Verão IATA 2016 (S16)

Rota S15 S16 Lugares Semanais
ZI_L LYS1 3xw +1.044
+3xw +1.044
BA_L LGW1 6xw +1.716
LHR 2xw -572
+4xw +1.144
_
SN_L BRU1 7xw 10xw +846
+3xw +846
OK_L PRG 1xw 2xw +288
+1xw +288
U2_L BSL 10xw 12xw +720
FNC1 4xw +1.440
GVA1 24xw 28xw +1.440
LYS1 7xw 10xw +936
STR 2xw 3xw +360
TLS 3xw 4xw +360
+15xw +5.256
_
IB_L MAD1 24xw 29xw +960
+5xw +960
_
LH_L MUC1 4xw +1.440
+4xw +1.440
_
LX_L GVA1 4xw 6xw +276
+2xw +276
FR_L BRE 3xw 2xw -378
BLQ 3xw 2xw -378
CGN 4xw +1.512
CPH 3xw +1.134
DTM 3xw 2xw -378
EIN 4xw 5xw +378
MST 2xw -756
STN 14xw 16xw +756
+5xw +1.890
S4 MUC 2xw -640
-2xw -640
 TP_L AMS1 7xw 7xw +518
BCN1 20xw -1.880
BRU1 7xw -1.260
CCS 1xw -526
FCO 7xw -1.260
FNC1 15xw 14xw -572
GVA1 11xw 14xw +176
LIS1 53xw 126xw +9.044
LGW1 14xw 12xw -1.056
LUX1 7xw 7xw +490
MAD1 17xw 7xw +278
MXP 14xw -1.316
ORY1 28xw 21xw -2.156
+7xw +364
TO_L AMS1 6xw 7xw +378
LYS1 3xw 6xw +1.134
MUC1 3xw +1.134
ORY1 17xw 22xw +1.890
+11xw +4.536
TK_L IST 4xw 7xw +906
+3xw +906
VY_L AMS1 4xw +1.424
BCN1 7xw 8xw +356
ORY1 7xw 7xw +80
ZRH1 3xw +1.068
+8xw +2.928
 W6_L WAW 2xw +720
+2xw +720
Total (semana): ————— +72xw +19.434
Total (temporada):  -4 ————— +5.398 +853.981
—————
—————
Reforços temporais
Período Freq. Lugares
TS_L YYZ1 19 Jun. a 11 Set. 3xw +6.500
iz_m TLV 22 Jun. a 31 Ago. 2xw2 +2.160
SN_L BRU1 03 Jun. a 03 Ago. 13xw +3.954
BRU1 05 a 26 Ago. 14xw +3.744
BRU1 28 Ago. a 29 Set. 13xw +4.320
OK_L PRG 05 Jul. a 31 Ago. 3xw +3.600
U2_L LYS1 05 Jul. a 22 Ago. 11xw +2.496
5O_L BVE 4 Jul. a 29 Ago. -2.646
RNS 6 Jul. a 7 Sep. -5.586
—————
FR_L CFE 01 a 26 Jul. 3xw +1.890
DUB 01 Jun a 31 Ago. 3xw +5.292
FAO 02 Jun a 31 Ago. 14xw +6.048
FAO 01 a 22 Set. 11xw -1.512
HHN 01 Set a 29 Out. 4xw -9.306
LUX1 01 Set a 29 Out. 4xw +9.306
MAD1 5 a 26 Ago. 14xw -1.326
MRS 01 Mai a 28 Jul. 8xw +7.182
MXP 01 Set a 29 Out. 4xw +12.096
NRN 7 a 28 Jul. 3xw -1.512
PMI 05 Jun. a 31 Jul. 4xw +3.402
STN 02 a 30 Mai. 18xw +3.402
TFS 06 a 27 Ago. 2xw -1.512
TP_L EWR 24 Jun a 23 Set. 2xw -7.364
FNC1 01 Jul a 24 Ago. 14xw -4.224
GIG 25 Jun a 24 Set. 2xw -7.364
GRU 24 Jun a 23 Set. 2xw -7.364
PXO 06 Jun a 05 Set. -1.848
VY_L BCN1 27 Jun a 03 Ago. 10xw +4.628
BCN1 07 Ago a 12 Set. 11xw +4.272
BRU1 02 a 28 Out. -5.040
w6_L BUD 04 Set. a 26 Out. 2xw +5.760
————— Total: +35.296

_________________________________________________________________

Dados: GDS 12 Setembro 2016                         Comparação relativamente a S15

Semana de referência: 11 a 17 Junho

1: Rota operada por duas ou mais companhias

2: De 2 em 2 semanas

723 opiniões sobre “Verão IATA 2016 (S16)”

  1. São 9.30 h da manhã de Domingo !. Acabo de ver a aterrar um avião gigantesco da companhia PlusUltra do Perú no AFSC !. Alguém sabe o que se passa por termos cá esta companhia ?. Será que é para ficar ?

    1. Deve ter vindo de lisboa mas só como recolocação pois não aparece no site da ANA a sua chegada. Aparece sim nas partidas em que o voo esta atribuído á Privilege STYLE e partiu ás 13.07. Agora pergunto…… Será que não temos capacidade para termos voos charter directo do AFSC para Cancun e outros destinos intercontinentais normalmente apenas atribuídos a LX….. Pelos vistos temos….. alguém é que não quer….

    2. Já agora o voo foi realizado pela Plus ULTRA com um A340-313 com a matricula EC-MFB e tem uma idade de 18.7 anos. Esta companhia é espanhola e apenas tem 2 aviões ao seu serviço……

    3. A companhia é espanhola. Foi um voo charter 100% do Porto, e regressa na próxima 2ªf.

      Ricardo, claro que nesta altura já se justificava o regresso dos voos para as Caraíbas, há mercado para isso. Basta ver os charters para o Brasil agora em Dezembro, o apetite está lá. O problema é que os nossos operadores estão sediados em Lisboa… o que nos vale é que o cliente do norte não gosta nada de ir a LIS, e acredito que com essa pressão eventualmente terão que recuperar esses charteres a partir do Porto.

    4. Ou isso ou perdem os clientes para Vigo ou Madrid. Com charters no Porto até pode acontecer o contrário, indo buscar passageiros a Galiza.

    5. Em Vigo também não têm estes voos, mas em Madrid têm e os operadores portugueses até costumam ter bastantes lugares neles.

      Ir buscar passageiros à Galiza para charters… é possível mas nunca serão muitos. Os grandes operadores espanhóis vão dar sempre preferência aos seus voos à partida de Madrid.

  2. Actualização 10 Setembro

    Vueling

    Voos da Vueling para Bruxelas só estão à venda até fim deste mês de Setembro!
    Creio ser forte a concorrência em Bruxelas, pois os voos Bruxelas Lisboa também acabam.

  3. Atualização 2 agosto 2016

    TAAG

    Todos os 3 voos semanais passam a operar em B777-300 (aos domingos era em B777-200).

    Desejo que a atualização política e económica melhore em Angola de modo a melhorar a taxa de ocupação!

    1. O turismo na Turquia em geral e em Istambul em particular, irá por certo retrair – se , face à instabilidade politica e governativa, pelo que é natural que a ocupação dos lugares do avião da Turkish Airlines, a partir do Porto, sofra decréscimos ( em linha com outras cidades europeias, servidas por esta companhia).

    2. Obviamente que não são boas noticias, mas não me causam preocupação relativamente aos voos da Turkish. Porto-Istambul é muito mais que portugueses a ir de férias à Turquia.

    3. Do que fui vendo nessa rota a nível de turismo até eram mais turcos a visitar o Porto que o inverso.

      De resto Istambul tem muito valor acrescentado pelo hub e não tanto como destino e nesse aspecto acho que só tem como reforçar!

    1. A pista do aeroporto de Ciampino deve entrar em obras, pois nas datas em que estão a vender FCO não há voos para CIA.

    2. De facto, vi gente no Facebook da Ryanair que os voos LIS-CIA tinham sido cancelados!
      Uma pena.

    3. Em Lisboa é a mesma situação… deverão ser transferidos para CIA na 2º quinzena de Outubro.

  4. Por acaso, alguém sabe dizer-me, como estão as taxas de ocupação, da “bombástica” ligação de Vigo para Lisboa ?!.

    1. Salvo melhor opinião isso não interessa.
      Importante será utilizar os nossos voos diretos ou escala em Madrid. Frankfurt, Munich, Istambul, Paris, Londres, Geneve ETC e esquecer o apeadeiro da TAL

    2. Concordo em absoluto, Luis !. Quando são necessarias escalas, faze-las em Madrid, Frankfurt, Bruxelas e nunca em Lisboa (pela Tap). Agora, tal como o Miguel ironiza, a ligação de Vigo a Lisboa (que serviu para descontinuar algumas rotas do Porto desviando passageiros do AFSC), merecia ser um autentico fracasso !. Era bem feito que tivessem taxas de ocupação, abaixo de 30%.

    3. Calrlos…

      Para já está nos 50% o que é muito mau…. prejuízos em cima de prejuízos…. mas enfim

  5. Boas….

    Alguem sabe o porque do voo TP431 proveniente de Paris (ORY) com destino a Lisboa, foi desviado para o Porto no dia hoje?

    1. Devido a pico de tráfego em Lisboa que estava condicionar os tempos de espera no ar. Isso e o facto de provavelmente não terem contado com combustível suficiente para essa espera…

    2. Parece que afinal, não são só os aviões da Ryanair, que ficam sem combustivel !. Agora são também, as “sucatas voadoras” do Sr. Neelman da TAP (leia-se “Transportes Aereos de Lisboa”)………..

    3. Miguel: são “sucatas voadoras”, que nem reactores têm! . Têm somente 2 hélices ……….

    4. É pá o pessoal tem de se acalmar na destilação de ódio a TAP. Não morto de simpatias pela companhia, mas dai a achar que um ATR é uma sucata??? É um belo avião regional para pequenos percursos mais competitivos que jetfans.

  6. Boa tarde!
    Tenho verificado que a TAP tem utilizado recorrentemente o A319 nas rotas para Madrid e Amsterdao com capacidade muito superior ao que inicialmente se previa.
    Olhando para o ano transato a rota de Madrid era operada com E145, o que mesmo com reducao de frequencias, traduz um aumento de capacidade.
    Estas alteracoes de equipamento ajudarao o aeroporto a atingir os 10M ou ja estavam previstas nos calculos?
    MCumps

    1. Reinaldo, isso são migalhas, mas já estavam previstas nos cálculos. Pensa que para os 10M faltam qualquer coisa como +6/7 voos diários em A320/B738 durante todo o ano em cima do que já temos, portanto só mesmo em 2017.

  7. Eu já fiz essas contas e se acrescentar aos meses ainda em falta o valor mínimo de aumento, ainda ficam a faltar 47.841 passageiros, mas como em Setembro já começam a existir novas rotas que se prolongam para a época de Inverno tudo indica que o AFSC vai conseguir.

  8. Com estes números penso que ficamos muito próximos de atingir os 9 milhões.

    Estamos a crescer consecutivamente, dentro de mais dois anos devemos chegar à dezena.
    E depois é esperar que consigamos manter.
    Muito deste crescimento ainda tem de ser consolidado, dado que algumas companhias abrem e fecham rotas (mesmo que sazonais) com um abrir e fechar de olhos.

  9. Correcção à informação anterior

    Pelos dados por mim compilados o mês de Abril até foi o mais fraco em aumento de passageiros comparado com igual período de 2015.
    Janeiro —- 68.751;
    Fevereiro – 99.346;
    Março —– 95.487;
    Abril ——- 66.822.

    Considerando como aumento zero os meses a partir de Abril já só faltam 582.417 para os 9 milhões.

  10. Pelos dados por mim compilados o mês de Abril até foi o mais fraco em aumento de passageiros comparado com igual período de 2015.
    Janeiro —- 68.751;
    Fevereiro – 99.346;
    Março —– 95.487;
    Abril ——- 66.822.

