Verão IATA 2023 (S23)

DestinoAeroportoOperadorS22S23S23/S22%
AlicanteALCRyanair2560+35>100%
BarcelonaBCNTodos435455+20+5%
Ryanair200210+10+5%
Vueling235245+10+5%
BasileiaBSLeasyJet130155+25+20%
BerlimBERTodos9095+5+5%
easyJet4525-20-45%
Eurowings25+25
Ryanair4545
BilbauBIOTodos5065+15+30%
Volotea2020
Vueling3045+15+50%
BillundBLLRyanair2530+5+20%
BirminghamBHXRyanair2535+10+40%
BordéusBODTodos145175+30+20%
easyJet85100+15+20%
Ryanair6075+15+25%
BristolBRSTodos3080+50>100%
easyJet3045+15+50%
Ryanair35+35
BruxelasBRUTodos265280+15+5%
BRUBrussels105120+15+15%
BRURyanair8080
CRLRyanair8080
BucaresteOTPBlue Air10-10-100%
CasablancaCMNRAM15+15
CastellónCDTRyanair25+25
ColóniaCGNTodos9070-20-20%
easyJet20-20-100%
Ryanair7070
CopenhagaCPHTodos2530+5+20%
Norwegian15+15-100%
Ryanair2510-15-60%
SAS5+5
DortmundDTMRyanair3525-10-30%
DublinDUBRyanair7075+5+10%
DüsseldorfDUSTodos6570+5+10%
DUSEurowings3030
NRNRyanair3540+5+15%
EdimburgoEDIRyanair3545+10+30%
EstocolmoARNRyanair10+10
EstrasburgoSXBRyanair25+25
FaroFAORyanair165245+80+50%
FezFEZRyanair25-25-100%
GenebraGVATodos485580+95+20%
easyJet370450+80+20%
Swiss7590+15+20%
TAP4040
GlasgowGLAeasyJet25+25
IbizaIBZTodos5035-15-30%
easyJet4025-15-40%
Vueling1010
KarlsruheFKBRyanair2535+10+40%
La RochelleLRHRyanair2535+10+40%
Las PalmasLPARyanair1025+15>100%
Leeds / BradfordLBARyanair25+25
LondresLONTodos765685-80-10%
LGWeasyJet125135+10+10%
LGWTAP125135+10+10%
LHRBritish Airways170100-70-40%
LTNeasyJet6070+10+15%
LTNWizzair40-40-100%
STNRyanair245245
LuxemburgoLUXTodos315325+10+5%
easyJet95105+10+10%
Luxair9595
Ryanair8585
TAP4040
MadridMADTodos645880+235+35%
Air Europa200320+120+60%
easyJet4570+25+55%
Iberia240310+70+30%
Ryanair160190+30+20%
MálagaAGPRyanair2560+35>100%
ManchesterMANTodos80105+25+30%
easyJet3545+10+30%
Ryanair4560+15+30%
MarraquexeRAKRyanair3540+5+15%
MarselhaMRSRyanair95120+25+25%
MilãoMILTodos215255+40+20%
BGYRyanair80105+25+30%
MXPeasyJet6060
MXPRyanair6060
MXPWizzair1530+15+100%
MontrealYULAir Transat2030+10+50%
MuniqueMUCLufthansa135150+15+10%
NiceNCEeasyJet5070+20+40%
NimesFNIRyanair25+25
Nova IorqueNYCTodos105140+35+35%
EWRTAP3570+35+100%
EWRUnited7070
OsloOSLTodos1540+25>100%
Flyr1525+10+65%
Norwegian15+15
Palma de MaiorcaPMITodos105105+25
easyJet3510-25-70%
Ryanair7095+25+35%
Porto SantoPXOeasyJet2025+5+25%
PragaPRGeasyJet2025+5+25%
ReykjavikKEFPlay20+20
RigaRIXairBaltic15+15
Rio de JaneiroGIGTAP3035+5+15%
RomaROMTodos3590+55>100%
CIARyanair3545+10+30%
FCOWizzair45+45
São PauloGRUTAP4055+15+40%
SevilhaSVQRyanair3565+30+85%
ShannonSNNRyanair25+25
Tel AvivTLVEl Al25+25
TenerifeTCITodos3545+10+30%
TFNVueling1025+15>100%
TFSRyanair2520-5-20%
TerceiraTERTodos5060+10+20%
Azores Airlines2535+10+40%
Ryanair2525
TorontoYYZAir Transat5060+10+20%
TrapaniTPSRyanair10+10
TurimTRNRyanair10+10
ValênciaVLCRyanair6085+25+40%
VarsóviaWAWTodos4555+10+20%
WAWWizzair2030+10+50%
WMIRyanair2525
VeronaVRNRyanair2510-15+60%
VienaVIETodos4590+45+100%
Austrian30+30
Ryanair4560+15+35%
WroclawWRORyanair25+25
Total:
(S23-S22)
+1260+12%

_________________________________________________________________

Dados 28 Dezembro 2022                     Comparação relativamente a S22

A tabela apenas reflete as alterações às operações das companhias. Mudanças de capacidade com pouca expressão podem não ser consideradas.

Os valores referem-se ao nº de lugares disponibilizados (x1.000), arredondados a múltiplos de 5.000. As percentagens são arredondadas a múltiplos de 5%, excepto para o total do aeroporto.

303 opiniões sobre “Verão IATA 2023 (S23)”

    1. Creio que ainda não, mas daqui para a frente as revisões serão certamente em baixa.
      Para S23 lamento 3 “apostas” minhas não concretizadas: AerLingus, CNG com a EW e RTM com a TO.
      AC, AD e EK talvez em 2024. Nestes casos é tudo uma questão de tempo. Os resultados estão aí.

  1. Que tipo de potencial de crescimento terá o grupo LH no AFSC e, de uma forma mais particular, a entrada na OS no Porto?
    Quais serão os mercados alvo para esta nova aposto nunca descurando o ponto a ponto?
    Contas finais do que está lançado o grupo diminui BRU para 11xw, acrescenta 3xw para VIE e 2xw a BER.

  2. Depois da falência da FlyBe este f-d-s, é a vez da Flyr comunicar estar com dificuldades. A rota para Oslo pode sofrer.

    1. João.
      Será lamentável.
      Recordo palavras do Pedro

      O Porto foi uma das melhores operações, em termos de resultados, da Flyr. Julgo, não estou certo, que disse ter sido a quarta melhor (margem financeira) operação da companhia.
      A entrada da Norwegian pode ser positiva se algo acontecer na Flyr.

      Dito isto esperemos que recuperem pois muito teríamos a ganhar.

      Como habitualmente o Pedro melhor opinar’a

    2. Temos a Norwegian, tendo bons resultados até pode alavancar para outros voos. Espero que a Play tb não tenha esse fim, tenho voo para a Islândia em Agosto.
      Malta, questão das rotas, acham que já eata fechado ou ainda pode cair alguma coisa?

    3. O Pedro viu longe como habitualmente.
      É pena pois não foi certamente a rota para o Porto que contribuiu para este desenlace .
      Esperemos que a Norwegian potencie a operação.
      Já será tarde para novas operações, sendo certo que eu até esperava reação da TAAG que seria muito útil. Mas é assim.
      Pode ser que a nova gestão da TAAG aprenda que não está lá para potenciar a Ibéria
      Importante que todas as operações tenham sucesso, pois será ano positivo, e isso sim poderá contribuir para 2024 igualmente positivo.
      Não faltam rotas para aumentar frequências e como tal temos de estar satisfeitos.

    1. Afinal lá apareceu realmente, embora tenha muitas dúvidas sobre a aposta, mas espero estar errado. Tenho que acrescentar aqui à tabela e à lista de destinos, mas esta semana vai ser difícil.

    1. Ricardo.
      Esta notícia está, como habitualmente, muito bem analisada aqui no blog pelo Pedro.
      O Pedro até publicação específica fez sobre este regresso.
      A Sun vai operar Tel Aviv para a El Al.

    1. Obrigado Antero, publicidade positiva, apesar de não ser grande fã deste tipo de rankings. É como ir ao tripadvisor e escolher os melhores hoteis com base no ranking.

  3. Entre FR, EJU e TP quantos aviões teremos baseados no Porto (tendo em conta o anunciado) ?
    Sobre FR e EJU, existem horários livres que ainda possam ser cobertos com reforços/novidades ou a revisão a partir de agora será em baixa?

    1. São 23 aviões baseados no total:
      – 12 Ryanair: 3xB38M + 9xB738)
      – 5 easyJet: 5xA320
      – 7 TAP: 4xA32S (1 dorme em ORY) + 1xE190 + 1xA321LR + 1xA339

      Creio que existem horários livres tanto na Ryanair como na easyJet, mas com a dimensão atual das bases temos visto que eles já não preenchem todos aviões a 100%.

    2. Pedro.
      O diretor da Easy Jet anunciou hoje dois novos Airbus para a base no Porto para além de regresso de Nápoles ( já anteriormente operada e abandonada pela Ryanair) bem como Palermo já aqui referida por outros apaixonados do AFSC.
      É para substituir existentes ou efetivo crescimento da base?
      Já agora também refere constrangimentos devido a repavimentação da pista.
      Sabe de algo, pois penso ter sido repavimentação no passado recente?

