TAP com 31 frequencias adicionais entre Porto e Paris – 5 voos diários

A TAP vai operar uma 5ª frequência diária entre o dia de hoje e 5 de Agosto no sentido Paris-Porto, e entre 20 de Agosto e 4 de Setembro no sentido Porto-Paris. No total serão operadas 31 frequencias (15 ORY-OPO e 16 OPO-ORY) com um misto de aviões Airbus A319, A320 e Fokker F100, totalizando um total de 4.117 lugares adicionais. De salientar ainda que os 15 voos Paris (Orly)-Porto registam neste momento uma ocupação média de 97,9% (a mais baixa é de 95%), e que dos 16 voos Porto-Paris (Orly), 13 registam ocupações superiores a 94%.

TAP A319 a descolar. Foto tirada por Gareth Harvey

Depois da introdução do A321, a companhia portuguesa volta a reforçar uma das principais rotas de toda a sua rede, e reforça a sua liderança na ligação.

TP 2457 – 22:00 ORY – 23:10 OPO

TP 2458 – 06:45 OPO – 09:55 ORY

13 comentários em “TAP com 31 frequencias adicionais entre Porto e Paris – 5 voos diários”

  1. E da companhia charter que o Grupo Ricon criou e vai basear no Porto, há novidades

    1. Essa companhia de que falas (Everjets) não é uma charter, mas de aviação executiva.

      O que sei do assunto é que a Everjets comprou um Embraer Phenom 300 (com opção de um segundo), que deverá ser entregue no final deste ano, e que estará baseado no Porto. Está previsto começar operações em Dezembro deste ano.

      Por enquanto não sei mais nada do projecto, mas acho que pode sair algo muito interessante.

  2. Pete,sabese mais ou menos quen comprara a Tap. Rezade para que Iberia non a compre se non cerravos a lineas salvo Madrid. Eu creo que seguira en Star Alliance porque xb marcharon de One World e non creo que queiran volver.

    1. Não estou muito preocupado com a privatização, e acho quase impossível que a IAG compre a TAP, até porque o nosso primeiro-ministro disse que vender à Iberia está fora de questão.

      A Aliança vai depender do comprador, mas em principio vai continuar na Star Alliance.

  3. Se a TAP tivese mais avioes, seguro que a Ryanair non tería tantas rotas no Sa Carneiro.

    A ver se venden a TAP e así pode crescer. Seria muito melhor para OPO.

    1. Não sei se não teria, porque a Ryanair para além de ter rotas que mais ninguém se atreve a fazer, tem um tipo de passageiro diferente do da TAP. Provavelmente teria menos quota de mercado.

      Em principio até ao final do ano está privatizada. A TAP ainda tem muito mercado por explorar aqui.

    1. É verdade, e não só pelas ocupações, mas também pelos bons yields que tem tido. Só é pena que não tenham mais aviões, porque podiam fazer muito mais.

Os comentários estão fechados.