Estatísticas de Março

O aeroporto do Porto quebrou em Março a série de 3 meses consecutivos com perda de passageiros, principalmente devido ao facto da pascoa se ter celebrado este ano em Março e não em Abril como sucedeu em 2012. No total passaram pelo AFSC 454.473 passageiros (+13.023 / 3%), efectuaram-se 4.415 movimentos (-209 / -4,5%) e processaram-se 2.770,1 toneladas de carga (-407,1t / -12,8%). A oferta das companhias continuou em baixa, com uma redução de -32.002 lugares. Segue-se a tabela resumo com os destaques do mês passado:

TP_XS TO_XS S4_XS AB_XS SN_XS LH_XS
————— TAP Transavia SATA Air Berlin Brussels Lufthansa
Δ mês +11.913 +9.156 +2.418 -2.297 -3.224 -7.208
Δ mês (%) +9,7% +53,8% +45,3% -62% -90,4% -26,9%
Δ ano (%) +2,3% +25,6% +27,7% -79,8% -92,2% -25,4%
YOY 1.677.786 287.446 137.416 59.209 48.554 309.508
YOY (%) +0,5% +4,4% +3,3% -8,6% -14% -5,7%

A TAP continua a trajectória de crescimento este ano mais uma vez com recurso a aumentos de ocupação média, beneficiando especialmente da redução de capacidade das suas competidoras nas rotas de Bruxelas e Milão (Malpensa) e do comportamento positivo das rotas de Lisboa e Zurique que beneficiaram dos cortes da Lufthansa. A Transavia e a SATA por sua vez continuam a colher os frutos da expansão no Porto a nível de destinos e frequências.

Do outro lado, tanto a Air Berlin como a Brussels Airlines sofreram fortes perdas devido à retirada da operação na temporada de Inverno, que terminou no passado dia 30. Os cortes de capacidade, neste caso de 1 voo diário, também foram responsáveis pela queda da Lufthansa apesar de uma subida significativa da ocupação média da rota Porto – Frankfurt.

FedEx TNT_XS DHL_XS AF_XS UPS_XS
—————- FexEx / Swiftair TNT DHL / EAT AF Cargo UPS / Star Air
Δ mês (TON) +64t -35t -38,6t -41,8t -213,8t
Δ mês (%) +6,4% -8,3% -5,1% -9,7% -25,8%
Δ ano (TON) +35,2t +19,8t +29,3t -44,1t -492,7t
Δ ano (%) +12,6% +1,8% 1,4% -3,6% -20,7%

Quanto à carga houve uma quebra geral, tanto das companhias regulares como dos integrators, estes últimos com perdas mais acentuadas e com cortes significativos na oferta. A excepção à regra foi a FexEx, que conseguiu aguentar a tendência de crescimento apresentada desde o principio do ano. Os aviões camião, que não computam nas estatísticas gerais de carga, movimentaram 1.072 toneladas (+7,6%) e efectuaram 272 movimentos.

mov_03_13
Evolução anual de movimentos (03/2013) – Clique para aumentar
pax_03_13
Evolução anual de passageiros (03/2013) – Clique para aumentar
carga_03_13
Evolução anual de carga processada (03/2013) – Clique para aumentar

___________________________________________________________________________

Todos os gráficos contidos neste artigo encontram-se no Relatório de Tráfego de Março 2013 elaborado pela ANA Aeroportos.

YOY – Year on year / rolling year

Estatísticas de Fevereiro

358.898 passageiros (-26.091 / -6,8%)3.665 movimentos (-630 / -14,7%) e 2.637,4 toneladas de carga (-299t / -10,2%) foram os resultados do mês passado no Francisco Sá Carneiro. Fevereiro é assim o 3º mês consecutivo com perdas a nível de passageiros, seguindo a tendência de cortes da presente temporada (-71.376 / -13,3% lugares disponibilizados) e acentuando-a pelo facto de este ano ter menos 1 dia que Fevereiro 2012 (-14.000 passageiros).