    3. E fala tb em obras de repavimentação da pista que vão limitar a capacidade do aeroporto.

    1. Nelo.
      A notícia quanto às ligações para NW já tem barbas.
      Luanda, o Pedro muito bem como habitualmente já o tinha referido como viabilidade obscena por evidente.
      Na prática, para mim, tem um aspecto positivo. Iremos ter a partir de final de Maio, duas partidas intercontinentais da TAL com origem no AFSC, sendo certo que deveriam ser quatro ou cinco partidas ( e obviamente chegadas em igual número).
      Claro que não entendo a razão de arrancar com a operação para Luanda em Maio mas enfim mais do mesmo.
      Quanto aos reforços na Europa é tudo música pois não fazem falta. Nesses destinos já temos operadores responsáveis pelo que a TAL só vem criar entropia.

  4. A TAP está a mexer na programação estes dias. Parece que o E195 da base será substituído por um A320, o que não só é um aumento de capacidade interessante como melhora a estrutura de custos.

    Ponta Delgada é o único destino que continua com E195 de base Porto. Nota que as rotações do novo A320, nos espaços que seriam de PDL, foram preenchidas com +2 semanais para Zurique e +1 semanal para Genebra. Veremos o que vai sair dalí.

    1. Pedro.
      Até é positivo.
      Mas quanto ao que seria relevante, ou seja, as grandes notícias para o Porto, disso continuamos a nada saber.
      O mercado Suíço já terá boa resposta/ oferta quer da Easy jet quer da Suiss
      Veremos o que as migalhas nos vão dizer ..
      Recordo, entre outras, as suas sábias palavras quando refere a operação mais do que viável para Luanda

  5. A todos vós, que contribuem neste espaço com cada vez mais qualidade, desejos de um 2023 com muitas realizações pessoais e profissionais.
    Em 2023 teremos no AFSC 6 novas companhias (até ver) e reforços exponenciais na operação já existente. Quem dera a nós ver este crescimento operacional ser acompanhado por crescimento de infraestruturas. Em 2023 teremos pesadelos de filas de segurança e de bagagens amontoadas nos tapetes. Em 2023 veremos os parques no aeroporto cheios sem espaço para o aumento previsto de passageiros. Em 2023 veremos os acessos às chegadas e partidas completamente congestionados e com mais filas do decorrer da VRI. Em 2023 continuaremos com falta de televisores informativos das portas de embarque, algo que em 2022 se verificou principalmente na área das portas 1-8 onde, por mudanças operacionais, vários voos inicialmente previstos para lá mudaram para outras sem que existisse nenhuma informação em contrário visual(inexistente)/sonoro no aeroporto, sagradas as apps nestes dias! Em 2023 teremos o espaço No Schengen com mais movimento, espero em 2023 utilizar os controlos automáticos já instalados.
    Em 2023, salvo um vírus qualquer ou uma guerra de larga dimensão, estaremos posicionados na barreira entre os 14M e os 15M de passageiros.
    Que em 2023 estejamos cá todos para continuar a viver este bichinho que depois de entrar dificilmente sai.
    Aterramos em 2023 em breve mas em quanto isso contamos a centenas que faltam para fechar 2022!

    1. Obrigado PMF, espero que tenham todos tido um bom Natal e umas boas entradas!

      Sobre o que será o aeroporto, é um bocado isso, e continuará a ser assim durante muitos anos porque soluções de fundo implicam grandes obras que inevitavelmente demoram anos. Da Vinci já se percebeu que a disponibilidade é só para pequenos remendos, e mesmo isso custa. Este ano ficaremos com um nível de passageiros superior ao que Lisboa teve em 2010, primeiro ano da Portela com a atual dimensão de terminais. Nessa altura o NAL já era “urgente”, imagine-se se tivesse uma situação parecida à do Porto.

  6. British Airways reajustou a operação para o Porto e colocou um segundo voo às sextas para um total de 10 semanais.
    Se calhar não é novidade para o Pedro, mas eu só reparei hoje!

  7. Pedro.
    Poderá ser erro meu mas penso que as “contas” de Londres terão lapso.
    Já agora, como entende que devemos perceber a operação em Madrid sem NST da Iberia?.
    Oferta mais do que generosa mas sem ligações aos voos de primeira hora no hub de Madrid sem risco?
    Ou seja daria para arriscar voar com, por ex Ryanair, mas com atrasos não temos proteção.

    1. Obrigado Luis, falhou-me atualizar o total de Londres.

      Madrid tem uma boa oferta em volume, mas está algo fragmentada. Falta o NST da Iberia e consolidar a oferta da Air Europa na IAG, eventualmente que a easyJet conseguisse crescer em frequências para melhorar as ligações via Porto. Podia também fazer sentido 1 diário da TAP para servir a onda do meio dia.

      Não arriscaria comprar um Ryanair à primeira hora para fazer ligação a um Iberia em Madrid.

    2. Exatamente o que penso Pedro.
      Mas continuo a não entender a Ibéria nada proporcionar a um aeroporto relevante.
      Ou seja não se posicionar como segundo destino a partir do AFSC já que Paris é inquestionável.
      É como é mas faz muita falta, enfim a seu tempo a gestão do AfSC vai resolver

    3. Bem, eles tem 4 voos por dia, não é que estejam ausentes. Mas a Iberia é muito conservadora e geralmente não quer saber de quotas de mercado. Já os concorrentes, tanto para Madrid como por outros hubs, tem estado muito agressivos.

      Se as coisas correrem bem com Londres tem mais procura que Madrid.

    1. Obrigado a todos pelas atualizações. Já na tabela os últimos valores com as novas rotas da Ryanair (CDT, ARN, LBA, FNI, TPS e TRN), bem como ajustes a DUB, FEZ, LPA, LTN, MAD, NCE e SVQ

  8. Atualização 27/12/22

    Ryanair

    *Sevilha nos meses de Abril, Maio e Outubro tem carregado uma 6ª frequência semanal aos domingos.

    *Madrid aumenta para 18 voos semanais (estava nos 16), 3 voos diários de segunda e sexta 2 aos sábados e 1 aos domingos!

    1. Feliz Natal e obrigado a todos por mais um ano de partilha, informação e alegria por ver o “nosso” aeroporto cada vez mais pujante.

    1. Estranho ainda não terem avançado com praticamente nada. Ainda assim espero que não tarde no Porto com Roterdão e com Eindhoven…

    2. A informação aqui dos Açores é que a Transavia deixa de fazer Porto-PDL. Acredito que a rota do Funchal também seja cancelada

    3. Quase de certeza Framed, até que semana passada finalmente carregou Brest!

      Quem também deixa Porto para Ponta Delgada é a TAP, voos já não se encontram à venda! Os aumentos para GVA e ZRH ocupam os slots!

      Estranho é a Azores em vez de aproveitar também reduzir para um máximo de 14 frequências semanais no pico de verão e 10 semanais nos restantes meses!

    4. Grande TAL lol com uma mão deu um rebuçado e com a outra já está a tirar… Ahahah Que vergonhosos! Eles não tem bastantes slots no Porto que não utilizam??

    5. Muito provavel, no caso do Funchal um bocado vitima do próprio sucesso, porque as rotas francesas já todas tinham volumes França-Funchal para justificar boas operações diretas. No caso de Ponta Delgada por agora só tem 1 semanal programado de Paris, o que não justifica escala.

      Diogo, o que o skiespassion se está a referir é que os espaços que estavam na base do Porto para Ponta Delgada foram realocados aos reforços de Genebra e Zurique, como falamos na altura que seria provavel. Pessoalmente não desgosto da ideia de deixarmos de ter duas companhias estatais (já de si ridiculo) a concorrer diretamente e em vez disso passarem a cooperar. Seria util seguirem essa lógica em Lisboa também.

    6. Revisões em baixa por consequência das obras…
      Só não percebo o porquê da duração prevista ser tão longa (3 anos) …
      Creio já ter lido por cá mas sem certezas. Que tipo de intervenção vai ser e de que área estamos a falar ?

    7. Como as obras são só à noite, os trabalhos tem que durar mais tempo. Não é um exclusivo do Porto, é assim em todo o lado.

      Mas sendo as obras só à noite só afeta os voos com partidas/chegadas entre as 00h e as 06h, o que não era o caso destes da Transavia.

  9. Finalmente Estocolmo!
    Não, não é pela SAS!
    Ryanair acabou de carregar 6 novos destinos desde o Porto!

    Castellon
    Leeds Bradford
    Nimes
    Stockholm-Arlanda
    Trapani
    Turin

    Todos 2 vezes por semana, sendo que Estocolmo Trapani e Turin só estão carregados de Junho a Agosto de momento!

    1. Excelente. Não são muitos voos, mas sempre são novos destinos, variados, etc. Era mais ou menos seguro que ainda haveria novidades da Ryanair e aqui estão elas.

    2. Boas noticias.
      Estocolmo é um regresso relevante.
      Trapani é super interessante e Turin também tem potencial.

      Leeds também poderá correr bem.
      Nimes e Castellon parecem-me apostas mais estranhas.