    Considerando como aumento zero os meses a partir de Abril já só faltam 417.583 para os 9 milhões.

  11. Acho esta noticia interessante. Segundo ACI no 1º quadrimestre, “em valor absoluto, o aumento nos aeroportos portugueses foi em 1,13 milhões de passageiros, ……….. dados publicados pelo ACI, com Lisboa a ter o maior contributo, com mais cerca de 335 mil, seguido pelo Porto, ‘já encostado’ a Lisboa, com mais cerca de 331 mil”

    Estamos mesmo juntos a LX…… boa performance a nossa

    1. Em termos relativos, crescemos mais que Lisboa e estamos quase a crescer mais que Lisboa em termos absolutos… top 😉

    2. Eu já tinha avançado esses números aqui, com a grave crise em angola e brasil é de esperar que estes se mantenham todo o ano Lisboa e TAP como HUB dependem muito desses mercados (especialmente pós jogos olímpicos), infelizmente isso não são propriamente boas noticias para o Porto ou sinal de reforço da competitividade deste, apenas um sinal dos problemas de Lisboa/portela e TAP.

  12. Actualização 25 de Maio

    Transavia Holland

    Carregada também de 09 Julho a 27 Agosto (sábados) o voo para Amesterdão!
    Ou seja, o voo será diário toda a época.

    HV6001 B737 19:10 AMS OPO 20:45 _____6_
    HV6002 B737 21:25 OPO AMS 01:00+ _____6_

    1. Quando é que a TAL abandona a rota e transfere para a Portela????
      Com a Transavia e Vueling chega e até pode vir a KLM.
      Não queremos dar prejuízos à TAL

  13. Actualização 25 de Maio

    Transavia France

    Carregado uma 5ª frequência diária também ás 6ªs para Orly de 29 Julho a 02 Setembro

    TO3406 ORY 07:50 09:05 OPO
    TO3407 OPO 09:40 12:45 ORY

    Carregado uma 3ª frequência diária aos sábados para Orly de 23 Julho a 27 Agosto

    TO3402 ORY 17:00 18:15 OPO
    TO3403 OPO 18:50 21:55 ORY

  14. Nova rota Porto – Luxemburgo
    Inicio a 1 de Setembro e as frequências são às segundas, quintas, sábados e domingos.

  15. Actualização 29 de Abril

    Transavia France

    Carregado uma 5ª frequência diária ás 2ªs, 3ªs,4ªs e 5ªs para Orly de 11 Julho a 01 Setembro

    TO3408 ORY 15:25 16:40 OPO
    TO3409 OPO 17:25 20:30 ORY

    Pete, passou despercebido ou não vais considerar como aumento esta informação abaixo:

    “Actualização 03 Março 2016

    Transavia France

    Segundo o site da Transavia, entre 22 de Julho e 09 Setembro (sextas) existe uma 4ª frequência diária (24 semanal) para Orly!

    TO3404 ORY 10:00 11:15 OPO
    TO3405 OPO 11:50 14:55 ORY

    Comentário por skiespassion 4 Março 2016 @ 00:12
    Responder”

    1. Os Sr.s da TAL ainda não perceberam que devem, URGENTEMENTE, abandonar mais uma rota no AFSC?
      Aliás deviam abandonar todas

  16. Bom dia, vi recentemente uma entrada na página (inglesa) do AFSC na Wikipédia que anunciava vôos ‘charter’ da TAP no verão para Menorca, Sal e Oujda… há alguma credibilidade nesta informação? não estou a ver a TAP nos charters e muito menos a partir do AFSC, dada a sua política recente em relação ao AFSC…! (nota: não sei quem gere a página do AFSC na Wikipédia, mas a par deste ‘blog’ é uma das minhas fontes para acompanhar o dia-a-dia do AFSC..!)

    1. Sim, estão programados, mas são responsabilidade comercial dos operadores turísticos, a TAP só disponibiliza um avião que de outra forma estaria parado no aeroporto.

      Ainda há uns dias o David Neeleman falou nisso, que agora estão a ser mais agressivos no preço dos charters para aumentar esse segmento de negocio.

    2. Obriagado pelo esclarecimento 🙂 estive à procura de notícias relacionadas na imprensa hoje após ver isso, mas nada… daí a minha surpresa por ver essa informação na Wikipédia, seja quem for que escreve, costuma estar certo…)

    3. Segundo um passarinho me disse hoje, de 20 Junho a 05 Setembro (segundas) vai haver um voo charter da TAP para Ibiza!
      Será o 4º voo semanal charter além de Menorca, Sal e Oujda.

    1. Quer-me parecer que a espremer B737s como costumam fazer, não iam muito longe… iam chegar ‘no casco’ a NYC por exemplo, e sem margem de segurança se não pudessem aterrar! talvez com B757 lá chegassem.
      Ah, e depois tinhamos que pagar pelo jantar, pequeno almoço… e dormir nas confortabiiíssimas cadeiras… e as raspadinhas? e o ‘duty-free’?… um voo diurno Europa-US ainda se aguenta, agora um voo nocturno US-europa? nããã, acho que teriam de ‘se’ revolucionar eles mesmos, para entrar no mercado de longo curso!
      Para mim, preços Ryanair no longo curso? quando a esmola é grande, o pobre desconfia!

    2. O medelo lowcost vai muito para além daquilo que nos utilizadores vemos, não é só os lugares apertados e a falta de qq refeição, ou as raspadinhas, o modelo lowcost tem muitos outros aspectos, aparelhos e tripulações utilizados ao máximo, comodalidade de aparelhos, descontos de comprar em volume por parte da lowcost, apostar apenas em rotas sem componentes elevadas de passageiro de ligação e com taxas de ocupação muito muito elevadas.
      Minimizar os riscos e custos.
      No longo curso o maior problema visto de fora para mim é como maximizar a utilização dos aparelhos em segmentos de 6-8 horas.

      Mas estou certo que inúmeros aspectos da operação lowcost poderão migrar para o mercado transatlântico, oferecendo aos passageiros voos muito mais diretos a preços munto mais acessíveis.

      Como estão as coisas agora é mais caro um voo direto A-B do que ir para longe apanhar um voo de ligação para A e depois ir para o destino B. simplesmente porque o mercado esta pensado em termos de potenciar ocupações em cima de voos de ligação.

    3. Por acaso, este é um tema de discussão interessante… para onde voaria uma Ryanair, uma Easyjet?? assim de repente, for JFK ou EWR, não há muitos aeroportos internacionais à volta de Nova Iorque… a não ser que só quisessem voar para Boston p. ex. (há muitos irlandeses na área e mesmo para portugueses, não era descabido…) acho que o long curso Europa-US era só para a Costa Leste, nada de Flórida, Texas, Califórnia… penso eu de que… mesmo Washington, Filadélfia era um bocado puxado… e depois há a diferença horária (mas aí se saissem às 7 da manhã, até podiam estar de volta às 22, mas com duas tripulações diferentes!)… são desafios interessantes!

    4. Em termos de destinos no lado de la temos de ver nos mesmos termos que a a Ryanair olhou para a europa. Ligando em ponto a ponto city pairs capazes de sustentar a rota. Boston, Nova York são major hubs. Mas ha muita cidade media na costa leste. Assim de repente Providence, Filadélfia, Montreal, Hatford, Washington, Norfolk, Richmond, Orlando. Etc Etc. E depois vá destinos turísticos la não explorados. O potencial é enorme particularmente para um modelo focado no ponto a ponto, viagens a 200, 300, euros ida e volta europa US acho que tem ocupação garantida.
      O desafio realmente interessante IMO, é os horários e maximixar rotações, Um dia destes faço umas simulações, outro é que aparelho, se a Boeing tivesse B787 disponíveis e baratos provavelmente seria um aparelho para a Ryanair considerar. O A330neo numa configuração de 3 3 3 praticamente sem economia plus, leva aprox 400 pessoas que é uma brutalidade para city pairs como os que referi no entanto é barato e tem disponibilidade. Ideal para a Ryanair seria um A321Lr mas toda a gente o quer e não deve haver disponibilidade de entrega deles em quantidade e o preço não deve ser muito convidativo, a boing anda a pensar concorrer com um B737 700 extrarange, mas parece muito pequeno. Se 400 pax me parece muito. 140 parece pouco.

    5. Quando mencionei saída às 7 da manhã e retorno às 22 horas, era (considerando a hora portuguesa/irlandesa…) 7 horas de viagem Europa>US 1 hora de paragem e 7 horas de viagem US>Europa, contas feitas ‘em cima do joelho’; projecções mais realistas, deixo-as para os ‘bloggers’ mais profissionais nesta área… assim de repente, parece-me que com um uns A330neo, podia-se fazer uma grande festa (em classe única mete um bocado mais de 400 pax!)… imaginava que dado a proximidade geográfica e potencialidade económica devido às comunidades irlandesas e portuguesas presentes na região entre NY/Boston, a Ryanair podia congeminar rotas Irlanda/UK>US e Portugal>US… mas como disse no princípio, isto é tudo feito ‘em cima do joelho’ por um simples leigo na matéria… considerações mais realistas deixo-as para os profissionais… mas esta ideia do longo curso pela Ryainair é tema recorrente todos os anos! tantas vezes o cântaro vai à fonte, que um dia lá fica…

    6. o rating do a330 é de 440 pessoas mas caneco acredito que Ryanair meta uns lugares de economieplus pelo menos em 2 4 2 e com um pitch não péssimo 😀 acredito hehhehe

    7. A Ryanair tem margens operacionais na Europa que fazem inveja a muitas companhias de longo curso. Que eles estejam dispostos a alimentar a concorrência em vez de fazer voos próprios é uma boa indicação de que a estratégia futura deles não passa por operar voos de longo curso.

  17. Entretanto a Ryanair vai testar este ano ligações entre voos próprios em Stansted e Barcelona, e aparentemente está a ultimar o acordo com a Norwegian para alimentar longo curso. No mínimo interessante.

    1. Long and thin (ou thiner) vem aí. A Ryanair seria capaz de abalar o sistema she entrar no mercado transatlantico. Acho que o que a atrapalha é a Boeing não ter um avião tipo o A321 LR.

    2. O que atrapalha não é a Boeing ter ou não ter avião, é a própria dinâmica do longo curso que ainda não permite uma revolução como a que foi possível no curto e médio curso.

  18. Actualização 19 Abril:

    Ryanair

    Haverá uma terceira frequência semanal para La Rochelle entre 07 e 28 Julho, não sei é se é aumento em relação ao Verão 2015!

    FR7458 OPO 17:20 20:05 LRH
    FR7459 LRH 20:30 21:20 OPO

  19. Actualização 19 Abril:

    Iberia Regioal (Air Nostrum)

    Desde 09 de Setembro a 28 Outubro mais 1 frequência semanal (sextas), para um total de 30 semanais!

    IB8768 CRJX 09:00 MAD OPO 09:05 ____5__
    IB8769 CRJX 09:35 OPO MAD 11:45 ____5__

    1. Deviam dar mais atenção ao relatório que o Pete fez!

      pag 51
      …”A última novidade diz respeito aos charters
      para Marrocos e para as ilhas de Menorca e
      do Sal. …”

      Além que já foi discutido também por aqui!
      Na notícia ainda não mencionam os voos para Oudja.

      Já agora o link da notícia.
      http://airlineroute.net/2016/04/19/tp-opocharter-s16/

      Porto – Ilha do Sal 04JUN16 – 17SEP16
      TP9010 OPO2025 – 2255SID 320 6
      TP9011 SID2345 – 0550+1OPO 320 6

      Porto – Mahon 19JUN16 – 04SEP16
      TP9024 OPO2020 – 2310MAH 319 7
      TP9025 MAH2355 – 0105+1OPO 319 7

  20. Hoje o voo VY8478 da Vueling esta a ser realizado pela Neos com um Boing 737-86N. Esta situação será que é por falta de aviões ou optaram por um avião maior devido ao possível aumento de passageiros?

