Lufthansa regressa em Abril à rota de Munique

LH_B

Dez anos depois, a Lufthansa voltará a cobrir a rota Porto-Munique em voo directo regular. O tão esperado regresso está marcado para o dia 24 de Abril, com uma operação de 4 frequências semanais (2ªf, 4ªf, 6ªf e Domingos) operada por equipamento Airbus 320. No total são quase 40.000 lugares adicionais e um aumento da oferta total da Lufthansa no AFSC da ordem dos 15%.

A noticia surge num momento interessante para a operação da transportadora alemã no Porto. Por um lado, a entrada progressiva de novos operadores e o reforço da operação de outros já presentes tem pressionado a liderança da Lufthansa em alguns mercados a partir do AFSC, levando a companhia a melhorar as refeições servidas bordo dos seus voos para Frankfurt e a baixar ligeiramente os preços de alguns destinos em ligação. Por outro, o anuncio há dois meses de que a Transavia iria entrar na rota de Munique ameaçava cortar algum espaço para a expansão da companhia alemã a partir do seu 2º hub. Neste contexto, o regresso da Lufthansa a esta ligação é um excelente sinal de que a procura de/para o AFSC que continua em crescimento e é atractiva.

Muitas vezes, quando uma companhia entra em resposta a outra, é comum ver horários e dias de operações sobrepostos. Felizmente não é um desses casos, pelo que será possível viajar directamente entre o entre o Porto e Munique todos os dias da semana, excepto aos Sábados. Até há bem pouco tempo, a Sata apenas explorava a ligação entre 1 a 2 vezes por semana, com preços e horários pouco convidativos. Um cenário que felizmente já parece distante.

LH_A321_D-AIDV
Um dos Airbus 321 da Lufthansa com a pintura especial retro. Foto cedida pelo Blog Skiespassion
Porto - Munique (Lufthansa)
De A Frequência Partida Chegada Nº voo Equipamento
24 Abr. ------- - - 3 - 5 - 7 11:30 15:15 LH 1795 Airbus 320
25 Abr. ------- 1 - - - - - - 12:30 16:15 LH 1795 Airbus 320
Munique - Porto (Lufthansa)
De A Frequência Partida Chegada Nº voo Equipamento
24 Abr. ------- - - 3 - 5 - 7 08:50 10:45 LH 1794 Airbus 320
25 Abr. ------- 1 - - - - - - 09:50 11:45 LH 1794 Airbus 320

_________________________________________________________________

1-Segunda-feira    2-Terça-feira    3-Quarta-feira    4-Quinta-feira    5-Sexta-feira    6-Sábado    7- Domingo

As horas são locais

 

21 comentários em “Lufthansa regressa em Abril à rota de Munique”

  1. “Lufthansa diz ser “único grupo de aviação de topo” a investir no Porto”

    será que ainda vai haver mais novidades da lufthansa no porto?

    1. Então não é? Pelo andar da carruagem não vai demorar muito até o grupo IAG ter maior presença no Porto que o grupo LH, para não falar no grupo AF-KLM que já é bem maior, mas isso são pormenores.

      Não vi esse comentário, mas imagino que esteja associado à abertura desta rota. Portanto a novidade é esta mesmo.

    2. Surpreende-me que seja uma afirmação do Sr. Hutzelmann, suponho que estará algo desatento tal como há uns meses, quando disse que este ano não haviam condições para a Lufthansa aumentar a operação em Portugal.

      Já a (infeliz) escolha do titulo do artigo não surpreende nada.

    3. Pete tens a certeza que o grupo AF/KLM é assim tão grande
      Por enquanto tirando a Transavia não há muito mais no aeroporto. Pelo que já li já se fala na hipótese da KLM. E duvido que a AF venha “canibalizar” as rotas da Transavia.