    3. excelentes novidades, tirando Castellon que fica a menos de 100km de Valencia, apostaria mais Saragoça ou alguma ilha espanhola, as restantes têm tudo para dar certo, Nimes, pode parecer estranho, mas em França acho que todos os destinos para o Porto funcionam plenamente, além de que fica perto de Avignon e Montpellier.
      Já agora, o novo centro de treinos para pilotos e tripulantes de cabine na Península Ibérica, ainda não foi anunciado.

    4. Agora, vamos ter mais dois aviões baseados no Porto. Como ficam os horários? Ainda há buracos?

    5. Excelente noticia! Afinal Estocolmo não estava longe, e com esta operação acho que vai funcionar muito bem. Gostei muito de ver também Leeds/Bradford, que era o maior emissor em Inglaterra sem voos para o Porto, e Turim, que é uma zona que tem uma oferta aérea bastante baixa para o que seria expectável.

      Castellón concordo com o Zoficial, teria preferido Saragoça ou Almeria (ilhas acho melhor com a Vueling), mas nestes destinos mais pequenos vai muito do que são os apoios que eles dão lá. Idem para Nimes e Trapani.

      Como vou ter que rever os horários todos deles para perceber que rotas passam a B38M, provavelmente só haverá artigo na próxima semana. Entretanto aproveito para desejar a todos um bom Natal!

    1. Resultados fracos de Fez, junto com Bergerac são rotas que pior funcionam, não me surpreende. Ter durado tanto é porque o contrato com Marrocos devia ser chorudo.

  10. Ryanair

    Atualização 15/12/2022

    O aumento previsto para Birmingham (3º voo semanal ás segundas), desapareceu!

    Foi carregado para o mês de Abril 2023, um 7º voo semanal aos domingos para Dublin.

    Gran Canária (LPA) carregado um segundo voo semanal (sábados) durante toda a época S23.

    Creio que possa haver outras alterações e penso que S23 esteja longe de estar totalmente carregado.

    1. Positivo Sky.
      PF informe quando tiver mais informações.
      Estou certo que vamos ter mais boas novidades.

    2. Estranho Birmingham, até porque apareceu no comunicado de imprensa. De resto bem, espero que esse diário para Dublin se possa manter toda a temporada. Vamos ver quando estiver a temporada toda carregada.

    1. Com o que está agora Bordéus 2 a 3 diários. Para Toulouse 1 a 2 diários, mas há alturas em que não há voos aos Sábados.

  11. Nem tudo são boas notícias:

    1. Primeiro vem sempre as boas notícias, os ajustes são feitos depois. A confirmar-se é pena, porque continuaríamos com alta % de insucesso de rotas da Wizz. Por outro lado um bocado de consolidação para Londres pode ser positivo, e já se percebeu que Luton não funciona tão bem como Gatwick/Heathrow/Stansted.

    2. Continuando com as más notícias,

      United Airlines

      De 26 Março a 08 Maio só opera 5 voos semanais (exceto terças e quintas)!
      Operação diária retoma a 9 de Maio.

    3. A programação da United para este ano já estava assim desde o inicio, mas em S19 a United só começou a voar no fim de Abril. Este ano começaram mais cedo, se bem que graças às restrições à entrada de americanos por Portugal em Abril-Maio, e principalmente à incerteza face a outros países europeus, prejudicou os resultados desses meses.

      Sobre a Wizz parece muito estranho, principalmente Budapeste não me lembro de nenhum caso de abandonarem uma rota a favor da Ryanair. Pergunto-me se não será uma forma de pressão sobre a ANA. Budapeste em S22 teve 93% de ocupação, o que está mais ou menos em linha com o esperado, mas não fui acompanhando os preços.

    4. No caso da Wizz em Budapeste, penso que os horários escolhidos nunca foram os melhores. Por exemplo, aos sábados a partida do Porto está programada para às 20:15 com chegada a Budapeste às 00:50 horas locais. A meu ver, não são os melhores horários para favorecer o ponto-a-ponto. Em contrapartida a Ryanair, oferece voos com partidas do Porto por volta das 7 da manhã. Concluindo, estou na mesma linha de pensamento do Pedro, é de estranhar o abandono da rota, acrescida da concorrência da Ryanair. A confirmar-se, ( abandono de Budapeste, abandono de Londres) a Wizz só operará voos, à partida do Porto, para a Polónia e Itália em S23. Acham que ainda vamos ter novidades ?

    5. Em Lisboa os horários são à noite também e funciona, tem é dias de operação diferentes. Mas por acaso no Verão o que estava previsto eram voos de manhã, saídas às 10h 3ªf e Sab em A321.

    6. Quer a Wizz quer a Ryanair ainda têm a programação muito incompleta por essa Europa fora. Não será nada surpreendente se ainda lançarem várias rotas ou aumentos de frequências. Se o Porto será contemplado é que já não sei.

  12. Tabela atualizada com os ajustes da easyJet em BSL, BOD, BRS, GVA, IBZ, LUX, MAN, PMI e PRG.

    Acrescentado também o aumento previsto pela TAP para São Paulo, ao passar para 3 semanais toda a temporada, e com os voos da Vueling para Ibiza, que não aparecem ao público ainda mas já estão à venda com pacotes fechados.

    1. Pedro
      Desculpe a eventual ignorância mas S. Paulo não chegou a ter quatro operações?

    2. Ibiza e PMI uma desilusão.
      Não terá funcionado ou não tem oferta alojamento local que permita férias sem recorrer a agências de viagem
      Aumento e Praga modesto.

    3. Chegou a ter 6 quando operava a TAP e a Azul (3 cada uma). O 4º semanal da TAP, se não me engano, chegou a estar previsto, mas com a pandemia e a nacionalização foi-se, tal como os voos previstos para Cabo Verde.

      Ibiza e Palma é natural, acabaram por crescer muito à custa das circunstâncias da pandemia, mas agora há sítios melhores para mandar os aviões. Praga acho que há que dar mais tempo, apesar de tudo é um segmento longo e eles nesses casos são mais cuidadosos.

    4. Não me esqueci. Para PDL falta a programação da Transavia, que ainda não está carregada. Para ZRH não há alterações de capacidade.

  13. A easyjet está finalmente a carregar o que faltava do verão. Não faço ideias sobre alterações nos voos do Porto. Colónia ainda não está carregada, de qq forma.

    1. Manchester também tem mais uma frequência para 4xw.
      Genebra também tem mais frequências, havendo dias com 6 voos e em Agosto chega mesmo aos 7 voos às quartas!
      Finalmente carregaram os voos para Praga.
      Mas somente o Pedro para fazer um apanhado, pois não sei mesmo o real aumento da easyjet no plano geral.

    2. Particularmente Genebra é caso de estudo.
      Julgo ser a principal rota europeia ( retirando a capital do império) com maior número de lugares disponibilizados por uma companhia de aviação. Bem superior a Suissair para não falar da TAL.
      Não percebi foi a demora em carregar Praga. Estariam a esperar a entrada de outra operadora para adequar a oferta?, Não sei

    3. Creio que praga receberá pelo menos +1 voo semanal. Talvez no pico do verão. Voei nessa rota algumas vezes e os aviões iam sempre lotados pelas costuras. Vamos ver… A easyjet nas rotas novas tem sempre um cuidado acrescido.

    4. Luis, por acaso a maior operação por nº de lugates é a da Transavia para Orly, mas a da easyJet para Genebra é bastante sólida também. Idealmente teríamos operações deste estilo também para Madrid, Londres e outra para Paris, mas com o nível de fragmentação que temos é difícil.

      Praga funcionou muito bem, não por acaso também vão lançar desde Lisboa. Acho que dá para mais, mas não sei se já vamos ver aumento em 2023.

  14. SAS vai voar entre OPO – CPH.

    1. Realmente este negócio é complicado.
      Entrar em Copenhaga, aonde está a Ryanair e Nowregian e não operar Estocolmo onde entra para por ex. em Montpellier é bizarro para mim pese ser apenas um curioso nestas matérias.
      Claro que já estaria decidido antes dos recentes anúncios.

    2. Como tínhamos visto quando saíram os slots, normalmente a SAS entra primeiro com Copenhaga. No comunicado não dá detalhes da operação e ainda não consigo ver horários, dependendo do que sair dali já vamos perceber qual é a estratégia para concorrer com a Ryanair e a Norwegian. Não vai ser fácil porque a SAS tem custos operacionais muito altos.

      Estocolmo realmente é uma falha, mas acho que já esteve mais longe.

    3. Assim sendo temos 5xw para Copenhaga em dias diferentes.
      1 SAS
      2 s/ voo
      3 s/ voo
      4 Norwegian
      5 SAS
      6 Ryanair
      7 Norwegian

    4. Normalmente a Ryanair aumenta as frequências quando entra concorrência. Porque será que em CPH teve outra estratégia?

    5. A ver eventual reação da Ryanair.
      Em TFS , a Ryanair, recuou e depois até terá reforçado.
      Como sempre bem diz o Pedro.
      Atenção aos custos operacionais.. A entrada para saída rápida de operadores é sempre prejudicial até porque prejudica rotas com potencial e unserved

    6. Por agora só estou a ver os voos em Setembro e Outubro, vamos ver se carregam o resto da temporada também.

      Carlos, a Ryanair ainda está a carregar a programação, o caso de Copenhaga será um desses (1x semana é anormal). Mas nem sempre a Ryanair reage com maiores frequências.