  21. Estava a analisar os voos programados para amanhã e reparei que não há voo para Istambul… Este verão a rota não passou a diária?

  22. Mais uma boa noticia para o verao

    A Soltrópico e a Solférias irão colocar um voo para Saïdia durante o verão com partida do Porto ao sábado. A operação inicia a quatro de junho e termina a 17 de setembro em voo especial TAP. Só não diz qual o modelo de avião….

  23. 01/04 10:00 TP 353 TAP Portugal London, Heathrow

    A que se deve este voo vindo de Heathrow??? Não existe aqui nenhum erro??? Obrigado

    1. 01/04 10:45 Terminal 1 TP 353 TAP Portugal London, Heathrow

      Ok… Está a resposta que me estava a intrigar. O voo é para a Portela! Mas este voo está a fazer escala no Porto por algum motivo especial???

    2. Às vezes fazem isso, por exemplo, se houver um grupo grande de pessoas que praticamente encham o avião e tenham como destino o Porto. Quando há uma feira em Milão é muito comum alguns voos de Lisboa fazerem escala no Porto para vir buscar esses empresários.

  24. Entretanto o relatório de S16 está um pouco atrasado. Vou tentar publica-lo no próximo fim-de-semana, mas ainda não tenho a certeza se vou ter tempo suficiente para o acabar até lá.

    1. Sem problema
      Apenas devemos não utilizar a TAL.
      Temos excelentes alternativas junto de companhias que aumentam a presença no AFSC.

    2. Mas quando é que vocês percebem que o problema e a revolta não é a TAP abandonar o Porto e nós ficarmos sem rotas. O problema é a TAP ser sustentada por todos nós e andarmos aqui a pagar por um péssimo serviço público!

    3. Allure, vai-me desculpar mas o facto de a TAP quase abandonar o Porto, é mau, nas duas vertentes que peconiza!.

  25. Boa tarde.
    Li hoje no JN que a White abriu uma base no Porto (AFSC).
    Esta base é exclusivamente para a “famosa” ponte aérea ou podemos esperar algo mais daqui???
    Já agora algum avião da white está baseado no Porto em S16??

    1. Vai abrir por causa da Ponte Aérea, uma vez que os ATR que vão fazer a rota são deles (a TAP só contrata o serviço). Acho estranho é estarem a contratar 120 pessoas só para 2 ATR. Seria excelente se deixassem um outro avião deles, mas não tenho nenhuma informação nesse sentido.

    1. Inao porque as companhias areas nao tem nada haver com os ataques teroristas
      Tambem houveram em paris e nao afectou

    2. É interessante saber se afecta ou não… parece-me que depende do volume de passageiros que utiliza PortoIstambul, ou utiliza Istambul como escala; recordemos que a Turkish têm uma rede de destinos impressionantes (interessa-nos para a Ásia, África e porque não Europa do Leste…).

    3. Afectar afectam sempre, é difícil de contabilizar, mas que tenha visto nenhuma companhia reduziu voos para a Turquia por causa disso. No caso da Turkish, ao ser uma companhia de rede, pode sempre alterar as tarifas vendendo menos ponto-a-ponto e compensando com mais ligações.

    4. Por acaso tenho curiosidade de perceber qual a % de passageiros de escala que o voo do Porto estará a representar, mas diria à partida que será alto,

      Já fiz a rota algumas vezes e noto que há uma fatia grande (que eu consiga identificar) de passageiros em escala.

      Penso que tal como a mim, a rota para Istambul seja fantástica para voos de longo curso.

  26. Actualização 19 Março 2016

    ARKIA

    Segundo o site da Arkia (requer um pouco de paciência e pesquisa), entre 22 de Junho e 31 Agosto (quartas) existe uma 2ª frequência semanal para Tel Aviv, num total de 6 novos voos (um a cada 15 dias) em B737-800!

    IZ257 B73H TLV 04:50 08:45 OPO __3____ 22JUN
    IZ258P B73H OPO 09:45 17:00 TLV __3____22JUN

    IZ257 B73H TLV 14:00 17:45 OPO __3____ 06JUL/31AGO
    IZ258 B73H OPO 19:05 02:30+ TLV __3____ 06JUL/31AGO

    Estes voos operam a 22JUN ,06 e 20JUL, 03,17 e 31Ago e irão operar no mesmo dia que o outro voo, que este ano será ás quartas e não terças como ano passado.

    O outro voo (IZ255/256) tal como no ano passado opera com B757-300 com seguintes horários:

    IZ255 B753 TLV 15:20 19:15 OPO __3____
    IZ256 B753 OPO 22:45 06:00+ TLV __3____

    22JUN ,06 e 20JUL, 03,17 e 31Ago, 14 e 28 Set, (11/13) e 26Out.

    Avaliar pelos horários, diria que a 11 Out será voo posicionado no OPO/TLV e no voo de 13 Out será voo posicionado no TLV/OPO.

    1. Boas noticias, tanto da Arkia como da Aigle Azur.

      Horários meio estranhos dos novos Arkia, chegadas às 02:30 a TLV não parecem particularmente agradáveis.

    2. Para Tel Aviv penso ser um horário normal (também já aterrei la por volta as 2h).
      A quantidade de voos que chegam madrugada fora é imenso. Deve ser uma cena habitual por lá!

    3. No site do aeroporto de Telavive aparece os horários dos voos para o Porto. Eles chamam de Oporoto. É um nome engraçado.

  27. Actualização 19 Março 2016

    AIigle Azur

    Segundo o site da Aigle Azur, entre 04 de Julho e 04 Setembro (segundas) existe uma 4ª frequência semanal para Lyon!

    ZI371 A320 LYS 19:15 20:30 OPO 1______
    ZI372 A320 OPO 21:15 00:20+ LYS 1______

    1. Mau sinal, se bem que Lyon este ano cresceu muito. Seria bom para a Aigle se finalmente começassem a trabalhar com a TAP, ajudava na comercialização e com alguma transferência.

    1. Para completar a informação – O voo OK712 Praga – Porto partirá às terças-feiras, às 18h20 locais e aterrará no Aeroporto Francisco Sá Carneiro às 20h30. Após “night-stop”, o voo OK 713 partirá às quartas do Porto às 07h30 e aterrará em Praga às 11h30….

      Mais uma Excelente noticia ….. Não param as novidades pata ao Verão

    2. Já sabíamos!
      Notícia chegou foi só agora aos media!

      “skiespassion em 7 Novembro 2015 às 01:17
      Actualização 07 Novembro: Outro aumento da CSA Czech Airlines de 2xw para 3xw.
      Nova frequência de terça para quarta (NST em OPO) de 05 Julho a 31 Agosto!

      OK712 PRG 18:30 20:40 OPO _2_____
      OK713 OPO 07:30 11:30 PRG __3____

      Os outros voos já conhecidos .

      OK712 PRG 17:00 19:10 OPO 1___5__
      OK713 OPO 19:55 23:55 PRG 1___5__”

    3. Acaba por ser mais relevante por ser a companhia aérea que é.

      É importante a diversificação de companhias, destinos e o sucesso de vários tipologias de negócio para acabar o mito que o AFSC só vive da Ryanair…

    4. Também penso que a Czech é um dos destaques do Porto. É o único aeroporto português para onde voam. Para além de que foi a primeira ligação ao leste da Europa que o Porto teve. Este ano acrescenta-se a Wizzair.

    1. Nao aparece nada. A groundlink não tem licenca para operar no Porto, a portway vai continuar com a ryanair.

    1. Olá Pete. Bate certo com o que vínhamos comentando há dias.
      Aliás não teria muita lógica manter uma zona comercial junto à porta 32 com as paredes mesmo junto à porta.
      O sector ainda está vedado e em com os últimos acabamentos em curso (pelo menos na segunda feira).
      E o desembarque será mesmo directamente junto à porta na zona de recolha de bagagem.

    1. Aquilo quase não tinha passageiros, e os poucos que tinham só lá estavam porque os bilhetes eram quase dados. Portanto em passageiros não ganhamos nada. Fica é mais um exemplo para a lista.

    2. Mas é sempre bom que a galiza perca uma companhia deste calibra… Assim ficamos cada vez mais como o Hub do noroeste

    3. A galiza devia continuar a ter os seus três aeroportos e a guerra entre eles.Porque enquanto esta guerra dura quem ganha é o Porto,tudo o que eles fazem é esbanjar dinheiro e espalhar a procura por três aeroportos mediocres. Quem ganha é sempre o Porto

    4. O problema deles nem é terem 1 ou 3 ou 10 aeroportos, é a realidade galega. Com a população que eles têm, distribuída em 2 pólos, um dos quais colado à fronteira, podem dar-lhe as voltas que quiserem que nunca conseguirão competir com o Porto. Isto para não entrar na economia ou nos emigrantes, onde voltam a perder para nós.

      Serv, a má politica que eles seguem potencia o AFSC, mas mesmo que fizessem tudo de forma perfeita nós saiamos a ganhar na mesma.

    5. Mais uma vez concordando em absoluto com o Pete, (isto fica massador) mesmo que só tivessem um que obviamente seria melhor, mesmo assim seriam bem menor que o do porto e provavelmente alienaria ainda mais passageiros do sul galego para o porto…

      Acho que a principal questão é Como é que quem manda em Portugal durante tanto tempo andou com os olhos tão tapados que não viu o potencial do AFSC.

    6. Claro que o Porto iria sempre vencer mas quanto mais tempo eles continuarem sem se adaptarem a realidade da zona melhor para nós. Enquanto eles continuam esta guerra entre cidades e aeroportos, o Porto silenciosamente vai tirando cada vez mais passageiros a Galiza.
      Que impacto poderá ter a modernização da linha do MInho na atração de passageiros da Galiza?

    7. Nuno, em justiça, se há obra que foi feita a pensar no futuro e acreditando na região foi a renovação do AFSC. Tomara nós que o mesmo respeito fosse dado a Leixões, às linhas do Minho e Beira Alta ou ao metro.

      Serv, a modernização da linha seria boa se conseguíssemos o prolongamento dos comboios à Corunha e a Ourense, mas mesmo assim o potencial é de captação é baixo porque nunca existiriam muitas frequências. O que seria um grande salto a nível de transporte publico era um serviço shuttle em autocarro direto para Vigo.

    8. Pete completamente de acordo. É de tal forma estranho que eu nunca chegei a perceber como é que uma obra bem pensada foi feita no porto… Deve ser porque tinham prometido mais um elefante branco no deserto. E parecia mal não fazer QQ coisa no porto… Sobre a ferrovia e como fã de aeroportos com tgv’s bem ligados e com frequências onde can dream… Btw saudações desde sillivaley.

  28. Actualização 11 Março:

    TAP Portugal

    Desde 12 Junho os voos TP1002 (OPO/MAD) e TP658 (OPO/AMS) passam a operar com Airbus A319 diariamente, em vez dos F100/E190.

    A operação para GVA também parece ter mudado.
    Até dia 4 de Junho só haverá 10 voos semanais e não os 14 previstos inicialmente!

    1. Bom dia,

      Quer isto dizer um aumento de capacidade? o A319 tem mais lugares que os F100/E190, correcto? será um doce para calar as bocas em relação ao corte de rotas anunciadas, ou uma aposta mais forte nessas rotas? começo a crer se as rotas canceladas pela TAP davam prejuízo, isso era devido a uma escandalosa incompetência na gestão das mesmas!

    2. Davam prejuízo por diversas questões, aviões muito pequenos, greves no ano passado, toda a operação europeia da TAP não é muito lucrativa, estrutura de custos não adequada ao P2P.
      A TAP tem problemas muito sérios a resolver. se com o petróleo a estes níveis perde 150 M, então acho que a salvação é dificil.
      Para la do problema de uma empresa publica que não presta um serviço publico aos portugueses, esta o problema do modelo corrente de negocio da TAP escalar mal e depender de tráfego para zonas do globo com elevada volatilidade/risco económico, ter os ovos todos no mesmo cesto com um cesto pequenino.
      Não é um problema fácil de resolver.