Perante este cenário, apenas 4 companhias regulares aumentaram o seu volume de passageiros: TAAG (+801 / 30,6%), SATA (+714 / 15,8%), Aigle Azur (+439 / 6,2%) e Air Transat (+6 / 0,4%). Todas as outras registaram perdas, com destaque para a Ryanair (-11.355 / -7,7%), Lufthansa (-4.920 / -21,9%) e TAP (-3.134 / -2,8%).

pax_02_13
Evolução anual de passageiros (02/2013) – Clique para aumentar

A nível de movimentos as quedas são ainda mais acentuadas, com apenas 2 companhias regulares a aumentarem a sua presença, mais concretamente a SATA (+18 / 47,4%) e a TNT (+10 / 35,7%). As restantes efectuaram menos voos que no período homologo de 2012, com relevo para a TAP (-192 / -11,1%), Ryanair (-120 / -12%) e Air Nostrum (-60 / -37%), esta última prejudicada também pela greve do Grupo Iberia em Espanha.

mov_02_13
Evolução anual de movimentos (02/2013) – Clique para aumentar

A carga também não escapou ao vermelho. A surpresa foi a 1ª queda mensal da TAAG (-61,2t / -31,2%), acompanhada pela UPS/Star Air (-203,3t / -25,8%) e pela Air France Cargo (-47,2t / -11,6%). Destaque ainda para o desempenho positivo da DHL/EAT (+26,1t / 4%), da TAP (+23,9t / 10,8%) e da TNT (+21,6t / 6,2%)

Evolução anual de carga processada (02/2013) – Clique para aumentar
Evolução anual de carga processada (02/2013) – Clique para aumentar

___________________________________________________________________________

Todos os gráficos contidos neste artigo encontram-se no Relatório de Tráfego de Fevereiro 2013 elaborado pela ANA Aeroportos.

Estatísticas de Janeiro

O Aeroporto Francisco Sá Carneiro começou 2013 com 390.867 passageiros (-6.552 / -1,6%), 4.186 movimentos (-362 / -8%) e 2.828,8 toneladas de carga (+64,6t / 2,3%). A nível de lugares disponibilizados (-54.477 / -9,2%) a tendência de corte acentuou-se, com a Janeiro a ser até agora o mês com maior queda percentual da presente temporada (W13).

Na análise por companhias não houve grandes surpresas. Transavia France (+3.758 / 24,2%), TAAG (+1.979 / 55,1%) e SATA (+1.269 / 21%) foram as que mais se destacaram a nível de crescimento. Em queda, relevo para a Lufthansa (-6.607 / -27,2%), Brussels Airlines (-2.628 / -88,9%) e easyJet (-1.782 / -3,3%).

pax_01_13
Evolução anual de passageiros (01/2013) – Clique para aumentar

A tendência de queda continua a nível de movimentos, uma tendência liderada pela TAP (-179 / -9,3%), Ryanair (-64 / -5,9%), e Lufthansa (-54 / -31%). Em sentido inverso estiveram a SATA (+29 / 61,7%), a Transavia France (+18 / 14,8%) e a TAAG (+10 / 35,7%).

mov_01_13
Evolução anual de movimentos (01/2013) – Clique para aumentar

A carga continua a mostrar bons resultados. O destaque de Janeiro vai para a TAP (+48t / 23,2%), Air France Cargo (+44,9t / 11,9%) e DHL/EAT (+41,8t / 6%). No vermelho os únicos resultados significativos são os da UPS/Star Air (-75,5t / -9,9%), que perde a liderança do aeroporto para a DHL, e da Lufthansa (-21,3t / -19,4%).

carga_01_13
Evolução anual de carga processada (01/2013) – Clique para aumentar

___________________________________________________________________________

Todos os gráficos contidos neste artigo encontram-se no Relatório de Tráfego de Janeiro 2013 elaborado pela ANA Aeroportos.