      Luís, a Ryanair para Tenerife continua abaixo do ano passado, mas também sabem que a Vueling cobre outro segmento. Sobre o sucesso dos operadores, muito importante sem dúvida, basta ver como estas novas rotas constroem sobre os bons resultados de BLL e OSL que abriram este ano.

    7. Mais uma companhia na rota para Copenhaga, começa a ficar apertado, ainda se vão canibalizar.

      Estocolmo é que teima em não regressar

    8. Pelo menos as operações são em dias diferentes.
      5 voos, 5 dias de operação

    9. Certo, três operadores para uma rota como Copenhaga são bastantes, embora a operação da SAS seja curta. Amanhã quando se conseguir publicar o artigo já vamos ver mais em detalhe.

  15. Muitas novidades estes dias. O artigo sobre Berlim está publicado e espero conseguir os de Bristol e Glasgow até Sábado.

    Entretanto a tabela de S23 foi atualizada com +210.000 lugares das noticias dos últimos dias. Em vez de responder a cada comentário vou fazer só um apanhado geral:
    – BCN: frequências adicionais da Ryanair e ajuste comparativamente a Abr-Mai da Vueling. 5 a 7 diários entre as duas parece-me excelente.
    – BER: entrada da Eurowings, veremos o que vão ser as programações finais da easyJet e Ryanair mas espero que entre as três consigam ter pelo menos 1 voo todos os dias. Eventualmente acho que 3 operadores é demasiado para Berlim, mas como é um mercado estratégico, pode ser que aguentem.
    – BRS: um dos poucos casos em que a Ryanair entra numa rota em que easyJet resistiu a aumentar frequências, em principio dá perfeitamente para as duas. Idealmente haveria voo diário.
    – FAO: 3 diários todos os dias é muito importante. Para ter mais acho que o problema acaba por ser a falta de transporte público no Algarve, porque chegando a Faro não é difícil chegar a outros sítios.
    – GLA: uma aposta interessante, Glasgow é muito voos domésticos e destinos de sol e praia.
    – EWR: finalmente a TAP a recuperar o diário e a voltar a ter os A321LR. Este ano tivemos falta de lugares para NY mas com a TAP a duplicar capacidade deve ser suficiente. Idealmente teríamos a continuação para Funchal como estava previsto pelos privados, mas duvido. Com o espaço libertado no A339, os privados aumentaram GRU e deixaram 1 dia como backup, essa seria uma opção. Outra opção poderia ser lançar LAD, ou então deixar os 2 dias livres como backup. Posicionais para Lisboa são muito caros, não acredito.
    – YYZ: em Janeiro já há voos praticamente todos vendidos, não me surpreende que aumentem para um mínimo de 2 semanais o ano todo.
    – VLC: em linha com os aumentos de BIO/AGP/SVQ/ALC. Espanha, fora de Madrid e Barcelona, ainda tem muito para crescer, e havendo frequências pode-nos ajudar a trazer outros destinos.
    – VIE: pequeno aumento em reacção à chegada da Austrian, mas nada que assuste.

    Não estando ainda todas as rotas, e sabendo que os ajustes em baixa costumam chegar mais à frente, a conta já está acima do milhão de lugares adicionais, muito bom. Diria que estamos a alinhar os 14M no próximo ano.

    1. Excelente Pedro!

      Creio que isto te passou despercebido :

      “TFS 1xw (só carregado de jun a ago!)”
      Atualização 23/11/22
      1xw abril e maio
      3xw junho a agosto
      1xw setembro e outubro

      “BVA 19xw”
      Atualização 03/12/22
      BVA 22xw (3 diários e 4 voos à quinta)

      Tal como a informação da Luxair por SID.

      Entretanto a RAM trocou de equipamento para B738 no voo de segundas de 26 Junho 23 a 11 Setembro 23.

    2. Tenerife já estava atualizado, Casablanca também com as frequências em B738. Paris e Luxemburgo ainda não tenho as contas para todos os operadores, daí não aparecerem.

    3. Grande trabalho Pedro, Skye e Sid bem como de outros igualmente relevantes.
      Obrigado.
      Julgo que o vosso esforço ainda não acabou.
      Duvido da SAS entrar em Copenhaga e não em Estocolmo mas a estratégia é das companhias e não nossa.
      Já agora alguém deu falta da TAL hoje ( amanhã será igual) no AFSC? A tal companhia de bandeira.

    1. mais um boa noticia, ainda existem 3 horários livres na 1ªhora da manhã, 5ªf (2x) e Sabado. (isto contando que serão 6 aviões baseados).
      por curiosidade anunciaram Funchal- Paris CG e Lisboa-Praga, rota que espero que ainda carreguem no Porto.

  16. Atualização 06/12/2022

    TAP

    Voos para Nova Iorque EWR passam a 5 semanais (exceto ter/qui) desde 26 de Março 2023 e a diário a partir de 06 Junho 2023 sempre com os A321LR. Voos carregados e à venda.
    Quartas e domingos o A339 ficará parado?!

    1. Mais do mesmo da TAL..
      Aparece quando não faz falta..
      Mas menos mal comparando com S 22, o que de mau a medíocre

    2. Rio de Janeiro e S. Paulo não justificam mais operações?
      E Luanda?
      Luanda julgo que possível em A 321LR.
      Norte do Brasil igual mas….
      Enfim….

    3. Pouca diferença, se bem que é preferível mais frequências em avião mais pequeno. Da TAP não se espera nada… O A339 deve ir para a “base”, não é lá que está tudo??

  17. Luxair

    Têm 10xw carregadas de base que chegam às 14xw.

    Têm a particularidade de apresentar uma rotação noturna no Porto às quartas.
    A aeronave chega às 00h15 e parte às 02h45.

  18. Finalmente Tel Aviv!

    Carregado e á venda no site da El Al voos diretos duas vezes por semana (segundas e quartas) com início a 27 Março 2023.

    LY5163 B738 TLV 16:15 20:15 OPO
    LY5164 B738 OPO 21:30 04:50 TLV
    Operated by Smartwings On Behalf Of Sun Dor

    1. Felizmente volta Tel Aviv, não é que tenha muito volume ainda mas estrategicamente é muito importante. Os números de voo são os mesmos da última vez.

    1. Ainda não os consigo ver, boa noticia, mas obviamente continua a precisar de mais frequências para ser competitiva.

    1. Boa!
      Algo inesperado!
      Avaliar pelos buracos nas frequências algo mais virá!
      Até pensei mesmo que iam fazer grande festa anunciando tudo!
      Já agora estamos a falar da Ryanair!

    2. surpreendente, mas sempre bem-vindo um novo destino! Sim, ainda há espaços por completar nos horários dos 11 aviões baseados, a partir de Março já existiram os famosos Gamechanger da Boeing para os mais desatentos são os 737-Max que muito deram que falar pelas piores razões, no Verão já experimentei num voo Bergamo-Corfu, ligeiramente maior e mais luminoso.

    3. Surpreendente, claro. Skiespassion, presumo que irão fazer essa festa. Sucede que fizeram essa festa hoje em Shannon. Daí o anúncio.

    1. Sky
      O link para o Senegal repete o do Egipto.
      Quando lhe for possível partilhe o link para o Senegal

    2. No caso de Punta Cana, só o subir de A333 para A359 já é um aumento de capacidade interessante. Este ano a operação funcionou muito bem, venderam praticamente tudo.

    3. Creio que a Enter Air vai basear um avião no Porto tal como a Smartwings e a Air Nostrum fizeram este verão (e devem voltar a fazer).

      Além dos voos para Cabo Verde também vai haver Malta, Nortravel tem à venda os pacotes:

      https://www.nortravel.pt/packages/ofertas-malta-cd/JDTMTMLAV

      13:35 Qua 02/08
      (OPO) Porto
      18:00 Qua 02/08
      (MLA) Malta

      18:55 Qua 09/08
      (MLA) Malta
      21:20 Qua 09/08
      (OPO) Porto

      quartas 05jul23/13set23 Malta
      quintas 02jun23/29set23 Sal
      sextas 22jun23/14set23 Boavista

      Certamente deve haver outros destinos.

    4. A Air Nostrum, a julgar pela programação da Soltur, continuará a ter 1 CRK baseado para fazer PMI, MAH, ACE, LPA, FUE e LEI. Idealmente a maioria destes voos seria feita por companhias regulares, já se conseguiu avançar em Tenerife e Ibiza com a Vueling, mas é preciso mais.

      Interessante ver Malta regressar como charter. Os voos da Ryanair funcionam muito bem, se os charters tiverem aceitação talvez no futuro pudessemos ter a Air Malta por aqui.

    5. Para Olbia sim, embora antes dos voos regulares da Ryanair chegaram a haver charters para Cagliari também com a Air Horizont.

    6. Regresso de voos charters para a Madeira

      Nortravel tem à venda 2 voos semanais (quartas e domingos) para o Funchal com a Enter Air de 2 de Julho 2023 a 13 Setembro 2023.
      Em ambos os dias os horários são os mesmos:

      08:00 Dom 06/08
      (OPO) Porto
      09:55 Dom 06/08
      (FNC) Funchal

      10:50 Dom 13/08
      (FNC) Funchal
      12:40 Dom 13/08
      (OPO) Porto

      Resumo do avião da Enter Air na base do Porto:

      quartas 05jul23/13set23 Funchal
      quartas 05jul23/13set23 Malta
      quintas 02jun23/29set23 Sal
      sextas 22jun23/14set23 Boavista
      domingos 02jul23/10set23 Funchal

    7. Vamos ver como corre a operação de Punta Cana e Cancun, pois os preço de chamada estao bastante elevados comparando com os anos anteriores…. andam entre os 1300 e 1400 euros. No pico do verão devem disparar estes valores.

