90% da capacidade vendida.

Outra situação que se nota muito é a grande força do componente inbound (Dinamarca – Portugal), bem como atractividade do destino Açores para o passageiro dinamarquês (comparando com a rota de Munique).

Como já é tradição, os passageiros do voo de hoje foram surpreendidos com um bolo comemorativo. Foto: ANA Porto

Porto – Copenhaga

Nº voo Frequência Partida Chegada Equipamento
S4 5570 – – – 4 – – – 11:30 15:50 Airbus 320

Copenhaga – Porto

Nº voo Frequência Partida Chegada Equipamento
S4 5571 – – – 4 – – – 16:40 19:10 Airbus 320

_________________________________________________________________

1-Segunda-feira    2-Terça-feira    3-Quarta-feira    4-Quinta-feira    5-Sexta-feira    6-Sábado    7- Domingo

As horas são locais

Copenhaga e Munique “são para vencer”

A SATA apresentou no passado dia 2 as novidades para a temporada de Verão (S12) no Francisco Sá Carneiro: Copenhaga, com inicio a 12 de Abril, e Munique, com arranque a 31 Março, ambas com uma frequência semanal.

Rui Quadros, administrador da companhia açoriana, mostrou-se confiante no sucesso de ambas as ligações: “São duas grandes apostas e são para vencer”. O elevado número de passageiros indirectos, o crescimento e os consecutivos recordes do Aeroporto, uma catchment area que engloba território desde Coimbra à Galiza e as sinergias criadas pelo hub da TAP (os voos terão código S4 e TP) foram factores decisivos na hora de avançar com as novas rotas: “o hub do Porto é muito importante e que consideramos ter um grande futuro”. De salientar o facto dos voos poderem ser comercializados através das redes de distribuição tanto da TAP como da SATA e as ligações potenciais via Porto (por exemplo, Nova Iorque-Copenhaga ou São PauloMunique).

Quanto a  aumentos de frequências (segundo a SATA, 3xw no caso de Copenhaga e 4xw no de Munique), a sua introdução está pendente do sucesso da operação do presente ano. Este seria um passo importantíssimo para ambas as rotas e que se traduziria num aumento muito elevado da sua competitividade comparativamente às ligações indirectas.

"O Aeroporto do Porto é um claro investimento que a SATA faz este ano". Foto tirada por Carlos Seabra

Em 2011 a SATA transportou 122.711 passageiros no Porto, o que se traduz num crescimento de 3,1% relativamente a 2010. Desde o inicio da presente temporada, Madrid, Barcelona e Paris Orly passaram a estar acessíveis a partir de Ponta Delgada com escala no Porto, através de code-shares SATA/TAP.