    3. Caro Nuno gostava um dia ter a possibilidade de verifar se uma determinada rota é ou não rentavel. Já não viajava à muito tempo com a Tap. Ontem regressei ao Porto de Paris Orly na Tap no voo das 20 horas. Foi um A319 que nos transportou. Completamente cheio. Não sei se tive sorte em ver o mesmo completo. Sou um mero acompanhante do vosso blog e como tenho dito aprendo muito convosco. Sou uma pessoa ligada ao mundo dos negocios e seguramente também não tenho informações detalhada mas parece-me muito estranho se este ou outros voos vierem sempre neste estado ou seja completos darem eventualmente prejuizo. Isto parece-me mais uma estratégia para puxar todo o trafego possivel para Lisboa no sentido de reduzir o máximo possivel os custos operacionais .

      ALopes

    4. ALopes, eu tambem so sou um acompanhante deste blog, e é um prazer trocar ideias com os colegas. Acho que algumas rotas poderiam/são ser lucrativas para TAP a partir do porto a questão da TAP é que por um lado o P2P esta a ser comido pelas LCC que já tem um produto de qualidade semelhante ao da TAP. Ora a TAP achou que poderia ter como futuro o mercado do Brazll Atlantico sul de forma a proteger-se das LCC que não podem entrar nesse mercado. Ora esse modelo de negocio passa por levar pessoas com desconto para o aeroporto de Lisboa para encher A330’s para esses destinos. Esses descontos prejudicam a rentabilidade direta muitas rotas P2P mas como em lisboa servem/serviam para encher A330’s não era problemático. Agora que o mercado brasileiro/angolano caio e se tem de vender viagens a prestações a TAP esta a tentar vira-se para o atlântico norte, mas aí a TAP e lisboa já não tem uma posição geográfica competitiva para trasportar trafego europeu. Resultado têm um problema.

      Será que uma TAP diferente poderia apostar numa logica P2P??? Podia mas acho que esse navio já a muito partiu para a TAP.

      Honestamente não estou a ver solução para a TAP e quer-me parecer que vai ser restruturada num futuro não muito distante, sendo que o contribuinte vai novamente ser chamado a pagar a conta… E aí é que pergunto porquê????

    5. Melhor assim, se bem que tenho muitas dúvidas em relação a ter um A319 para MAD. Para GVA é pena que reduzam, mas a concorrência está em cima do assunto.

      Luis, provavelmente há troca de avião porque não tem outro avião ou porque a politica de gestão de frota assim o indica. Sobre a questão do prejuízo, é um bocado como o Nuno diz. Posto de forma mais simples, a TAP devia ter custos operacionais comparáveis aos da Aegean, Iberia ou Aer Lingus, só que em vez disso tem custos comparáveis aos da BA. O problema é que a BA está baseada em Londres enquanto a TAP está em Portugal, e como isto não estica, o prejuízo nas rotas europeias é quase inevitável, seja no Porto ou em Lisboa.

  29. Actualização 11 Março:

    Iberia Regioal (Air Nostrum)

    Desde 12 de Abril mais 2 frequências semanais (terças e quartas), para um total de 29 semanais!

    IB8724 CRJ9 10:00 MAD OPO 10:35 _23____
    IB8723 CRJ9 11:05 OPO MAD 13:15 _23____

    1. Não me canso de dizer que, todos os Portuenses e Nortenhos, deveriam fazer escala em Madrid ou Frankfurt nas suas viagens Europeias ou Intercontinentais, utilizando sempre a Iberia ou a Lufthansa, em detrimento das ligações via ponte aerea com a Tap por Lisboa!. A união faz a força!……

    2. Passa a ter 5 voos da nesses dias, quando em S15 tinha 3. Preferia um avião maior ou um night stop, mas este também não está mal, muito orientado às primeiras chegadas intercontinentais que às vezes ficam apertadas para o voo das 8h.

  30. Actualização 03 Março 2016

    Transavia France

    Segundo o site da Transavia, entre 22 de Julho e 09 Setembro (sextas) existe uma 4ª frequência diária (24 semanal) para Orly!

    TO3404 ORY 10:00 11:15 OPO
    TO3405 OPO 11:50 14:55 ORY

    1. É bom ver o mercado charter a recuperar. Ainda assim imagino que veremos alguma substituição de voos da Tunísia para outros destinos, como estes.

    2. Não esquecendo ainda com a Viajar Tours:

      Almeria, em voos da Privilege do Porto, ao Domingo de 19 Junho a 11 de Setembro.

      Saïdia em voos da Privilege do Porto, ao Domingo de 05 Junho a 11 de Setembro.

  31. Pete quando sairá o teu documento/texto/relatório. Sobre a operação no Porto no Verão de 2016? E já agora,sempre vem lá o tema sobre os galegos que usam o ASFC?

  32. Actualização 03 Março:

    Ryanair

    Novo voo para Milão Malpensa 4 x semana (segundas quintas,sextas e domingos) a partir de 01 de Setembro.

    RYR4017 OPO 07:40 11:20 MXP ______7
    RYR4018 MXP 11:45 13:35 OPO ______7

    RYR4017 OPO 07:25 11:05 MXP 1______
    RYR4018 MXP 11:30 13:20 OPO 1______

    RYR4017 OPO 16:35 20:15 MXP ___4___
    RYR4018 MXP 20:40 22:30 OPO ___4___

    RYR4017 OPO 06:50 10:30 MXP ____5__
    RYR4018 MXP 10:55 12:45 OPO ____5__

  33. Boas… Caro Pete não falta incluir aqui na lista o voo da Andorra Airlines para Andorra– La Seu d’Urgell???

    Falta confirmar algo nessa rota??

  34. Alguém tinha perguntado pelos charters de Cabo Verde, ficamos hoje a saber que os habituais voos para a Ilha do Sal serão operados pela TAP (falta saber se serão abertos ao público), enquanto para Boavista serão operados pela Everjets (que também disse estar a pensar abrir parte dos voos ao público).

    1. Boas…

      No ano passado já havia Voos de LX da TAP para Boavista e Sal que eram abertos…. Para a Boavista havia saída do Porto operado pela Small Planet e era charter. Os voos que te referes da TAP são a partir do Porto?

    2. É realmente novo…. se forem abertos ainda mais…. para o sal no ano passado era charter que saída por volta das 20h e também era operado pela Small Planet.

  35. O reforço dos voos entre Portugal e os Estados Unidos foi anunciado hoje, em Nova Iorque, por David Neelman, acionista do consórcio Atlantic Gateway, que ainda detém 61% do capital da transportadora aérea portuguesa.

    Para além destes novos destinos, a TAP vai também reforçar as ligações para Newark e Miami este verão, o que fará subir para 30 o seu número de voos semanais entre Portugal e os EUA.

    No caso concreto do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, a única novidade é que as ligações a Newark passam a ser bissemanais.
    JN

    1. Aproveito para repetir o mesmo
      Viagem para o Rio de Janeiro. Partida a 9 de Abril, regresso a 8 de Maio. Vou pagar, em económica, 583,40€.
      TAL ??NÃO.
      Via um verdadeiro HUB ou seja Madrid.
      A TAL, o Sr. Pinto e o Pedro Marques que vão gozar outros.
      Viagens gratuitas de LX só para galegos. Eu gosto de cidades do Norte ou então Madrid, Londres Paris ETC

    2. Fico satisfeito por ver que desta vez lembraram-se do Porto, permitindo que os passageiros façam stop over gratuito também aqui. A questão dos preços a partir do Porto passarem a ser os mesmos que a partir de Lisboa para voos intercontinentais também é uma melhora em relação à situação actual, no entanto, o ideal era terem uma politica de preços diferenciada porque vão continuar a cobrar por um voo indirecto o mesmo que por um voo directo (se bem que é para manter esses preços que os OPO-GRU/GIG/EWR existem).

      Luis, também podias ir no voo directo e assim evitavas os hubs de uma assentada. Ou então via São Paulo, assim saías em Santos Dumont. Mais caro vai ser quase sempre, mas é mesmo assim que funciona não é defeito da TAP.

    3. Pete
      Pese o fato de compreender a tua informação, prefiro contribuir para o crescimento do HUB de Madrid ou outros do que contribuir para continuar a secar o AFSC como é a estratégia da TAL.
      Aliás de Madrid TB voo direto nomeadamente para Washington entre outros. Enfim nada comparável com a capital do império.
      Assim TB não contribuo para suprir as necessidades de investimento em LX em prejuízo do restante país como sempre ocorre.
      Como os recursos são escassos Lx leva tudo.
      Favor ver os dados hoje divulgados pela fundação Caloustre Gulbenkian.

    4. Ou seja nada disto interessa ao aeroporto do Porto porque os novos destinos não serão a partir do Porto. Next.

    5. Vá também não é assim, imagina que és da Mealhada e tens de ir provar um leitão de churrasco brasileiro no nordeste.
      no momento de pensar qual o teu aeroporto inicial ponderas varias coisas, entre as quais o custo total da viagem o tempo que vais ter de conduzir o preço das portagens e do estacionamento, portanto com o voo grátis e constante o porto como inicial para o senhor dos leitões fica mais apetecível versus fazer-se a estrada pagar mais portagem e mais de estacionamento.

      Concordo em votar com a carteira a atitude da TAP, mas também não é para perder a cabeça e de forma emocional negar o que melhora. Para irracionalidade já nos basta ver a opinião publica nacional reagir ao que o Rui moreira diz… (no fundo ate concordam com ele mas come tem as mãos nos ouvidos a gritar “tripeiro andrade” não qualquer discussão)

  36. Estou errado mas não havia um vôo TP para FNC que saia as 22h e tal? Aliás geralmente era o Airbus que tinha procedido de ORY. Mudava a tripulação e seguia (era o que estava indicado no placard electrónico junto à manga.)
    Ou seja então tb já voou….

    1. Não, esse é o normal. No Verão havia um outro voo, saída de OPO às 23:35 e regresso às 02:45, que é o que as equipas usavam e é esse o que se perde.

    1. A ver vamos, futurologia nesta área é complicado, ao que sabemos há uma ou duas rotas que poderiam manter uma operação lucrativa em 757’s ou no futuro A321lr, agora qual vai ser o futuro da aviação comercial transatlântica… é complicado, continuarmos a ter modelos de Hub’s redistribui dores de tráfego, ou a sobrelotação destes e modelos mais ágeis de P2P vão começar a dominar o mercado como o fizeram nos mercados continentais?

  37. Actualização 18 Fevereiro: A Brussels reforça a programação com até 2 voos diários entre Julho e Setembro, ou +12.018 lugares. Com isto, a capacidade introduzida pela Brussels é igual à operada pela TAP em S15, podendo ser maior caso optem por utilizar mais vezes os A320 em vez dos A319.

    1. Boa
      Só lamento que no verão IATA 2016 ser obrigado a, por vezes para Milão e quase sempre para Roma ter de fazer escala em Madrid ou Barcelona.
      Todo o resto estás resolvido sendo que as escalas em Madrid serão exageradas até ao Inverno IATA 2016

  38. A imprensa já fala que a TAP vai repor o voo Porto-Funchal de domingo, ou seja esse era o 3º voo que eles tinhas ao domingo?Vai a continuar 15xw por semana?

    1. Era o voo das equipas desportivas, a Liga lá chamou a atenção da TAP a aparentemente vai ser reposto. Por agora a programação está como antes, 2 voos aos Domingos com última saída do Porto às 20:15 e do Funchal às 19:10.