Estatísticas de Dezembro / 2012

O Aeroporto do Porto fechou 2012 com um novo recorde a nível de passageiros transportados. 6.051.048 passageiros (+46.459 / 0,8%), 59.215 movimentos (-232 / -5,5%), 34.609 toneladas de carga (+527,4t / 1,6%)7.866.748 lugares oferecidos (-218.326 / -2,6%) são os principais indicadores do ano transacto.

Por sua vez, Dezembro registou 431.985 passageiros (-6.015 / -1,4%), principalmente devido aos cortes que algumas companhias fizeram na presente temporada de Inverno (W12). Destacam-se a Lufthansa (-10.494 / -38,8%), Air Nostrum (-3.203 / -31,9%), Brussels Airlines (-3.102 / -90%), SATA (+2.165 / 34%), easyJet (+3.200 / 5,1%) e TAP (+3.267 / 2,6%).

Na análise anual, das 17 companhias regulares que operaram no Francisco Sá Carneiro 11 cresceram, 5 decresceram e 1ª delas apenas entrou em 2013. O grupo das que cresceram foi encabeçado pela Transavia France (+43.340 / 18,7%), seguindo-se easyJet (+34.476 / 4,6%), TAAG (+28.018 / 152,4%), Lufthansa (+22.828 / 7,5%), Ryanair (+17.847 / 0,8%), SATA (+10.304 / 8,4%), Air Transat (+4.940 / 18,1%), Luxair (+4.142 / 7,7%)Aigle Azur (+2.127 / 1,8%), Swiss (+674 / 9,3%) e Sunwing (+673 / 12,1%). Em sentido inverso as 5 que perderam passageiros foram a TAP (-44.795 / -2,6%), a Air Nostrum (-32.557 / -24,1%), a Air Berlin (-8.067 / -11,1%), a Brussels Airlines (-7.771 / -12,1%) e a TACV (-210 / -7,7%). Por sua vez, a Volotea estreou-se com +9.473 passageiros.

pax_12_12
Gráfico relativo à evolução anual de passageiros de 2012 – Clique para aumentar

4.404 (-307 / -6,5%) foi o número de movimentos no Aeroporto em Dezembro. A TAP (-137 / -7%), a Air Nostrum (-91 / -41,6%) e a Lufthansa (-74 / -40,4%) foram as que mais reduziram a sua presença no mês passado.

No balanço anual o número é também negativo com 59.215 movimentos (-2.432 / -3,9%). As contribuições mais significativas vieram da TAP (-1.363 / -5,6%), da Air Nostrum (-713 / -26,5%) e da Ryanair (-448 / -3%).

Mov_12_12
Gráfico relativo à evolução anual de movimentos de 2012 – Clique para aumentar

O sector carga movimentou em Dezembro 2.702,6 toneladas (-117,1t / -4,1%), tornando-se no 5º mês de 2012 que apresentou perdas. Ainda assim o resultado anual foi positivo com 34.609 toneladas (+527,4t / 1,6%) movimentadas.

Os principais responsáveis pelo regresso ao crescimento da carga aérea foram indiscutivelmente a TAAG (+1.377,2t / 206,9%), a TNT (+850,1t / 24,2%) e os cargueiros charter para Luanda (563,2t), acompanhadas apenas pelo crescimento moderado da EAT/DHL (+121,5t / 1,5%). Todos os restantes operadores regulares registaram perdas, destacando-se a Air France Cargo (-1.033,8t / -21%), muito por força da suspensão dos voos para a Cidade do México, a TAP (-624,8t / -17,5%) e a Lufthansa (-397,8t / -21,8%). Uma nota para o desempenho da TAP, já que os charters contratados pela divisão de carga da companhia portuguesa, principalmente para Luanda, são contabilizados apenas pela companhia que os opera.

Gráfico relativo à evolução anual da carga processada em 2011 - Clique para aumentar
Gráfico relativo à evolução anual da carga processada em 2012 – Clique para aumentar

___________________________________________________________________________

Todos os gráficos contidos neste artigo encontram-se no Relatório de Tráfego de Dezembro 2012 elaborado pela ANA Aeroportos.