    1. Tendo em conta a redução da easyJet é interessante.
      Mas três operadores poderá ser excessivo mas o importante vai ser horários e dias de operação

    2. Excelente!
      Diria 2 a 3 frequências semanais!
      Este grupo está a crescer muito no Porto!
      Creio ainda que venhamos a ter mais frequências para STR no pico do verão, tal como este ano. Alguém falou em CGN, quem sabe!
      Virá aí mais uma semana plena de novidades?!

    3. Colónia, a par com Berlim, teve uma redução de 20% na oferta dado o que está, para já anunciado, ambas por cortes da EasyJet.

      Seria uma excelente oportunidade e também uma excelente notícia contar com a EW neste mercado a par do que já acontece com LIS, FAO e FNC.

      Quanto à EasyJet, depois de conseguidos slots em LIS parece-me algo tímida no Porto e receio que poderá não seguir a linha de crescimento cá como em anos anteriores.

    4. Sem colocar em causa a notícia, realmente anunciaram 8 novss rotas para Berlim, mas o Porto não está lá.
      Tens alguma fonte ou link?

    5. Será realmente importante.
      Berlim é daquelas cidades que nunca tem frequencias suficientes.

    6. No comunicado oficial não aparece referência ao Porto, vamos ver. Eles foram muito bem sucedidos em ficar com a operação da easyJet em Estugarda, podiam ter resultados parecidos com Berlim e eventualmente Colónia, embora no caso de Colónia eu preferisse mais frequências para Düsseldorf.

      SID, a easyJet cresceu muito no Porto, mesmo com a pandemia pelo meio, é normal que esse ritmo baixe e eles se foquem em estabilizar. Lisboa foi uma boa oportunidade que eles tiveram, mas o calculo não é feito entre Porto e Lisboa, é feito a nível de rede.

      João, poderia ser uma possibilidade, mas por exemplo em Genebra deixaram a Swiss a ocupar o espaço que teoricamente seria da Eurowings. Acho que dependeria dos ganhos de eficiência que conseguissem fazer na TAP.

    7. Ainda não é impossível uma vez que ainda não carregaram nenhum dos destinos anunciados

    8. voos carregados

      off30MAR

      EW8600 BER 1515 1730 OPO __3____
      EW8601 OPO 1815 2230 BER __3____

      EW8600 BER 1440 1655 OPO ______7
      EW8601 OPO 1740 2155 BER ______7

  19. Isto hoje está movimentado, mas vou tentar sumarizar o comentário:
    – Norwegian: excelente noticia, na minha opinião é o melhor operador que podemos ter para a Escandinávia. Copenhaga precisava de um 2º operador, já que a Ryanair não mexe. Oslo apesar de não achar ideal ter 2 operadores já, acaba por ser uma segurança caso aconteça alguma coisa com a Flyr. As ligações, a par com a operação da Air Baltic, vão abrir melhorar muito o acesso aquela zona.

    – Ryanair: pelas minhas contas a programação está 10% acima de S22, o que é muito bom. Que esse crescimento venha essencialmente de aumentos de frequências melhor ainda. As rotas espanholas (excepto Madrid e Barcelona) em especial finalmente começam a ter frequências decentes. Só vejo avião adicional em Junho-Agosto, mas nota-se que ainda há espaços livres na programação. Veremos como vai ser a versão final mais à frente.

    – British Airways: perde-se o NST, que apesar de tudo era um voo muito difícil de manter. Ainda assim mantemos Heathrow com pelo menos 1 voo por dia, combinando com Madrid continua a ser interessante.

    – Azores: tenho que fazer as contas, mas o alargamento do NST e o aumento de frequências tanto para PDL como TER é importante. No próximo ano, se tudo correr bem, avança a privatização. Espero que arranjem um bom comprador que consiga por a casa na ordem, e isso permita chegar aos 3 diários.

    – Air Transat: voo diário para o Canadá, praticamente só com ponto a ponto e com várias frequências em A330 é uma excelente notícia. O único problema que a Air Transat tem é que as ligações em Toronto e Montreal não são grande coisa, porque de resto é um excelente operador, mas isso só se resolve eventualmente com a Air Canada. Com narrowbodies deveria ser possivel 2 a 3 diários entre as duas.

  20. Air Transat

    Carregado e á venda um 4º voo semanal (terças) para Toronto em A330 entre 06JUN23/19SET23 e um 3º voo semanal para Montreal (quartas) em A321LR entre 07JUN23/05OUT23.

    Tal como em S22 a partir de Julho todos os voos para Toronto são operados com A330

    Na prática temos voo diário Porto/Canadá de junho a setembro.

    1. É muito positivo mas julgo que para o AFSC seria vantajoso ter estás ligações em A321/B738 e com mais frequências.
      Mas já é uma evolução

  21. Não que seja minimamente relevante, mas a Aurigny vai operar um voo (isso mesmo, um único voo) charter entre a Ilha de Guernsey e o Porto.

  22. Boa notícia: a Norwegian parece aterrar no Porto com dois voos semanais, embora pareça que será uma operação curta a partir de 22 de junho.

    1. Haverá dois voos semanais para OSL e CPH. Tabela de notícias da base de Estocolmo não publicada, esperamos que eles também considerem a OPO.

    2. Sim, operações curtas 2X semana para Oslo e Copenhaga. Aberto a reservas já. 😀 Era bom Estocolmo também.

    3. os slots pedidos pela Norwegian, suponho que ficam preenchidos com essas 4 frequências.
      para a tão desejada rota para Estocolmo, poderá ser a SAS, que igualmente pediu slots.

  23. 16/11/2022
    Ryanair (finalmente) pré carregou (na aplicação) S23.
    De momento está assim:

    AGA 2xw
    ALC 5xw
    BCN 19xw
    BRI 2xw
    EGC 2xw
    BER 4xw
    BLL 2xw (3xw jun/ago)
    BHX 3xw
    BLQ 2xw
    BOD 5xw abr e out (7xw mai/set)
    BRE 2xw
    WRO 2xw
    BVE 3xw
    CRL 7xw
    BRU 7xw
    BUD 2xw
    CAG 2xw
    CCF 2xw
    CFE 2xw
    CGN 6xw
    CPH 1xw
    KRK 2xw
    DLE 3xw
    DTM 2xw (3xw jun/out)
    DUB 6xw
    NRN 3xw abr/set (4xw jun/ago) 2xw out
    EDI 4xw
    EIN 7xw
    FAO 18xw
    FEZ 2xw
    HHN 2xw
    LPA 1xw
    HAM 2xw
    FKB 3xw
    LRH 3xw
    LIL 2xw
    LPL 2xw
    STN 21xw
    LUX 7xw
    MST 2xw (mai e jun por carregar?!)
    FNC 7xw abr/mai (8xw jun/ago) 7xw set/out
    MAD 16xw
    MLA 3xw
    MAN 5xw
    RAK 3xw abr/mai (4xw jun/set) 3xw out
    MRS 10xw
    FMM 3xw
    BGY 8xw abr/mai 9xw (jun/ago) 8xw set/out
    MXP 5xw
    AGP 5xw
    NUE 2xw
    PMI 7xw (8xw jun/ago) 7xw set/out
    BVA 19xw
    XCR 2xw
    PDL 7xw
    FCO 4xw
    SVQ 5xw
    SXB 2xw
    TFS 1xw (só carregado de jun a ago!)
    TER 2xw
    TLS 3xw
    TUF 3xw
    VLC 5xw abr/mai (7xw jun/ago) 5xw set/out
    WMI 2xw
    TSF 2xw
    VRN 2xw (só carregado de jun a ago!)
    VIE 4xw

    67 rotas!
    Fico admirado com regresso de Fes!
    Espero que CPH ainda falte carregar mais frequências!
    Noto bastantes aumentos, muito mais Espanha!
    Possível aumento de aviões na base e diria anuncio de novas rotas para breve!

    1. Entretanto surgem-me duas questões.
      O reforço da EasyJet em LIS, dada a passagem de slots da TAP pode comprometer o crescimento em S23 da companhia no Porto?
      Quanto à Vueling e a quantidade, sempre, absurda de slots pedidos e seguindo a lógica da companhia, Palma e Valência parece-me as senhoras que se segue, ainda que tenham visto reforço pela FR e, particularmente PMI, que já conta com dois operadores. (apenas nos meses de julho e agosto). Acham possível?

    2. Por falar em Ryanair, hoje foram carregadas mais de 70 novas rotas. Nenhuma para Portugal, o que é estranho.

    3. Tudo bem apanhado Skye.
      Conto consigo para mais boas notícias relativas a Roma, Copenhaga, Berlim e outras novas operações em novos destinos sendo certo que os novos devem ser rentáveis

    4. “VLC 5xw abr/mai (7xw jun/ago) 5xw set/out”

      Atualização 05/12/22

      VLC 6xw abr/mai (8xw jun/ago) 6xw set/out

      Luís, simplesmente gosto de partilhar informação e ajudar o Pedro na medida das possibilidades!
      Ainda espero que Copenhaga chegue a bi semanal.
      Roma e Berlim devem estar fechadas pela Ryanair.
      Novas rotas também devem ser anunciadas!