  39. Actualização 17 Fevereiro 2016

    Ryanair (vários aumentos)

    Segundo o site da Ryanair:

    Barcelona: 2º voo aos sábados
    entre 07 de Maio e 28 Maio (quintas)

    FR4586 OPO 19:00 21:50 BCN
    FR4587 BCN 22:25 23:25 OPO

    Valência: 5ª frequência semanal às terças
    entre 03 de Maio e 28 Junho
    FR7229 OPO 16:05 18:30 VLC
    FR7228 VLC 19:00 19:40 OPO

    Lorient: 3ª frequência semanal.
    entre 05 de Maio e 26 Maio (quintas)

    FR3734 OPO 11:55 14:35 LRT
    FR3733 LRT 15:00 15:40 OPO

    entre 02 de Junho e 09 Junho (quintas)

    FR3734 OPO 09:15 11:55 LRT
    FR3733 LRT 12:20 13:00 OPO

    entre 23 de Junho e 30 Junho (quintas)

    FR3734 OPO 17:45 20:25 LRT
    FR3733 LRT 20:50 21:30 OPO

    Tours: 4ª frequência semanal.
    entre 01 de Maio e 29 Maio,05/12/26 Junho (Domingos)

    FR7464 OPO 06:55 09:55 TUF
    FR7465 TUF 10:20 11:25 OPO

    Londres Stansted: 3ª frequência segundas e quartas.
    entre 02 de Maio e 30 Maio (segundas)

    FR8346 OPO 08:05 10:35 STN
    FR8345 STN 11:00 13:20 OPO

    entre 04 de Maio e 25 Maio (quartas)

    FR8346 OPO 08:40 11:10 STN
    FR8345 STN 11:35 13:55 OPO

    Estes voos foram carregados hoje no site da Ryanair mas ainda não se encontram abertos a reservas. Acredito que possa haver mais além destes!

    1. São as frequências do avião que estava “parado”. Acho estranho é serem só Maio-Junho, provavelmente continuam o resto da temporada só ainda não estão abertos.

    2. Pete
      Não é estranho , estando o avião parado, o mesmo não ser utilizado em Roma e Milão?
      Eu sou apenas um curioso e utilizador do AFSC mas fico com dúvidas…

    3. É estranho, mas estes voos já estavam planeados, só não estavam à venda. Abdicar deles para acorrer a Milão ou Roma significara retirar capacidade necessária noutros destinos, embora eles tenham dito que estavam a estudar formas de reforçar o antes possível Milão e Bruxelas.

  40. InfVueling rocks Rome with 40% growth and 24 new routes

    IAG subsidiary Vueling is still growing significantly at its home base of Barcelona, but this summer its biggest expansion is at Rome Fiumicino. The additional 109 weekly flights represent over 40% growth on last year and will be achieved thanks primarily to the launch of 24 new routes from Italy’s busiest airport. However, even Vueling, which is not big in the UK, is growing its London Gatwick operations thanks to the launch of new routes to Bilbao and, yes, Rome Fiumicino.

    Seat capacity is up 10.7%.
    Biggest new airports: Basel, Dublin and Birmingham.
    Number of new airports: 22.
    Airport with biggest decline in flights: Bari.
    Number of dropped airports: One (Lamezia Terme).
    Airports served: 151.
    Top five airports for flights: Barcelona, Rome Fiumicino, Paris Orly, Ibiza and Palma de Mallorca.
    Chart: Vueling’s top 14 growth airports in S15 – Increase in weekly departures Aug15 v Aug14
    Source: Innovata / Diormação da Vueling.

    Roma (Fiumicino) é o 2º aeroporto para a Vueling.
    Estou certo que a, super competente, gestão do AFSC está atenta

  41. Pete
    O que pensas da Easy jet ? Com mais um avião na base, ter mais 15 frequências/operações será curto. Não penso que vão reduzir as operações com aviões provenientes de outras bases. Seia natural é que TB elas aumentem
    Eles operam em Roma?
    Apesar do reforço da Ryanair ser para o inverno, seria importante resolver também desde já e com celeridade este buraco. Não quero azarar mas não vá o diabo fazer das suas
    e as sumidades da TAL quererem dar um presente envenenado aos parolos.

    1. Os aviões da easyJet estão todos alocados para o Verão. Para o Inverno acredito que deixarão o 3º avião para crescer, lá para Maio já devemos saber.

      Grandes anúncios para agora são pouco provaveis porque as companhias já têm os voos planeados e no Verão não há mãos a medir. Alguma coisa tem aparecido e vai continuar aparecer para o Verão, mas só veremos todas estas novas operações em força mais lá para a frente.

  42. Uma pergunta achamas k a monarch vai vir po porto? E a. Noroegian ?se a monarch e noregian vieram que rtoas vai fazer sugestoes por favor

  43. Pete no site da Ryanair também tem rotas a partir do porto : Birmingham e Estocolmo , só que ainda não tem datas , virá alguma novidade para breve?

    1. Não, é um bug antigo. Rotas descontinuadas que não foram removidas. Provavelmente também surge Bristol.

  44. O operador turístico Solférias já tem à venda programas para férias de Verão na ilha do Porto Santo, com saídas do Porto ás segundas-ferias, de 6 de Junho a 26 de Setembro com voos da Everjets em A320

  45. A Viajar Tours já tem no mercado ofertas para férias de Verão em Menorca com voos charter do Porto aos Sábados, de 18 de Junho a 10 de Setembro, com voos Privilege

  46. Boa tarde. Pete, fala-se que a groundlink vai iniciar a sua operação de check-in e placa no dia 3 junho, sabes se é realmente verdade? nao é estranho a entrada de um 3º operador, e nesta altura quase no pico do verao? cpts

    1. Há anos que se fala nisso, embora nunca tenha percebido de onde vem. Na placa só há 2 licenças atribuídas pela ANAC e nem sequer está previsto o lançamento de concurso para uma 3ª licença, portanto não é possível entrar mais ninguém até realização de novo concurso. No check-in acho que poderiam fazer, mas eles não anunciaram nada pelo que deduzo seja o velho rumor infundado a vir ao de cima.

    2. A partir das 2AM do dia 1 de Junho a Ryanair está por si própria no que diz respeito ao Handling no Porto, vai passar a fazer self handling através da Groundlink,confirmado.

  47. Actualização 14 Fevereiro 2016

    Transavia France

    Segundo o site da Transavia, entre 18 de Maio e 22 Junho (quartas) existe uma 6ª frequência semanal para Lyon!

    TO3946 LYS 12:20 13:35 OPO
    TO3947 OPO 14:10 17:15 LYS

    Muito provavelmente esta 6ª frequência se manterá depois desta data mas ainda não foram carregados no sistema.

    1. Realmente seria estranho que apenas operasse nesse curto espaço de tempo. Mais uma boa noticia, a confirmar-se o prolongamento a toda a temporada.

    2. Mais um empurrão para ver se chegamos ao milhão em Agosto. No inicio pensei que nem tínhamos hipóteses, mas com o que tem sido anunciado ultimamente já começa a ser uma possibilidade.

  48. Deu há minutos na Sic Notícias uma notícia, bem grande, sobre a nova rota da Wizzair.

    Passando à frente o facto desta confusão toda da TAP e do Rui Moreira ter posto toda a gente a falar do AFSC, foram emitidos excertos de uma conferência de imprensa do director de operações do aeroporto onde ele disse qualquer coisa como isto: “A British saiu e agora voltou, a KLM saiu e acreditamos que está de volta”.

    Mais boas notícias se avizinham. 🙂

  49. Obrigado Skies pela notícia. Esta frequência entra mesmo em concorrência com o vôo da TP para o mesmo destino.

    O TP sai de ORY às +/- 20 h e chega ao Porto as 21h15 (+/-)…
    E o da manhã do Porto para Paris vai nos mesmos horários.

    E no horário da noite há tb um vôo EZ que procede de CDG.

    Se calhar às tantas volto a viajar com a TO com este novo horário à noite. Eu e outros frequentes nestas andanças…

    A operação deles tem melhorado. Sem muitos atrasos e desvios para CDG depois do fecho de ORY… O que me complica sempre o regresso o para a zona onde fico… Que não muito perto de Paris.
    Aliás os vôos TO dão milhas para o programa Flying Blue da Skyteam. E acho tb a possibilidade de passagem no controlo Fast Green Way. Vou ficar atento.

    Aliás o aeroporto mais pratico para mim (fico à cerca 50km) é Vatry. Mas a frequências não dão muito jeito…

    Como já escreveu o Pete… Cheira mesmo à sangue…

    Nelo

  50. Actualização 11 Fevereiro: Transavia France acaba de carregar mais 6 frequências semanais para Paris a partir de 30 Maio!
    Não se poderá chamar ainda de base, mas pelo menos teremos um avião em nightstop no Porto de domingo a sexta.

    20:30 ORY OPO 21:40
    06:00 OPO ORY 09:05

    N°s de voo não consigo visualizar no smartphone.

    1. É uma quase quase base, e é um dos primeiros aproveitamentos que vemos das reduções da TAP. Mostra também a importância estratégica do Porto para a Transavia, e por arrastamento, para o Grupo AF-KLM.

    2. Afinal parece que começa a 10 de Maio e não a 30 como tinha dito anteriormente.
      E já agora completo com os nºs de voo.

      TO3470 B73H 20:30 ORY OPO 21:40 12345_7
      TO3471 B73H 06:00 OPO ORY 09:05 123456_

      E segundo o OAG, o Voo Orly Boavista (Cabo Verde) que faz escala em Dakar (Senegal) no regresso a Paris vai passar essa escala técnica para o Porto!
      Fazendo uma pesquisa no site da Transavia Boavista Paris, aparece via Porto!

      10:30 BVC 17:05 OPO TO3462 Non-stop
      17:40 OPO 20:45 ORY TO3462 Non-stop

      Será ás sextas feiras de 15 Abril a 28 Outubro.
      Parece não haver direitos de tráfego entre Cabo Verde e o Porto, mas mesmo como passageiros em transito contam para as estatísticas!

    3. Obrigado pela informação.
      Relativamente à escala técnica do voo da Transavia para a Boavista, temos uma pequena divergência. Dou relativa importância a melhorar números sem que os mesmos permitam crescer.
      Vejo sim uma janela de oportunidade. Penso que sabem que os destinos de Cabo Verde (em charter) no verão passado esgotaram.
      Digo oportunidade pois permite que a gestão do AFSC (que tem sido brilhante) tente pelos seus meios convencer a Transavia a fazer como nos Voos quer de Paris, Nantes e Lyon para destino final no Funchal, ou seja escala com entrada e saida de passageiros

    4. Luis, já se pensou nessa possibilidade, mas infelizmente Cabo Verde é um mercado restrito e com os actuais acordos bilaterais uma operação simples como a dos França-Porto-Funchal é impossível de replicar num França-Porto-Cabo Verde.

    5. Não duvido Pete.
      Penso é que este tema deveria ter prioridade na agenda do Dr. Rui Moreira. As reuniões que está a fazer é que são improdutivas.
      Aliás já recebeu as respostas, da TAL, pelos meios de informação. Aqui sim poderia pressionar o governo. Cabo Verde agradeceria mais turistas

    6. Neste caso seria complicado renegociar com Cabo Verde porque é um acordo a nível europeu.

      Onde se podia e devia actuar quanto antes era no bilateral com Angola, uma vez que a TAAG esgota este ano as frequências permitidas para Portugal.

    7. Certo Pete.
      Concordo que dá trabalho sem sucesso garantido.
      Penso que é nestes assuntos, envolvem politica, que o Dr. Rui Moreira devia por os seus serviços ao dispor da gestão do AFSC.
      Desconhecia o assunto de Angola.
      Por isso devemos ouvir quem sabe.
      Desconfio que sem trabalho em tempo oportuno, ainda perdemos ou vemos reduzida a presença da TAAG, ou pelo menos corremos esse risco

    8. A TAAG neste momento corremos sempre esse risco. Está em processo de revisão total de rotas, frequências, preços, etc., sendo que o mercado angolano também não ajuda.

      Independentemente disso a TAAG continua com preços bem elevados para os voos para o AFSC. Sinceramente não sei se por incompetência ou por ter muito boas taxas de ocupação.