Objectivo alcançado: +6 Milhões de passageiros em 2012

O Aeroporto Francisco Sá Carneiro superou ontem pela 2ª vez na sua história a barreira dos 6 milhões de passageiros anuais. Em 2011 a marca foi atingida apenas no dia 30 de Dezembro, pelo que será expectavel que este ano feche com um crescimento próximo a 1%.

2012 foi definido à partida como um ano de consolidação e de grande dificuldade devido à situação económica e à resposta dos operadores aéreos à mesma. Apesar disto, o procura respondeu positivamente principalmente através do aumento das ocupações médias e da substituição de frequencias/rotas mais fracas por outras mais sólidas.

Resta dar os parabéns a todos os responsáveis directos e indirectos pela repetição deste feito e esperar que também em 2013 esta barreira seja superada.6MPA12

Estatísticas de Novembro

Apesar de à partida as perspectivas não serem as melhores (-26.640 / -10,1% lugares disponibilizados), o Aeroporto do Porto voltou a surpreender em Novembro e apresentou mais uma vez números positivos: 384.326 passageiros (+15.854 / 4,3%)2.915,4 toneladas de carga (+295,9t / 11,3%) e 3.989 movimentos (-232 / -5,5%).

A impulsionar estes resultados estiveram as maiores companhias do Aeroporto, nomeadamente a Ryanair (+7.830 / 5,6%), a TAP (+5.616 / 5,3%) e a easyJet (+5.219 / 10,5%). Como resultado dos fortes cortes operacionais, tanto a Lufthansa (-3.605 / -15,7%), como a Air Nostrum (-2.348 / -24,4%) perderam passageiros relativamente a Novembro 2011. Acrescem ainda as saídas da Brussels Airlines (-2.838) e da Air Berlin (-2.101), que passam a operar apenas durante a temporada de Verão, e os bons resultados dos voos não regulares (+2.512 / 948,4%) devido às competições europeias de futebol.

Gráfico relativo à evolução anual de passageiros (11/2012) – Clique para aumentar

Os movimentos efectuados continuam em queda, com a Air Nostrum (-96 / -43,6%), a TAP (-83 / -4,8%), e a Lufthansa (-54 / -31%) à cabeça. Em contra-ciclo estiveram a SATA (+34 / 89,5%), a Transavia France (+19 / 18,3%) e a easyJet (+16 / 4,6%).

Gráfico relativo à evolução anual de movimentos (11/2012) – Clique para aumentar

A carga também voltou ao preto, muito por força da Air France Cargo (+203,8t / 226,9%), que pode retomar no mês passado os voos para o México. Depois da francesa, a TAP (+59,2t / 24,4%) e a TAAG (+52,1t / 39,1%) foram as que mais cresceram. No vermelho os únicos destaques significativos vão para a UPS/Star Air (-37t / -4,7%) e para a Lufthansa (-19,4t / -15,6%).

Gráfico relativo à evolução anual de carga processada (11/2012) – Clique para aumentar

___________________________________________________________________________

Todos os gráficos contidos neste artigo encontram-se no Relatório de Tráfego de Novembro 2012 elaborado pela ANA Aeroportos.

Estatísticas de Outubro

O Aeroporto do Porto encerrou a temporada de Verão com mais um recorde mensal. 511.053 passageiros (+6.955 / 1,4%), 2.229,6 toneladasde carga (-307,6t / -10,3%) e 5.260 movimentos (-227 / -4,4%) são os números do mês passado.

Outubro marcou o regresso da Lufthansa (+4.178 / 15,5%) à liderança do crescimento mensal, seguindo-se a TAP (+3.178 / 2,3%) e a Transavia France (+1.721 / 10,2%). Em sentido inverso manteve-se a Air Nostum (-2.063 / -19,2%), acompanhada pela Brussels Airlines (-1.316 / -19,5%) e pela Ryanair (-1.197 / -0,6%).