    5. Claro que sim Skye.
      Colaborar com o Pedro sempre.
      Conforme solicitado divulgou mais uma boa notícia.
      Já aqui vi escrito, julgo que pelo Pedro, o reforço em Espanha é relevante.
      Está sua informação está exatamente nesse sentido.

    6. Ryanair: pelas minhas contas, sem serem exactas, sendo 11 aviões, faltam 3 horários de 1ª hora por ocupar, mas tb não faço ideia se nesses dias já há uma ocupação dos slots. Porque em certos dias, o 1º voo sai por volta das 8.00h, por exemplo Luxemburgo, isso sucede 2x.

      Easyjet, espero que ainda haja um reajuste na programação, o director deu uma entrevista, as perguntas foram praticamente em exclusivo sobre Lisboa, assim não deu para ter noção se vai haver algum tipo de investimento por aqui.
      Ficou assente que não vão voltar aos Açores, pelo menos proximamente.

    7. Zoficial.
      Para mim ainda não é claro se entram 3 novos aviões para somar aos 8 existentes ou se é para substituir aviões baseados.

    8. irão ser 11 aviões baseados para o Verão, isso é claro, basta consultar os horários.
      Os “furos” 2 são à 3ªfeira, e salvo erro, Domingo. há 11 partidas à 1ªhora diário.

      Mas até pelas últimas atualizações do Ski, suponho que nos próximos dias/semanas, tenhamos o quadro completo.

    9. Luís, 11 aviões já temos este inverno na base. Terças, quartas e quintas só saem 7 ou 8. Este inverno os voos estão muito concentrados de sexta a segunda.
      Verão 2022 tínhamos 10 aviões na base.
      Vamos ver se ficamos pelos 11 em S23!

    10. “VIE 4xw”

      Atualização 06/12/22

      VIE 5xw
      Pré carregado na aplicação da Ryanair um 5° voo semanal com avião base de Vienna!
      Os aumentos que refiro acima para Barcelona também só estão pré carregados na aplicação.

    11. Skie, das rotações já carregadas perece-me que o 11º é praticamente certo. Estás a apontar para o 12º?

    12. Tudo boas notícias, Zooficial e Skye.
      Assim sendo e se não forem substituídas aeronaves até poderemos chegar a 14 aeronaves baseadas o que seria excelente.
      O reforço das ligações que teem tido a amabilidade de informar são todas muito boas notícias.
      Claro que julgo que a nossa dependência da Ryanair é excessiva.
      Mas claro que é bem melhor do que não as ter.
      67 ou 68 rotas em universo de 98 revela debilidades, sendo certo que em muitas estão presentes outros operadores.
      A concorrência está a obrigar a Ryanair a reforçar número de voos aonde estava sozinha. Aliás o Pedro já o referiu em diversos posts.
      Esperemos que venham mais mas que sejam rentáveis.

    13. @Luís, não concordo com essa dependência da Ryanair. O número de rotas não é tudo. O número de voos e lugares disponíveis também importa.

  24. É impressão minha ou a abertura da programação base da Ryanair em alguma rotas está bastante atrasada ?
    Da Easyjet já é costume, mas não me lembro da FR demorar tanto …

    1. JF, podes partilhar o link das novas rotas Ryanair por essa Europa fora.
      Vamos ser positivos e pensar que quando vierem(esperemos) cá anunciar o centro de treinos, apresentam novas rotas. Apesar de termos em atenção que a adição de 1 avião para o Verão, pode ficar somente pelo aumento das frequências verificado em várias rotas.
      Algum tempo atrás alguém deste grupo falou de Napoles, algum desenvolvimento sobre o tema, é uma rota que me interessaria bastante.

    1. Vinha aqui dizer isso mesmo. Segundo o site de slots que o João Ferreira partilhou, de LHR para OPO temos:

      Country IATA Code ATMs Seats
      Portugal OPO -434 -86.056

      Confere com o que a BA tem à venda!

    2. Muito ma notícia.
      Representa redução de 50/ em LHR e mais importante perda de um HUB.

    1. É uma boa operação mas lamento que ainda não retomem os voos para Boston ainda que com escala em Ponta Delgada ou Terceira.
      O mesmo para Toronto.
      JFK já seria mais complicado competir com o diário da UA em NW.

    2. PIP, não chega a ser todos os dias
      Às terças e quartas não o haverá.

      As rotações quer para TER, quer os do meio da manhã para PDL são em W usando o primeiro aparelho a sair de PDL às 08h20.

      Tivéssemos assim uma operação para FNC …

    3. Certo, há vários destinos que ainda não estão calculados (IBZ, LUX, LYS, NTE, PAR, PMI, PDL, TLS, ZRH, entre outros), mas não estão esquecidos.

  25. Alguém nos pode ensinar a ler a lista de slots? Ou seja, o que é que corresponde a um semanal ou 1 diário?
    No fundo, que calculo temos que fazer para perceber quantas rotações por semanal cada companhia pede.

    1. Tens de contar o número de semanas da temporada. No caso da de verão, são 31. Cada rotação precisa de 2 slots, um para aterrar e outro para levantar. Então, são necessários 62 slots para um voo semanal. A partir daí é fazer contas.

  26. O Grupo LH tem, em S23, programados 93xw a partir do Porto.

    Tendo em consideração a 1ª semana de agosto temos:
    LH
    FRA 21
    MUC 14

    OS
    VIE 3

    LX
    GVA 12
    ZRH 22

    EW
    DUS 3
    STR 4
    HAM 3

    SN
    BRU 11

    1. Bruxelas curto e tudo o resto, salvo a Áustrian, semelhante mas não é mau.
      Algo mais deve acontecer

    2. Pode a EW avançar com Colónia ?
      E ainda sobre o grupo LH, quem é a Air Dolomiti e, num caso longínquo, de que forma entraria no Porto?

    1. Li numa publicação do linkedin de um dos responsáveis da Wordl2Meet.
      Quando voltar a encontrar partilho a fonte

    2. Muito obrigado Fernad, excelente notícia!
      Pelos vistos ainda está por ser apresentado às agencias de viagem, daí não ter encontrado nada no site deles!

    3. Destino Albânia, já se encontra à venda na Newblue https://www.newblue.pt/

      PARTIDA 06-08-2023
      Monarch Airlines
      ZB-104
      20h00m
      Porto (OPO)
      00h50m (+1)
      Tirana (TIA)
      (1PC)

      REGRESSO 13-08-2023
      Monarch Airlines
      ZB-103
      16h20m
      Tirana (TIA)
      19h10m
      Porto (OPO)
      (1PC)

      Claro está que a Monarch Airlines já faliu e código IATA “ZB” pertence agora à Air Albania!

      Resumindo, 25jun23/10sep23 aos domingos Air Albania A320 (180pax) para Tirana!

  27. Novidades sobre slots:

    Bristol: ryanair pediu slots para mais 2xw e easyjet para mais 1xw
    Luxemburgo: reforço significativo da tap
    Varsóvia: redução da operação da wizz

    1. Edimburgo: a ryanair pediu slots para mais 2xw
      Manchester: foram pedidos slots para mais 3xw. Não consigo perceber se foi a Ryanair, a easyjet ou ambas

    2. João, se a Ryanair pediu slots para Bristol, será novo destino na rede Ryanair desde o Porto!

      Varsóvia penso que poderá até ter aumento porque a rota este ano foi retomada somente a 15 de Junho.

    3. Skiespassion, creio que a rota já existiu no passado, daí a minha confusão. Já agora, no site que te enviei, se quiseres listas de slots de outros aeroportos em falta, tipo Glasgow, East Midlands, Leeds, tens que pedir.

  28. Segundo notícia do Porto Canal, Emirates só no Verão 2024! 😦 Ainda sonhei com o próximo, mas acho que já não será…

    1. Devem-se estar a referir ao que disse o responsável da Emirates em Portugal, a propósito da recuperação do 2º diário em Lisboa.

      2024 é quando devem começar a receber os A359s e os B789s, que são aviões mais adequados para o Porto que os B777s. Até lá ainda vai acontecer muita coisa, mas em princípio alinha com as minhas perspectivas, 2024-25 se tudo correr bem e se se trabalhar para isso, o que está por ver.

  29. A Ryanair vai certamente responder em Viena tal como vai fazer, a exemplo do inverno, em Roma.
    Ou seja teremos reforço da Ryanair quer em Roma quer em Viena para S 2023.
    Mais boas notícias virão.
    Terei percebido bem do post do Pedro que a Áustrian não opera em Lx?
    Os intercontinentais ainda deveremos ter boas notícias.
    Claro que o Pedro tem razão ao referir que está nova recessão a chegar se é que ainda não está já presente.