  2. LH reforça a operação no Porto. Um sinal que o mercado aéreo continua em desenvolvimento assim como o destino Porto. De resto, LH, TK, SN, LX e claro a TP são membros Star Alliance.
    Traz alguma influência ou é definida alguma estratégia ao nível dessas alianças enquanto ao desenvolvimento das operações.
    Menos TP aqui. Mais LH e TK que abre um grande leque de destinos à partida dos Hubs respectivos. Ficando tudo isto no seio da Star Alliance.
    Aliás no AFSC a Star Alliance está bem representada. Pouco Skyteam (Czech Airlines. e TO). Um pouco de Oneworld (BA e IB e VY).

    1. Esse planeamento central a nível de aliança não existe Salgueirista. Prova disso é que muitos dias tens voos da Swiss para GVA/ZRH quase às mesmas horas que os da TAP, ou que durante muitos anos os 2 únicos voos que havia para BRU (1 da TAP e 1 da Brussels) saiam com 30 min. de diferença.

      A única entidade legal capaz desse planeamento central é uma Joint Venture.

  3. Continua a valsa das rotas (lol).
    É uma boa notícia, claro. O Aeroporto Joseff Strauss tb é um Hub importante para outros destinos.
    Acho que vai haver alguns bloggers muito interessados nesta notícia.
    E tb um dos aeroportos mais bem classificado na sua categoria à nível mundial.

    1. E é mais uma prova de que a saída de um operador, tendo efeitos a curto prazo, pode ser benéfica a médio prazo em rotas com elevada procura.

      Tenho a certeza que daqui a um ano olharemos para rotas como Roma ou Milão como hoje estamos a olhar para Munique, ou seja, sem saudades do passado.

    2. Eles, a partir de FCO, tem uma presença forte em Espanha e conhecem bem os nºs da TAP nas rotas de MXP e FCO. É uma possibilidade principalmente para Roma, para Milão é mais complicado.

      Durante muito tempo a Alitalia voou para o Porto, tanto a partir de Milão como de Roma.

    3. Sem duvida uma GRANDE noticia…. bem na hora certa, depois da debandada da TAL do AFSC…. Desejo um Grande sucesso para esta nova rota que tem tudo para vingar…

  4. Como curiosidade, a operação anterior durou apenas uma temporada (S06). Estes eram os horários:
    Sábados LH4559 MUC 12:10 14:10 OPO 14:45 18:40 MUC AR8
    Domingos LH4559 MUC 07:45 09:45 OPO 10:35 14:30 MUC A319

    No final a Lufthansa optou por consolidar esses 2xw em Frankfurt, que passou a ter os actuais 21xw.

    1. Tenho a certeza que a maturidade do mercado neste momento permitirá uma operação bem mais duradoura 🙂

      Uma grande notícia para o AFSC. Uma prova que a Lufthansa está atenta ao mercado e que o Porto pode continuar a crescer no médio/longo curso, com ainda mais opções (depois do fantástico trabalho que a Turkish está a fazer – grandes preços!!!) a Lufthansa responde com mais um hub importante de ligações europeias e intercontinentais.

      Uma alegria extra ver a minha mais do que querida Lufthansa, companheira de longa data a apostar ainda mais no AFSC!!! eheheh

    2. Não sei como estava o mercado naquela altura, mas consigo ver a lógica de centralizar em Frankfurt em vez de manter voos de fim de semana para Munique.

      Agora faz sentido: justifica-se um aumento da oferta da Lufthansa, e esse aumento ganha muito mais valor (tanto em ponto-a-ponto como em ligações) com +4 semanais para Munique do que subindo Frankfurt de 21 para 25 voos semanais.

    3. Munique alem de ser de facto interessante no ponto-a-ponto acho que a operação da Lufthansa tem bastante a oferece nas ligações via hub de Munique aos clientes Porto.

      AS ligações nocturnas de Munique ficam disponíveis para conexão passando a competir com Istambul e Frankfurt o que implica o aumento da oferta de longo curso do Porto (factor importante para o preço).

      A entrada da Turkish deve ter tido impacto no longo curso via Frankfurt e a entrada de Munique devolve parte do mercado à Lufthansa via Munique.

      Quem ganha é obviamente o cliente do AFSC que vai encontrar mais opções de voos e voos mais baratos.

Os comentários estão fechados.