Gráfico relativo à evolução anual de passageiros (10/2012) – Clique para aumentar

Quanto a movimentos, SATA (+37 / 56,9%), UPS/Star Air (+10 / 12,5%) e easyJet (+14 / 3,3%) foram as companhias que mais aumentaram a sua operação, enquanto a TAP (-98 / -4,7%), a Air Nostrum (-62 / -26,7%), e a Ryanair (-47 / -3,5%) reduziram a sua presença.

Gráfico relativo à evolução anual de movimentos (10/2012) – Clique para aumentar

Tal como aconteceu em Setembro o sector carga voltou a cair devido à ausência da operação da Air France Cargo (-430,1t / -100%). As restantes operadoras como a DHL/EAT (+95t / 13,4%), TAAG (+16,5t / 10,7%) ou TNT (+33,6t / 8,7%) mostraram sinais positivos, mas ainda assim insuficientes para contrariar esta perda. As quedas mais significativas, excluindo a Air France, foram as da Lufthansa (-27,4t / -18,5%)SATA (-9,4t / -34,3%) e Brussels Airlines (-8,5t / -45,2%).

Gráfico relativo à evolução anual de carga processada (10/2012) – Clique para aumentar

___________________________________________________________________________

Todos os gráficos contidos neste artigo encontram-se no Relatório de Tráfego de Outubro 2012 elaborado pela ANA Aeroportos.

Estatísticas de Setembro

O Aeroporto do Porto estabeleceu pelo 4º mês consecutivo um novo recorde mensal de passageiros. Em Setembro 575.759 passageiros (+11.724 / 2,1%) utilizaram as instalações do AFSC. Registaram-se 5.260 movimentos (-113 / -2,1%) e 2.229,6 toneladas (-667,8t / -23%) de carga.

Em termos absolutos, as 3 companhias que mais cresceram foram a Ryanair (+5.901 / 2,8%), a Transavia France (+3.480 / 16,9%) e a SATA (+3.184 / 22,8%). A cair os únicos resultados significativos são os da Air Nostum (-3.049 / -22,7%) e da Orbest (-1.813 / -51,6%). Nota ainda para o dado curioso da TAP, que registou 2 passageiros menos que em Setembro de 2011.

Gráfico relativo à evolução anual de passageiros (9/2012) – Clique para aumentar

A nível de movimentos, as companhias regulares com maior variação no nº de operações foram a SATA (+40 / 43,5%), a Volotea (+22), a easyJet (+14 / 3,3%), a TAP (-97 / 4,7%), a Air Nostrum (-57 / -24,9%), e a Orbest (-11 / 50%).

Gráfico relativo à evolução anual de movimentos (9/2012) – Clique para aumentar

Depois dos excelentes resultados registados desde o inicio do ano, em Setembro a carga caiu a pique e acabou por ser o mês mais fraco de 2012. A situação resulta de uma queda generalizada dos integrators [UPS/Star Air (-115,9t / -15,3%), DHL/EAT (-61t / -8,6%) e TNT (-52,8t / -12,8%)], mas sobretudo da Air France Cargo (-431,7t / -100%) que não realizou nenhum voo no mês passado para o Porto por restrições das autoridades mexicanas. A crescer estiveram a TAAG (+56,1t / 81%), a TAP (+7t / 3,5%) e a Brussels Airlines (+1,1t / 6,4%).

Gráfico relativo à evolução anual de carga processada (9/2012) – Clique para aumentar

___________________________________________________________________________

Todos os gráficos contidos neste artigo encontram-se no Relatório de Tráfego de Setembro 2012 fornecido pela ANA Aeroportos.

Estatísticas de Agosto

O Aeroporto do Porto atingiu durante o passado mês de Agosto um novo recorde absoluto: 694.729 passageiros (+10.803 / 1,6%) movimentados no período de um mês, um valor muito próximo da barreira dos 700.000 passageiros mensais. Quanto aos restantes indicadores, os movimentos contraíram para 6.001 movimentos (-43 / -0,8%) e a carga cresceu para 2.841,2 toneladas processadas (+247,2 / 9,5%).