    1. Geralmente a única forma de conseguir aumentos significativos da Ryanair é através de concorrência, mas nas rotas Alemãs não temos visto nenhuma reação. Berlim, Colónia e Hamburgo tiveram segundos operadores recentemente sem que a Ryanair aumentasse frequências. Em Frankfurt não aguentou no aeroporto principal. Viena também é um mercado difícil para eles e poderia estar na mesma situação, eventualmente poderiam abrir Bratislava, mas quando sair a programação já vamos saber.

      Certo, a Austrian não voa para Lisboa nem para Faro, mas tem uma operação pequena para o Funchal.

    2. Verdade e como sempre sábio.
      No entanto mais tarde ou mais cedo a Ryanair vai perceber que em determinadas rotas vai ter de copiar a Transavia.
      Ou seja fazer, por ex, Viena Porto Funchal ou ponta Delgada ou Faro ou Canárias ou Sal.
      Claro que é ambicioso.
      Notar que a Transavia já fez ( não sei se ainda faz) escala técnica no AFSC nos voos para Cabo Verde

    3. Isto para não falar do sucesso das escalas no Porto de voos oriundos de Paris, Nantes e Lyon com destino ao Funchal bem como os de este ano oriundos de Paris a escalar no Porto com destino final Ponta Delgada

    4. Voos corridos só com a Transavia, e em parte, porque não pode ter base no Porto. Se pudesse, provavelmente essas operações desapareciam. A Ryanair poderia fazer transferências entre voos, tal como fazia antes, mas precisa de rotas com frequências. Por agora transferências no Porto só com a easyJet e com a TAP + parceiras.

      A Ryanair não pode transportar passageiros para o Sal a partir do Porto, o acordo com Cabo Verde não permite. A Transavia fez esses voos com escala para Cabo Verde durante uns meses, e a intenção era que fosse uma operação tipo Funchal. Mas lá está, o bilateral não permite a uma empresa francesa transportar passageiros de forma regular entre Portugal e Cabo Verde, e a operação foi revista.

  30. Austrian Airlines

    https://italiavola.com/2022/11/09/austrian-airlines-apre-sette-nuove-destinazioni-la-prossima-estate/

    Parece que os anúncios oficias vão cair que nem pipocas…

    De notar ainda slots da Bulgarian Air da Finnair (provável regresso) e claro da RAM.

    João, não encontro slots da TAAG.

    Pedro, se a TAP colocar os 321LR para EWR, ou haverá aumento Brasil ou então ocupam o “buraco” deixado pela TAAG. Seria muito bom!

    Volotea também pediu muito mais slots, será desta a entrada em “novos” destinos no Porto?!

    1. – Volotea pediu o triplo do habitual, mesmo assim nunca poderá ser muito mais que 1/2 destinos, dependendo das frequências. Sinceramente só Bilbau parece-me pouco dada a quantidade de aeroportos que operam, apostaria mais algum destino em Espanha (ilhas), Corsega tb poderia ser rota de sucesso dado o numero de emigrantes que por lá temos.

      – já a Vueling, pediram bem mais slots, vamos ver se se efectivam.
      – Easyjet Suiça, tb requereu o dobro
      – A Ryanair pediu como sempre, um exagero que raramente se efectiva, de todo o modo o O´Leary disse que iam colocar mais um avião na base, algo novo ou com mais frequências deverá aparecer.

      – TAAG não encontro

      – destinos como Bucareste (Blueair não parece que volte), Sofia, fazem falta, bem como Estocolmo, que finalmente pode aparecer no mapa.
      – Para quando o destino “Sal”??

      Aguardemos no

    2. Zoficial, concordo plenamente!

      Noto ainda a ausência de slots da Air Canada!

      Como diz o Pedro, slots nem sempre se concretizam e muitas vezes aparecem novos operadores/voos sem fazerem parte da lista inicial.

      Mas parece que S23 vai marcar história.

    3. Creio que confundi algum código a pesquisar no google. Como só agora me apercebi das duas Norwegian, devo ter trocado DY por DT.

    4. skiespassion, sobre a TAP, idealmente seria como dizes, mas no passado eles tinham o avião parado no Porto a fazer de backup. Com a gestão pública as minhas expectativas são mínimas.

      No caso da Air Canada diria que as probabilidades de a recuperar a curto prazo baixaram significativamente. A estratégia de usar os B78M em transatlânticos foi abandonada, e era aí que encaixavamos. Widebody seria possivel, mas mais difícil em circunstâncias normais. Em S23 eles vão ter 2 slots diários adicionais em Heathrow, portanto se alguma margem houvesse, desapareceu. Provavelmente vamos ter que esperar que recebam os A321XLR.

      Os slots da Bulgarian são muito poucos, imagino que possam ser charters para Varna ou Burgas como haviam há uns anos. Em Lisboa pediram um nº parecido de slots, mas eles tinham LIS-SOF antes da pandemia se não me engano.

      A Volotea estava convencido que costumava pedir slots a mais, mas não tenho a certeza. 434 slots é exatamente 1 voo diário. zoficial, Menorca especificamente seria garantido, principalmente se conseguissem absorver alguns charters. Córsega acho que podia funcionar também, mas parece-me que fica longe para operar em W.

      Cabo Verde tem o problema do bilateral, portanto a não ser que a Cabo Verde Airlines se endireite, estamos “reféns” da TAP. Mas menos mal que lá metemos 3 mil milhões de euros para assegurar a nossa conectividade, principalmente em casos como este.

  31. Publicada a lista de slots para S23: link

    Como sempre, os slots não são vinculativos, mas vão dando umas pistas. Nota para:
    – A Israir e a El Al pediram slots, entre as duas, para 2 a 3 semanais. Tel Aviv é uma rota que tínhamos antes da pandemia e que seria importante recuperar.
    – A Norwegian pediu muitos slots. Já não é a primeira vez, e das outras acabou por dar em nada. A SAS também pediu slots para 5 a 6 semanais. Parece-me muita fruta para os nórdicos, mas se calhar com os bons resultados da Flyr e das rotas dinamarquesas da Ryanair ainda pode cair alguma coisa.
    – A Austrian pediu slots para 3 semanais. A rota de Viena, desde que a Ryanair ficou em monopólio, sofreu um bocado e precisava de mais, mas não sei se aguenta 2 operadores. Por outro lado teria sempre o suporte da rede LH, que tem andado com excelentes números.
    – A Azul continua a aparecer com voo diário, tal como agora no Inverno, sem que isso tivesse impacto real.
    – Dos operadores existentes não me salta nada à vista, há vários aumentos pedidos mas daquelas que costumam sempre pedir por cima.

    1. Ficou àquem do esperado, perspectivava-se uma expansão do mercado de longo curso no AFSC, muito em linha com os excelentes resultados de 2022, não só no aeroporto, como também, na aviação em geral. Não diria o regresso da Emirates, provavelmente, só para 2024, porém um investimento forte no mercado norte e sul americano ( em linha com a procura que se tem assistido ), já se justificaria.

    2. O estar ou não estar na lista, como disse, não é vinculativo, é só uma indicação. Dito isto, longo curso é sempre complicado, principalmente para um aeroporto da nossa dimensão. Numa altura em que se avizinha uma recessão e em que a cidade dá sinais de que não quer mais turismo, pior ainda.

      No caso da América do Sul, diria que para além da Azul, será difícil ter outro operador nesta altura. No caso da América do Norte até eles começarem a ter A321XLR disponíveis em número suficiente, as oportunidades serão escassas. Se a TAP recuperasse o diário para Nova Iorque trocando os A339 por A321LR já seria excelente. Não há muitas cidades na Europa com 2 diários para os EUA.

    3. Aposto mais na Norwegian do que na SAS, ainda que Estocolmo se apresente como uma necessidade de momento, ainda para mais com a saída da Finnair.
      Quanto à Austrian, que tipo de mercados de ligação podemos beneficiar? Os mesmos que a LH e a LX?
      Azul e TAAG só mesmo mais para frente…
      Notei um reforço da FR ainda que muito prematuro e da possível entrada da U2 em Ponta Delgada, outra vez.
      Poderá o mercado OPO-PDL saturar com TO, TP, S4, FR e U2?

    4. No caso da Norwegian podia ser para entrar em Oslo. A Flyr não se conseguiu financiar no mercado ontem, portanto a Norwegian poderia ou aproveitar o espaço ou concorrer diretamente e meter mais pressão na Flyr. O Porto foi das poucas rotas que eles tiveram que funcionaram bem este ano.

      A SAS costuma entrar com Copenhaga, se bem que em Lisboa tem-lhes corrido melhor Estocolmo. Estocolmo tem potencial e Copenhaga está mal servida pela Ryanair, mas a SAS tem dificuldade em concorrer em rotas deste estilo.

      Ponta Delgada veremos. A easyJet pediu 1 diário em PDL, que não dá para grande coisa. Geralmente eles entram primeiro de Lisboa, e 1 diário seria quase o mínimo. Se dividirem com o Porto 4/3 ou 5/2, OPO-PDL ficaria muito fragmentado, mas 2 ou 3 semanais também não críticos. Acho que aí o importante vai ser a privatização da Azores.

    5. Com o número de slots pedidos é possível esperar o NTS da AF?
      Da lista esperava a inclusão da Air Canada e da Aer Lingus.

  32. A Ryanair anunciou a programação de verão para Birmingham, onde se inclui um aumento de frequências para o Porto. Não dá, ainda, para ver quantas serão.