    9. Por falar em bilaterais, é com satisfação que vi hoje o Rui Moreira trazer o assunto à discussão e a pedir maior liberalização. Não existindo companhia de bandeira também não faz sentido acordos proteccionistas do nosso lado.

      Não estou preocupado com a rota de Luanda. Há alguma turbulência, é certo, mas Lisboa está a passar pelo mesmo e isso não os impediu de meter mais voos para lá. Daí o bilateral estar esgotado da parte da TAAG. Os preços altos são reflexo de uma oferta restrita, não só em passageiros como em carga, o que só mostra que há espaço para mais voos.

    1. Lucía, provavelmente ainda não será este ano o inicio de voos regulares para a Áustria mas acredito que seja uma questão de tempo. Este ano já teremos voos charter todas as semanas desde Viena, Salzburgo, Graz e Linz em Abril e Maio.

  51. Para milao ou roma na minha opiniao era ou vueling o easyjet
    Isto e se a alitalia nao aparecer pq se aparecese ia primeiro a lisboa
    Resposta pf e opinioes

    1. Abrindo espaço no AFSC a Alitalia podia perfeitamente preencher esse espaço, algo que em Lisboa não consegue porque a TAP está presente.

      Cheguei a fazer umas quantas ligações em Milão e Roma com TAP + outra companhia, algo que a Alitalia pode perfeitamente capitalizar nos seus “hubs”.

      Não conheço é a real capacidade actual da Alitalia para entrar no AFSC.

    2. A Alitalia, já há uns anos, preferiu retirar os seus aviões e servir o mercado português com recurso ao code-share da TAP, e que é provavelmente o acordo mais extenso e completo que a TAP tem com uma outra companhia aérea estrangeira. Na prática é como se a Alitalia operasse essas rotas.

    3. Mas a questão é exactamente essa. Saindo a TAP a Alitalia perde a presença no AFSC, certo? A menos que opere voos directamente. (ou foram só suprimidos parte das frequências??)

    1. Este possível regresso da Klm será para amesterdão certo? Caso se verifique não será um aumento de capacidade exagerado para esta rota?

    2. A verdade é que a operação da KLM para Amesterdão não é um point to point como as outras, permitindo a oferta da KLM para voos de longo curso (nos quais tem promoções muito boas a partir de Lisboa por exemplo).

      Seria um upgrade muito forte para a nossa oferta de médio/longo curso, por isso duvido que sobrecarregue de forma significativa o destino. Além de que entrando deve entrar como a Turkish entrou ou Munique entra pela Lufthansa.

  52. Pete. Suponho que as duas rotas não 100% cobertas devem ser FCO e MXP (porque não Linate que fica mesmo junto à cidade. Aliás o Hub de MXP não importe tanto). Há hipótese da Alitalia aparecer? Cá desde Paris a Vueling tem frequências diretas para FCO e MXP.
    Porque não a EZY?
    Ciampino (Roma) e Bergamo (Milano al Serio) não devem ser suficientes e ficam mais longe.

    Não duvido que vão aparecer soluções.

    De resto sobre o comentário do Luís. Tb concordo com ele. E aliás o AFSC abrange passageiros oriundos desde as zonas Bragança, Caminha, Guarda, Viseu, Coimbra e claro Galiza (e não ficava surpreendido de haver passageiros espanhóis da zona raiana de Vilar Formoso.). Eles viajam desde o Porto.
    Tirando certos destinos não têm interesse irem via Portela.

    Quem dera a plataforma ferroviária (aliás há projeto). Mas a política como sempre vai empatar isto tudo. E acho que vamos ter esperar alguns anos… Apesar da vontade dos políticos do Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular.

    De resto obrigado Pete e todos bloggers porque temos mantido uns debates muito interessantes.

    Nelo

    1. O problema de Linate é que ser um aeroporto severamente limitado e nem sei se a restrição por destinos ainda se mantém. A mesma coisa para Ciampino, que está mais próximo de Roma que Fiumicino, mas que também tem grandes restrições para crescer.

  53. Actualização 10 Fevereiro: Conforme tem sido noticiado, a TAP voltou a mexer na Ponte Aérea que agora tem +12 voos semanais: +7 em ATR e +5 em A32S/E190. Um deles é o voo que tem estado a causar polémica, e que está agora programado com saída do Porto às 5:30 (antes o 1º saía apenas às 6:30) e chegada às 23:25 (antes o último saía apenas às 22:00). Portanto ficam 2 ATR baseados no Porto, em vez de 1 como inicialmente planeado.

    O outro era o 16º diário que apenas aparecia 2x por semana, e agora aparece todos os dias, embora com horários diferentes nos novos dias.

  54. Obrigado Pete por teres lembrado o vôo das 23h55. Bem me tinha parecido que iria mesmo desaparecer. Mas não tinha a certeza. Confirmo que este vôo dava jeito para regressar de Lisboa depois de uma ligação.

    1. MAS POR QUE CARGA DE ÁGUA É QUE O NOSSO ESTADO ANDA A FINGIR QUE É DONO DA TAP?

      Das duas uma ou é do estado e faz serviço publico, o ultimo avião do dia é um claro exemplo, ou por favor livrem-se disso, não ha paciência….

    2. Essa é que é a questão! Meteram lá o nosso dinheiro prometendo resultados, agora estamos à espera.

      Se é para ficar tudo na mesma, o melhor vender o que falta.

    3. Essa é a pergunta do Milhão. Recomprar, ficar maioritário e não mandar é torrar dinheiro! Ideologia bacoca!

      Se são os privados que mandam, que sejam os privados a arcar com o risco do negócio e não o contribuinte. Esta recompra foi a coisa mais patética que tenho memória!

    1. A runway news informa ainda que, lamentavelme, a TAP vai suprimir, a partir de Marco, o ultimo voo de ligacao de Lisboa ao Porto (o das 22.35), obrigando muitos passageiros a pernoitar em Lisboa, so podendo regressar ao Porto na manha do dia seguinte!. So lamento que o dinheiro dos meus impostos esteja a financiar uma companhia aerea, que nao serve minimamente os interesses do aeroporto da minha cidade!.

    2. Os KLM ainda não estão confirmados.

      Sobre o voo da TAP, está a haver uma grande confusão porque efectivamente há um voo programado às 21:00 com saída de Lisboa, o último da ponte aérea, e já está desde o inicio. O site da TAP é que restringe os resultados a um máximo de 15, e sendo esse o voo 16 do dia, não aparece.

      À custa disso estão a esquecer o voo que se perde, e que era realmente importante, que era um que saia de LIS às 23:55 e chegava a OPO às 00:50 (TP1944). Com esse voo é que se evita fazer noite em Lisboa, porque às 21h ainda se perdem ligações.

    1. Nesta altura do campeonato há sempre “mexidas” nos slots.
      Pete 351, no final deste mês já devemos ter tudo praticamente definido, certo?!
      Ao ler a lista do S16, vejo que a Air Europa não tem qualquer voo sazonal, será de esperar que os retomem ou a rota não rendeu o que esperavam no ano passado?!

    2. Espero que sim Pedro, que salvo reforços no final do mês já esteja tudo acertado para S16.

      Relativamente à Air Europa, são voos que se vendem 99% nas agências de viagens e que se não forem operados por eles serão por outras. Como o pedido de slots para esses voos foi retirado e como não estão à venda, optei por neste momento contabiliza-los como perdas. Ainda assim a Privilege também retirou os slots mas as agências de viagens já vendem pacotes para Saïdia com voo directo operado por eles, portanto nunca se sabe.

  55. Actualização 04 Fevereiro:

    Ryanair

    A Ryanair colocou hoje à venda a 3ª frequência semanal (quartas) entre o Porto e Dublin de 01 Junho a 31 Agosto.

    FR7073 B73H OPO 07:50 10:10 DUB __3____
    FR7072 B73H DUB 10:35 13:00 OPO __3____

    1. Passa a operar no Inverno e tem uma 3ª frequência entre Junho e Agosto. Dublin precisava de mais capacidade e está finalmente a recebe-la.

  56. Actualização 03 Fevereiro:

    Transavia

    De 14 Maio a 02 Julho e de 10 Setembro a 08 Outubro a Transavia tem carregado uma 7ª frequência semanal (Sábados) desde Amesterdão para o Porto!!!

    HV6003 B737 18:40 AMS OPO 20:15 _____6_
    HV6004 B737 20:55 OPO AMS 00:30+ _____6_

    1. Amesterdão está mesmo em alta este ano, excelente noticia! Não são muitos lugares, mas tratando-se de uma rota que também alimenta um hub, é muito importante o salto para voo diário. Agora só falta o 2º!

  57. As rotas anunciadas recentemente pela Ryanair tem sido todas para o Inverno de 2016, seja aumento de frequências, seja rotas novas. Ainda hoje saíram novas rotas em Malpensa e Bérgamo.

    1. Sou sempre muito reticente relativamente a este tipo de companhias, mas esperemos que o projecto corra bem e a rota se concretize. Não faltam portugueses em Andorra para usar o serviço.

    2. Qd pensavamos que novidades em S16 estavam encerradas, sao boas surpresas, demonstrando a grande vitalidade do Sá Carneiro. A Ryan anda em periplo pela Europa a apresentar rotas, quem sabe. E ainda sonho com novidades frescas para Malpensa e Fiumicino, seja a Vueling ou a Easyjet, vamos ver quem é mais rapido.

    3. Primeiro, esperemos que se concretize….. Segundo a ser verdade é mais boa solução e alternativa para o AFSC…. Venha ela…

    4. Um site simples, mas cuidado… a Everjets podia aprender uma coisinha ou duas dali.

      Por outro lado, pelo que diz lá o que começa em Abril é a comercialização, não os voos.

  58. Actualização 02 Fevereiro:
    Acrescentados os 4xw da Lufthansa para MUC;
    Revista a nova operação da Vueling para AMS, que terá 4xw em vez das 3xw previstas inicialmente.

  59. Depois da reportagem do New York Times sobre o charme da cidade Invicta (artigo no jn).Os Americanos vão querer conhecer a cidade.
    Tá a ver sr Neeleman o longo curso ainda tem futuro no Porto.
    Pena a TAP não aproveitar…

    De resto Luís. Já ando nessas viagens já há alguns anos. E já experimentei Transavia (aliás comecei o vaivém regular OPO/ORY com esta companhia). Depois passei para a Easyjet. Tb utilisei a Aigle Azur. E até a Ryanair (mas isto obrigava-me a ir até Beauvais. Longe de onde vivo). Só não utilizei a Vueling até agora. Mas pelas frequências não me dá muito jeito. Não tenho nada contra as Low cost. Mas a TAP até agora no serviço regular para Paris tem apresentado um serviço razoável e com preços interessantes.

    1. Felizmente para o Porto já existe procura suficiente para aguentar uma operação decente para Nova Iorque, mas se não houvesse não era com um pequeno artigo que a conseguiríamos ter, muito menos o tipo de procura que rentabiliza rotas de longo curso.

    2. Boa Noite a todos. Ainda sobre a privatização da Tap. Numa entrevista que Rui Moreira deu sobre este assunto, não me pareceu muito preocupado que a Tap abandonasse alguns destinos da Europa a partir do Porto porque era possível colmatar essas saídas por outras companhias no espaço europeu. O mesmo já não se passava para outro continentes porque eram precisos acordos entre países. Como sabem eu sou um curioso da aviação é um acompanhante deste blog e aprendo muito convosco. Pf podem explicar-me o seguinte. Suponhamos que United Arlines decidia queria passar a realizar o Porto – New York – Porto. Não podia? Obrigado

    3. Realmente essa distinção é importante, há mercados abertos e outros que estão restringidos. A relação com os EUA por acaso é um mau exemplo, porque o mercado está relativamente liberalizado: qualquer companhia europeia ou americana pode fazer um Porto-EUA sem restrições.

