Brussels Airlines é baixa para o Inverno

A Brussels Airlines vai deixar de voar para o Porto com equipamento próprio durante a próxima temporada de Inverno, tornando assim a sua operação sazonal. A companhia belga tem reduzido bastante a sua operação europeia, focando-se cada vez mais no mercado africano e no longo-curso para compensar as perdas das rotas do velho continente, e é neste contexto que o corte se enquadra.

Apesar de ter vindo a crescer quase continuamente nos últimos anos, tanto em termos de passageiros como de ocupações, a Brussels nunca se conseguiu afirmar realmente durante o Inverno. Ocupações médias ligeiramente superiores a 60% e poucas frequencias comparativamente à concorrência durante o inverno, contrastam com voos diários e ocupações próximas a 80% durante o verão, dados que ajudam a explicar a decisão de tornar estes voos sazonais. O phase-out dos Boeing 737 que operavam a rota, o elevado custo do combustível, a presença de uma companhia da Star Alliance na rota e a actual conjuntura económica são os ingredientes que complementam esta receita.

Os B737 da Brussels serão totalmente substitutos por A32X até ao final do ano. Foto tirada por Carlos Seabra

Continuará a ser possível reservar bilhetes com código SN, tanto para Bruxelas como para outros destinos da rede Brussels Airlines, aproveitando os voos diários da TAP entre o Francisco Sá Carneiro e a capital europeia. Neste momento a transportadora portuguesa não tem previsto nenhum reforço de capacidade, embora não seja de descartar alguma troca de equipamento em parte das frequencias, por forma a captar os 15.000 passageiros que usaram esta ligação em W11.

2 comentários em “Brussels Airlines é baixa para o Inverno”

  1. Isto é um mal preságio, ja que significa que não habrá muitas possiblilidades de que comenzen a operar algum dia vôos a Santiago… 🙁

Os comentários estão fechados.