    1. Excelente, já actualizado na tabela.

      A Vueling tem estado a carregar a programação também. Bilbau passa a 4 semanais, enquanto Tenerife sobe a 2 e opera a temporada inteira.

    2. Pedro, no caso de Tenerife só encontro 1xw e, por exemplo, no fim de setembro não encontro nenhum voo programado no site

    1. Mais uma boa notícia.
      Tenho feito essa viagem diversas vezes recentemente e as ocupações eram sempre muito boas..
      Espero é que Madrid não tenha redução.

    2. Faro é uma excelente noticia. O Porto costumava ser o 2º maior destino em ligação nos voos da TAP em Faro, o que para uma distância curta e com voos diretos era um sinal que havia espaço para mais. Houvesse uma boa rede de transporte público no Algarve a provavelmente podia dar mais ainda.

      Madrid está com um aumento muito forte de todos os operadores, principalmente à custa do uso de aviões maiores da Air Europa e da Iberia, mas acho que não é sustentável e não me surpreenderia se houvesse ajustes mais para a frente.

    3. Segundo informação não oficial, o lote da ponta do lado da DHL está reservado para Ryanair.

    4. A DHL também disse que queria aumentar o terminal, mas se a ANA vendeu o terreno logo ao lado para a Ryanair, já não seria possível. Espero que não seja o caso.

    5. Pedro,

      Existem 2 lotes. O primeiro lote para norte sera para a DHL, junto ao que ja existe e o segundo lote em principio para a Ryanair

    6. José, que eu saiba não está prevista nenhuma expansão do terminal para norte.

      Ricardo, assim faz mais sentido, seria estranho cortar as pernas à DHL.

  33. Actualização 18 Outubro:
    – Bucareste: perda da Blue Air
    – Genebra: reforço da Swiss
    – Londres: aumentos da British Airways, easyJet e TAP
    – Marselha: reforço da Ryanair
    – Nice: reforço da easyJet

    1. Salvo Bucareste tudo muito positivo.
      A TAL é que podia olhar para outros destinos, esses carenciados mas é como é e não espanta.

    2. Aumento da TAL? Não encontro, apenas o bi-diário habitual… Isso seria muito estranho! De avião ou de BMW? :))))

    3. Luís, a TAP enquanto for pública só vamos ter migalhas, os documentos internos do ciberataque que foram publicados confirmam isso. O tempo dos privados já lá vai…

      Diogo, é um misto de aviões maiores e mais voos em Abril-Maio, nada de especial.

    4. a Ryanair está a mexer no sistema de reservas.. por exemplo Palma, parece aumentar para 8 semanais, Bergamo não ter voo aos sábados, Madrid tem deixa de ter o 1º voo da manhã em alguns dias da operação; Marselha para 10x.

    5. Sim, a maior parte da operação ainda não está carregada, provavelmente por falta de visibilidade nos slots. Ou então podem querer fazer algum anúncio mais formal, ligado com os futuros investimentos que se tinham falado possivelmente.

      Bergamo, mesmo sem voo ao Sábado, tem aumento, imagino que mais para a frente vão carregar. Madrid, mesmo sem o voo à 1ª hora todos os dias, também tem aumento previsto. E Palma aumento também, é o efeito da concorrência como costume.

    6. Pedro, a que é que te referes com investimentos?
      Base operacional aliada com mais aviões baseados?

    7. Há uns tempos falaram na possibilidade de instalar um centro de treino de tripulantes, e possivelmente um hangar de manutenção, é nisso que estou a pensar.

    1. Pelo que vejo retiraram todos os transatlânticos a partir de Toronto e Montreal que tinham com B737MAX, o que para nós não é um bom sinal a curto prazo. Provavelmente os planos de reforçar Montreal/Toronto – Europa com NBs ficará para quando receberem os A321XLR.

    1. Espero que tenha sucesso, a minha aposta de ontem sempre se verificou ainda que tenha ficado apreensivo depois da mencao do Pedro a gestao financeira nao tao conseguida…

    2. Bem apanhado Fbesada e Fernad. Não sei se me está a escapar alguma coisa, mas realmente não tenho muita confiança neles.

    3. Belo palpite, Fernad. Nunca me passaria pela cabeça. Mas é uma excelente notícia.

    4. Riga também não estava, mas é normal, o que lá está são rotas que por um motivo ou outro eu acho que tem mais potencial. Rotas que com 2 semanais em Lisboa correm bem geralmente não fazem parte do critério, mas melhor assim, oxalá corram bem.

  34. Easyjet verão23, se mantiverem os horários hoje colocadas, há cortes de frequências em várias rotas, como Berlin, Palma, Ibiza, e uma redução acentuada em Maio/Junho em muitas mais. Praga não está disponivel para o Verão. Mas suponho que isto será só um primeiro esboço e até lá aja ajustes a fazer.

    1. Sim, isto é sempre uma programação inicial. No ano passado, por exemplo, o reforço de Berlim e os voos para Palma só apareceram em Novembro e as novas rotas só no 1ºTrim de 2022. Em Lisboa as novas rotas também não foram carregadas para S23. É normal.

      Dito isto, ainda não consegui ver todas as rotas, mas da mesma forma que há menos voos para Berlim ou Palma, também há mais voos para Bordéus, Lyon, Milão, Londres Gatwick e Luton. Não vejo motivo para preocupação.

    1. Segundo o João Ferreira em Verão IATA 2022 (S22)

      …”João Ferreira
      12 Novembro 2021 às 22:19
      Saiu a primeira lista de slots…”

      Diria ser mais ou menos por essa data este ano!

    2. Nunca antes de dia 1 de novembro. Entretanto saiu a lista da capacidade disponível para S23 e continuamos limitados a 24 movimentos por hora.

    1. Na semana passada fui a Vilnius. A Baltic faz um serviço razoável Riga não sera a mais interessante das cidades, mas Vilnius e Talin são giras..

  35. Boas noticias: a airBaltic anuncia uma nova rota para Riga a partir de 1º de maio com 2 frequências semanais.

    1. Bem apanhado Fbesada, não estava à espera dessa, até porque só tem 2 semanais em Lisboa, apesar de uns resultados interessantes. Imagino que esta avalanche de novos destinos terá a ver com a capacidade libertada pelos voos para a Rússia e Ucrânia que eles tinham. Este ano solucionaram a fazer voos para o Grupo LH mas para o próximo ano já fizeram um planeamento diferente.

      Curiosamente é o destino no banner da página de novos destinos deles, bom sinal!
      https://www.airbaltic.com/en-LV/campaign/new-destinations-2023

    2. Porque tem uma empresa local que é eficiente, e graças a isso tem conseguido desenvolver muito o mercado. No fundo faz o que a TAP devia fazer.

  36. Flyr colocou hoje os voos á venda na rota Oslo»Porto vv para S23 com os mesmos 2 voos semanais mas com inicio previsto para mais cedo, 27 Março 2023.

    Aegean também colocou esta semana os voos á venda de/para ATH entre 04jun23 a 27set23. Haver aumento só se for na capacidade de aeronave.

    Eurowings também já carregou algumas semanas atrás os voos para o Porto, STR 4xw; HAM 3xw e DUS 3xw.
    De salientar (no caso de STR e HAM) o início de operações logo em Março.
    Fica na dúvida o aumento de STR para 5xw no pico de verão.

    Finnair já teve os voos á venda no entanto retirou, devido á restruturação interna temo não voltarem em S23!

    Blue Air também duvido que volte, mesmo que sobreviva.

    1. Excelente noticia da Flyr, ainda não saíram os números deles, mas é um bom sinal programarem já desde Março. Era uma rota que precisávamos que funcionasse bem.

      A Aegean está na mesma sim, mas eles ajustam mais à frente.

      No caso da Eurowings, realmente tem mais voos programados para STR e HAM (+20-25%), mas como está tudo com A319, a nível de lugares fica sensivelmente igual.

      Finnair também não me parece que volte em S23, o modelo de negócio está de pernas para o ar com a guerra e dificilmente é altura para apostar numa rota longa e por consolidar como o Porto. A Blue Air também dúvido, há sempre a hipótese da Wizz pegar em Bucareste, mas acho difícil.

    2. O regresso da El Al, ainda que necessário, parece-me também prematuro. Paralelamente à situação da Air Canada, um reforço transatlântico para a América do Norte poderia desbloquear alguns players tal como no sul. A nível europeu, a TK viveu este ano o melhor dos anos no Porto pelo que o bi-diário pode assentar.
      A EW em Colónia também seria uma boa aposta a par com a Vueling em Valência.

    3. Os da EW não estão incluídos porque a operação está prevista só com A319. Como este ano muitos foram em A320, mesmo havendo mais voos programados em S23, o saldo em nº de lugares é zero.

  37. Boa tarde, alguem sabe quando Ryanair carrega slots para S23? Estou particularmente interessado em saber se vai carregar OPO-CAG.

    Obrigado

  38. Por estes dias, à custa da fuga de informação da TAP, vejo muitos artigos sobre que dados de famosos estão lá expostos. Pessoalmente acho que seria mais interessante deixar as pessoas terem privacidade e fazer um trabalho mais de fundo sobre o porquê da empresa perder dinheiro cronicamente. Seguramente há lá umas pistas, mas provavelmente as conclusões não interessam.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.