      Para o Brasil, Angola, Venezuela ou até a Turquia, aí sim, as operações estão sujeitas a acordos governamentais bastante restritos. Ainda assim, no caso do Brasil, o bilateral dificilmente seria um problema.

  60. Obrigado Pete. Aliás já consta nos horários da aeroporto de Paris para o verão mas operados por A319. Qualquer dia hei de esperimentar os novos Embraer.

    Mas é uma importante redução de operação para o Porto. Aliás no verão IATA o vôo do meio da manhã para ORY era operado por A319 ou A320 dependendo o número de passageiros (só no Inverno punham o Embraer ERJ 145).

    Pela lotação no domingo à noite, duvido que ponham um Embraer. Ou então vão continuar os upgrades…
    E aquela do leilão dos upgrades é uma treta. Ou então retiram simplesmente a classe executiva se ninguém leiloar um valor suficiente.

    Em comparação LX, 8 rotações para ORY com a TAP. (com uma de Embraer).

    Como tb indicas. Menos um vôo devido à redução da operação intercontinental… (emfim não tem lógica…. e justo… nós até já ganhamos duas taças intercontinentais e eles em LX não. 😀😁😂😃)

    Já agora falamos muitas vezes em slots. Com essa redução de operação a TAP vai perder slots. Essas perdas são definitivas e podem ser aproveitados por outras companhias ou depois em caso de necessidade a TAP poderá pedir novamente esses slots?

    1. Finalmente a TAP a sair do Porto… Já ia perdendo importancia aos poucos mas agora está mesmo a querer ficar com importância nula no Porto.Como se a ponte aérea deles fosse grande coisa.

      Adeus TAP!!!

    2. É um corte grande, mas estamos a falar de uma rota com 1.2 milhões de passageiros anuais. Que a TAP corte 1 voo diário é um figo para a concorrência.

      Sobre o slot, a TAP não o perde porque passa para Lisboa (tinham 7 diários, passam a 8). Portanto mesmo que uma outra companhia se disponha a recuperar esse voo para o Porto não poderá utilizar esse slot.

    3. Experimentar os Embraer???
      Experimente a Easy Jet, Aigle Azur, Transavia, Vueling ou a Ryanair (Air Post no verão). PF ajude a TAP a fazer as malas.
      Com a referida postura a ajudar a TAL ( tap)
      qualquer dia até para ir a Paris terá de fazer ligação no Montijo ou na nova Portela

    4. Bom dia
      Gostaria de saber quantos passageiros teve a rota Lisboa/Paris em 2015.
      Deve ser um numero enorme para a TAL aumentar as frequências de 7 para 8.
      Como o AFSC só tem 1 200 000 é natural a redução de 4 para 3.
      Já agora continua o GOZO com as tarifas para os EUA.
      Fica bem mais barato ir pela dita capital.
      Pessoalmente estou bem satisfeito com a ligação por Madrid seja em serviço, preço e nº de destinos.

    5. Luis, as coisas não podem ser vistas com tanta ligeireza.

      Há que ser realistas e entender que o voo para Paris que a TAP vai suprimir tinha relativamente pouca procura e só se mantinha por teimosia da transportadora em alimentar o longo curso. Como os intercontinentais mudam de horário e como se abandona a lógica de alimentação, faz mais sentido usar esse slot para Lisboa do que perde-lo para a concorrência. Manter no Porto só para ocupar espaço também não faz falta.

      Por curiosidade, Lisboa-Paris é actualmente 40% maior que Porto-Paris, não é por aí.

    6. Pete, obrigado pelos dados e informações.
      No entanto a minha leitura, quiça mal, é a seguinte.
      Como a rota tem mais 40% de procura a TAL oferece mais 266% ( 3 no Porto , 8 em Lx) de oferta. É sem dúvida proporcional face ao serviço que Lx merece.
      Naturalmente que está fora de causa a realeza vir fazer uma ligação ao Porto. A famosa ponte aérea é uma benesse para os provincianos irem ver o rio Tejo.
      Assim para bloquear outras companhias no AFSC, mais um voozito para Lx,…. que chatice.
      Como Lx para além das LC ( que TB operam no Porto) também tem voos da Air France a rota deve ser de uma rentabilidade acima das melhores expetativas…

    7. Mas não se pode ver assim. Primeiro porque a TAP não opera em monopólio fechado, mas num mercado concorrencial aberto. Segundo porque os voos da TAP a partir de Lisboa servem muitos mais fluxos que os do Porto. A partir de Lisboa conseguem servir Paris-Península Ibérica/África/América do Norte/América do Sul, a partir do Porto apenas conseguem servir Paris-Porto e alguma outra ligação ocasional. Portanto é mais que natural que a operação da TAP em Lisboa aguente maior número de frequências.

      Bem sei que muita gente não gosta de reconhecer, mas Lisboa, em geral, gera mais procura de transporte aéreo que o Porto e é isso que faz com que haja maior oferta lá, tanto da TAP como de outras companhias. Não há conspiração nenhuma, é simplesmente a lei da oferta e da procura a funcionar.

    8. Claro que sim.
      Lisboa serve mais destinos.
      Principalmente enquanto os otários os alimentarem.
      Este espaço é fantástico para esclarecer algumas situações.
      Como não gosto de tecer comentários com ligeireza coloco as seguintes questões:
      Cidades como Coimbra, Viseu ou mesmo Aveiro entre outras, estão na zona de influência do AFSC?´
      Certo ou errado?
      Se assim for os seus habitantes ou quem pretender lá se deslocar em negócio/trabalho, vai utilizar o AFSC??
      Não será mais racional aterrar na portela e pelos mesmos meios de transporte chegar ao destino?
      Ver,por ex, de Malpensa, aterrar em Lx, apanhar a dita ponte aerea até ao AFSC e depois transporte até Coimbra ? Só por masoquismo..

      Modestamente, ao alimentar este tipo de gente, pergunto, sem ousar tecer comentários “ligeiros”, o que pretendemos????
      Qual a diferença entre aterrar em Paris proveniente do Porto via Lisboa ou de Lisboa com escala no Porto?
      Estou errado ou ir para Sul para seguir para Norte é bizarro??
      A diferença de serviço e preços é correta??
      Se assim for solicito desde já as devidas desculpas.
      Apenas devo referir que a TAL nunca mais vai receber um cêntimo meu.
      Se estou errado peço humildemente desculpa. Pessoalmente vou fazer os possíveis para que essa gente, como se diz na Ribeira, ” ANDOR QUE SÓ METEM NOJO”.
      Mais rapidamente aparecem companhias que vão gerar empregos e não me vão CHULAR mais impostos para criar mais tachos em Lx.

    9. Estás a dar demasiada importância aos cortes da TAP, a ignorar o que fazem as outras companhias e a considerar que aqueles que hoje viajam na TAP directos, amanhã o farão com escala em Lisboa. Pelas informações que tenho, nesta altura das 7 rotas europeias afectadas pelos cortes só 2 ainda não estão 100% solucionadas, rotas essas que equivalem a menos de 1% dos passageiros do aeroporto e que muito provavelmente seguirão o caminho das restantes assim acalme a situação. Com este cenário, a probabilidade dos passageiros dessas rotas europeias que a TAP abandona passarem a fazerem escala, seja onde for, é muito reduzida. Noutros tempos talvez, hoje nem pensar.

      A questão de Coimbra/Viseu/Aveiro/etc. é muito pertinente, e defendo que se aproveite o momento para exigir ao Estado que seja tão generoso com tem sido para Lisboa e se digne a prolongar a linha de Leixões até ao AFSC, passando para ali o terminal dos Alfa e Intercidades que fazem Porto-Sul e dos urbanos Porto-Aveiro. Com isso melhora muitíssimo a competitividade do AFSC, e sendo mais competitivo, captará mais passageiros e aumentará a procura. Se a procura aumenta haverá mais oferta e assim sucessivamente. Não falta que fazer, e acho que este é um momento histórico para o exigir.

    10. Estou a verificar, não é surpresa para mim, que estamos de acordo.
      Na pratica apenas temos pequena divergência na metodologia.
      Eu defendo corte imediato com a TAL, para permitir um saudável crescimento das companhias que não me roubam impostos.
      Também entendo que as ligações eliminadas pecam por pouco, Deviam ir todas já.

    11. Subscrevo o que o Pete diz na integra.

      Em particular no que diz respeito a linha/estação de comboio, a extensão não sendo muito eficiente seria sempre muito mais conveniente que o que temos agora, que é ter de ir de metro ate campanha que não é propriamente rápido e comodo.

      Num mundo perfeito todo o eixo ferroviário do Porto era repensado, Campanha fica muito a Leste. E já agora Braga também :), isto no Cities Skylines é bem mais fácil 😀

    12. No fundo todos queremos o melhor para o Porto e para a região. Divergimos na abordagem, embora eu também ache que a TAP devia “desocupar” algumas rotas que tem bloqueadas, se bem bem que o sinal que a empresa deu de que as rotas que têm no Porto são agora canceláveis pode ser suficiente para acabar com a brincadeira. À parte disso não desejo mal nenhum à empresa e acho a Ponte Aérea um bom serviço excelente, como passageiro recuso-me a fazer escala na Portela porque acho que o produto oferecido é fraco, mas para ir a Lisboa é do mais prático que podíamos ter e para eles virem ao Porto também.

      Nuno, eu já nem peço tanto! Se fizerem o prolongamento da linha e dos comboios que vem do Sul, depois fizerem o trajecto restante até norte para ligar a Braga, Guimarães, Barcelos, Viana e Galiza, já a região dá um salto muito grande.

  61. Portanto para ORY hà um vôo à menos por dia. Como acontece agora no inverno. Pode ser o night stop que em certos dias da semana não é operado. Ou o do meio da manhã que pode ser suspenso.
    Para Newark fica-se a perder um vôo durante o verão. Porque chegavam à ser 3 vôos em pleno verão….
    Newark é sempre mais interessante sobretudo que abrange mais imigrantes do New Jersey.

    1. Perdemos o que saia do Porto às 10:40 e de Orly às 14:35. Realmente era o que funcionava pior, só estava pelos intercontinentais. O night stop mantém-se mas passa a ser operado pelos novos E190.

      Este inverno ainda são 4 diários para Paris, algumas semanas/dias é que só há 3.

  62. Actualização 27 Janeiro:
    – Alterações (finais espero) na programação da TAP, nomeadamente reduções adicionais nas rotas de: FNC, EWR, LGW e ORY:
    – +1 frequência para BCN operada pela Vueling (com o avião que faz OPO-ZRH-OPO às 6ªf);
    – Em principio a Europe Airpost vai abandonar as rotas BVE e RNS. Pode ser que apareçam mais tarde, mas é pouco provável.

  63. Pete, estive a pesquisar no Amadeus e aparecem, na Alitalia, dois voos diários para Malpensa e um para Roma. Eu estou convencido a 99% que se tratam do codeshare que havia com a TAP que não foi eliminado, mas já agora, confirma, pf.

  64. A Tap vai criar a ligação Lisboa-Vigo.

    Isto para roubar passageiros ao Porto, pois muita gente vem de vigo para cá apanhar um voo. Agora vão ser “aliciados” a ir para Lisboa….
    Enfim

    1. E pá sou-te muito honesto, mas anoa acho que um ATR que chega a lisboa as 8:30 e que obriga a passar a noite la para apanhar uma ligação seja grande coisa. No voo de volta pode ser melhorzinho, mas mesmo assim…

    2. “Além desta nova rota, a TAP sublinha que continuará a disponibilizar o voo Porto-Vigo, com uma frequência idêntica à que se realiza atualmente” dinheiro vivo…….. há algum voo porto-vigo??????

    3. Não estou nada preocupado com esses voos, estão orientados para ligações europeias (que nunca competirão em preço e comodidade com a oferta directa do Porto) e para os passageiros que hoje vão com a Iberia.