A Ryanair (+14.227 / 6,2%) volta a ocupar lugar de destaque, juntamente com a Transavia France (+8.780 / 28,4%) e a SATA (+3.825 / 16,9%). Em sentido inverso estivaram a TAP (-10.374 / -5,5%), a Air Nostum (-2.928 / -23,8%) e a Orbest (-1.509 / -25,3%).

Gráfico relativo à evolução anual de passageiros (8/2012) – Clique para aumentar

A nível de movimentos, as companhias regulares com maior variação no nº de operações foram a Ryanair (+62 / 4,5%), a Transavia France (+55 / 25,1%), a SATA (+41 / 30,4%), a TAP (-131 / 5,9%), a Air Nostrum (-31 / 16,1%), e a easyJet (-15 / 2,5%).

Gráfico relativo à evolução anual de movimentos (8/2012) – Clique para aumentar

O crescimento do segmento carga volta a ser impulsionado principalmente pelo mercado angolano (+342t / 534,4%), destacando-se a contribuição da Ark Air (+252,0t), TAAG (+90,3t / 141%) e TAP (+56,2t / 26,1%). As companhias que mais recuaram foram a Air France Cargo (-100,1t / -20,7%), a TNT (-41,8t / -12,8%) e a DHL/EAT (-32,9t / -5,3%).

Gráfico relativo à evolução anual de carga processada (8/2012) – Clique para aumentar

___________________________________________________________________________

Todos os gráficos contidos neste artigo encontram-se no Relatório de Tráfego de Agosto 2012 fornecido pela ANA Aeroportos.

Estatísticas de Julho

O Aeroporto do Porto teve este ano o melhor Julho de sempre, tendo recebido 636.639 passageiros (+10.312 / 1,6%). Destaque também para a carga, que com um movimento de 3.669,7 toneladas (+524,4 / 16,7%) registou mais um novo recorde do Aeroporto. O nº de movimentos processados recuou para 5.870 (-279 / -4,6%), enquanto o nº de lugares oferecidos cresceu pelo 2º mês consecutivo para 801.726 (+9.904 / 1,2%).

As low-cost lideraram o crescimento, com a Ryanair (+10.432 / 4,8%), Transvia France (+6.531 / 25,5%easyJet (+4.474 / 5,7%) a mostrarem os melhores números absolutos. As maiores quedas corresponderam à TAP (-14.042 / -8%), Air Nostum (-2.336 / -20%) e Orbest (-1.527 / -29,6%).

Gráfico relativo à evolução anual de passageiros (7/2012) – Clique para aumentar

A nível de movimentos, as 3 companhias que mais aumentaram o nº de operações foram a SATA Internacional (+49 / 42,6%), a Ryanair (+43 / 3,1%) e a Transavia France (+41 / 21,6%). Entre as que mais cortaram encontram-se a TAP (-130 / -5,9%), a Air Nostrum (-50 / -22,7%), e a Orbest (-9 / -25,7%).

Gráfico relativo à evolução anual de movimentos (7/2012) – Clique para aumentar

A carga cresce para o valor mensal mais alto de sempre, impulsionada pelos números das transportadoras regulares, mas principalmente pelos charters de carga para Luanda e Riyadh, operados com aviões Boeing 747. Neste último grupo, incluem-se a Ethiopian (+241,1t), a Atlas Air (+167,3t), a Saudia Cargo (+94,7) e a Ark Airways (+73,4t).

Relativamente às regulares, o destaque vai para a Air France Cargo (+79,5t / 22,6), TAAG (+128,3t / 47,9%) e TNT (+23,7t / 6,4%).

Gráfico relativo à evolução anual de carga processada (7/2012) – Clique para aumentar

___________________________________________________________________________

Todas as imagens e gráficos contidos neste artigo encontram-se no Relatório de Tráfego de Julho 2012 fornecido pela ANA Aeroportos.