      Sobre o Porto-Vigo, suponho que se referem aos autocarros da TAP que aparentemente se mantém com as mesmas frequências. Aliás, pela primeira vez esses serviços aparecem no site e é possível combinar com os voos via Lisboa.

    1. Pelo menos está a mexer-se. Diz que se reuniu ontem com uma companhia para operar voos para Malpensa e Linate.

      Achas que podemos ter novidades em breve, Pete?

    2. Neste caso, em vez de chorar, o Rui Moreira mexeu-se e chamou a atenção para a possível reversão da privatização. Isso sim é a tradição da nossa cidade.

      João, estamos a entrar na temporada alta e as companhias já tem as programações fechadas e os aviões ocupados. Dito isto, nada como chamar a atenção das companhias (neste caso da Vueling, que é quem estava na FITUR) para que a recuperação desses voos se faça o quanto antes.

    3. a Vueling ainda estes dias anunciou uma rota para Santiago_atwick a começar em 30/03, portanto, quem sabe pode chover algo, ou mesmo aumentar as frequências para barcelona.

      Pete, achas possivel de futuro a vueling ter cá uma base? e a Transavia que me dizes?

    4. Lisboa, nesse aspecto, tem mais sorte que nós. A Blue Air já anunciou que vai entrar na rota de Bucareste e a Wizzair vai reforçar a rota de Budapeste, ambas canceladas pela TAP.

    5. Nesses casos são rotas que já estavam programadas, simplesmente foram anunciadas agora. Por exemplo, se a Brussels em vez de ter anunciado o reforço para o Porto em Outubro o tivesse feito agora ficaríamos com a ideia de que seria uma resposta, no entanto, aconteceria independentemente do que fizesse a TAP.

      zoficial, não precisamos de bases para recuperar esses voos. Por estratégia, vejo dificil que a Vueling meta aviões no Porto com a actual operação. A Transavia já manifestou publicamente essa vontade, mas enquanto não houver acordo com os sindicatos não haverá base.

  65. Boas, uma questão…….. a TAP não iria aumentar as frequências para madrid?no gráfico acima passa de 17 para 7?aumentou o numero de lugares para ams?é uma rota com muita procura? e por último pq tirou a rota para porto santo? Obrigado

    1. Filipe, eles tem estado a mexer na programação e a tabela vai reflectindo isso. Madrid neste momento está com voo diário apenas, mas como o avião é maior praticamente mantém o nº de lugares. Amesterdão é como o João diz, por causa do avião. Porto Santo é uma rota que funcionava praticamente como charter, suponho que dependerá dos acordos com os operadores turísticos.

  66. A turkish sempre vai aumentar a capacidade para este verão?

    Ainda podemos esperar respostas de outras companhias ao cancelamento de rotas da TAP no Porto?

    1. Sobre a Turkish, eles tem estado a mexer nas rotas europeias esta semana. A última informação que tive é que o aumento pode não vir já em Abril, mas mais para o fim do ano, mas enfim, com a Turkish nunca se sabe.

      Sobre as rotas canceladas da TAP, só CCS deve ficar sem serviço por motivos óbvios. A capacidade perdida para Barcelona, Bruxelas, Milão e Roma acabará por ser recuperada pela concorrência.

    2. A Turkish hoje finalmente carregou o tão esperado aumento para o Porto para 17 Maio 2016!
      Este aumento acompanha uma troca nos dias de operação a partir de 28 Março 2016 em que o voo de terça passa para segunda.

      Desde 28 Março 2016

      TK1449 B737 11:45 IST OPO 14:35 1__4_67
      TK1450 B737 15:35 OPO IST 22:05 1__4_67

      Novo voo desde 17 Maio 2016

      TK1451 B737 08:30 IST OPO 11:20 _23_5__
      TK1452 B737 12:15 OPO IST 18:45 _23_5__

    3. Por falar na Turkish, esperemos que não façam como noutras rotas e depois retirem o aumento. Uma excelente noticia!

      Com os novos horários em que o avião chega às 18:45 a Istambul melhoram-se significativamente as ligações ao Médio Oriente, CIS e à própria Turquia. No sentido contrário, reduzem-se os tempos para muitas ligações a África e Ásia.

    1. É uma pratica muito habitual, podem haver muitas razões: para ficar com histórico, para preencher horários em algum aeroporto, para confundir a concorrência, etc.

    2. A companhia tem alguma vantagem de ficar com histórico num aeroporto em possíveis voos futuros?

  67. Ao cancelarem as rotas de BCN, BRU, CCS, FCO, MXP, obrigam o pessoal do Porto a ir a Lisboa apanhar mais voos, e dai a criação da Tap Express. Sempre estao a conseguir o que queriam….ter-mos que ir a Lisboa fazer ligações…..

    1. Claro que nas ligações europeias onde prestavam um serviço de qualidade/frequência menor abrem a porta a que outros o façam, Ir por lisboa agora vai ser mias fácil para trajetos que não estavam disponíveis desde o Porto diretamente. Isto não tem nada de novo e a TAP faz bem IMO.
      Eu viajo com frequência para Berlim, e para mim isso significava apanhar um avião para Frankfurt e de pois usar a ponte aérea que a Luftansa tem entre Berlim e Frankfurt, muitas vezes correndo entre saída do A321 e a entrada do A319 para Berlim conseguia apanhar e mudar para o avião mais cedo, (coisa que a TAP não costumava deixar fazer em lisboa), depois abriu a FR e agora vou direto. Apesar da companhia para a qual trabalho ate pagar o voo via Frankfurt se assim o preferir.. Mas um voo direto é sempre menos cansativo mesmo que seja na FR ;).

      O mesmo vai acontecer cada vez mais, o importante é que o serviço e frequências sejam de qualidade, os utilizadores pagam sempre pela melhor relação qualidade/preço. Parece-me que a TAP vai oferecer assim um produto melhor para voos de ligação pois o tempo extra que se pode esperar ter de passar em lisboa vai ser substancialmente reduzido. eu que tenho de o usar por vezes agradeço especialmente puder trocar para o avião que sai mais cedo se chegar a tempo de o apanhar. Quanto a operação residual europeia que mantinham no Porto é esperar que seja ocupada por outros onde eles a abandonam. O AFSC esta a crescer por isso o mais normal é que rapidamente essas ligações reapareçam até porque são ligações com yeilds interessantes.

    2. thekiller, a médio prazo a tendência será para essas terem menos passageiros via Lisboa, pelo simples facto de que a concorrência acabará por absorver/superar a capacidade que a TAP tinha nessas rotas. Eles sabem isso, mas não é um passageiro decisivo para a empresa.

      Exactamente Nuno, a diferença vai-se notar principalmente nas rotas com oferta deficiente ou sem oferta directa a partir do Porto. Melhorando a oferta para essas rotas aumentará a procura, e aumentando a procura aumentam as probabilidades de ter novas rotas, que no fundo é o que todos queremos.

  68. Actualização 14 Janeiro: Actualizado com as últimas alterações da TAP:
    – Cancelam BCN, BRU, CCS, FCO, MXP;
    – Reduzem capacidade durante toda a temporada FNC e GVA;
    – Reduzem GIG e GRU entre Junho e Setembro;
    – Aumentam frequências em GVA;
    – Aumentam capacidade em LIS, MAD e LUX.

  69. Infelizmente já sabiamos que isto ia suceder. Pode ser que alguma low cost se posicione nesses mercados, Malpensa e Fiumicino, ficam a zeros. Em janeiro, já não é muito em cima para alguma companhia colmatar estas perdas??

    1. Não é a melhor altura mas também era de esperar que a cancelar, o fizessem o mais tarde possível. Vai depender da capacidade que os interessados tenham, e eventualmente de quem chegue primeiro.

    1. Por acaso, vi a mesma notícia no JN, mas não tenho acesso à edição impressa, por isso não consegui ler a notícia 😦

    2. Obrigado pela partilha… 🙂
      E pelos vistos, o longo curso é para continuar também; e seria interessante se se pudesse melhorar!

    3. A nova “ponte aérea” já está à venda, com preços bastante convidativos e sem penalização one-way. Aparentemente vai haver uma conferencia de imprensa hoje para explicar tudo, portanto hoje vai ser um dia animado!

      Obrigado pelo artigo Salgueirista!

    4. Reparei que o artigo foi movido da página ‘PRIVATIZAÇÃO DA TAP’ para ‘VERÃO IATA 2016 (S16)’… obrigado pela correcção Pete351, no princípio, a 1ª pareceu-me a melhor página para inserir o ‘post’ mas quem sabe, sabe 🙂
      Estou sempre na disposição de intervir no ‘blog’ constructivamente e da melhor maneira possível! 🙂

    5. No outro não estava mal, mas como depois vamos discutir impactos em nº de lugares e coisas do género acho melhor passar já para aqui e simplificar.

  70. Actualização 13 Janeiro: Parece que muda definitivamente a composição de aviões da base da TAP.

    Em S16 (comparado a S15):
    1x ATR72 (+1)
    2x E145 (-1)
    1x F100 (=)
    4x E190 (+4)
    2x A319 (-1)
    0x A320 (-2)
    1x A332 (=)

    Entretanto estão neste momento a alterar horários e equipamento nas rotas de LIS, FNC, MAD, GVA e GRU. No fim do dia já deve dar para perceber melhor todas as alterações.

    1. A capacidade teórica é praticamente a mesma, vai depender é da utilização dos aviões e da programação. A base do Porto nunca teve horários realmente esticados como tem Lisboa, e acho que a diferença vai ser mais por aí.

    2. Então a TAP vai adquirir Embraer E190 ou vão ser emprestados pela Azul?
      Por enquanto ainda não constam da frota.

      O E190 é um avião com capacidade de uma pequena centena de passageiros. Deve dar perfeitamente para médio curso. Se calhar com o dobro da capacidade dos E145.
      Esses E190 vão ser TAP ou PGA.

      O número de pilotos Airbus baseados no Porto tb deverá ser alterado com essa configuração.

      Havendo menos dois A320 não quer dizer que não apareçam por cá, mas procedentes de Lisboa.
      Estão a reposicionar os A320 em Lisboa sem dúvida para os projetos de algum longo curso à partida da Portela.

      Por enquanto mantêm a capacidade longo curso com um A330.

    3. Salgueirista, os ATR vão alugados à Omni/White e depois ser usados pela TAP em regime ACMI. Os Embraer, como são também para trocar a frota da PGA, devem ir pelo mesmo caminho.

  71. Obrigado Pete por teres actualizado às estatísticas .
    E tens razão a operação da TAP vai ter de levar melhoramentos.
    Espero que vão ter aviões que chegue para re organizar as rotações e que não aconteça como durante o verão 2014…
    Eles ainda não reforçaram a frota…

    En reduzir os night stop fora de Portugal deve permitir poupar algum dinheiro.

    Nota : Estamos em janeiro e parece que isto está à ser muito calmo.
    O último vôo de hoje de ORY para o Porto não está preenchido… longe disso.

    1. O período compreendido entre a 2ª semana de Janeiro e Março é dos momentos do ano onde a procura é mais baixa, é normal que os aviões não andem cheios e que os preços sejam mais convidativos.

  72. EasyJet

    Segundo o site da EasyJet, entre 01 de Julho e 28 Agosto aumenta a oferta para Lyon para 11 frequências semanais.
    Não tenho a certeza da nova frequência, pois parece haver alguma troca de operações em alguns dias de uma para duas frequências e noutros de duas para uma!
    Mas com a certeza de haver 11 frequências semanais entre 01 de Julho e 28 Agosto!

    Até 31 Junho

    SEG 1
    TER 2
    QUA 1
    QUI 2
    SEX 1
    SAB 2
    DOM 1

    entre 01 de Julho e 28 Agosto

    SEG 2
    TER 1
    QUA 1
    QUI 2
    SEX 2
    SAB 2
    DOM 1

    Isto para Lyon promete! E se a Aigle Azur realmente abrir também a rota com as 3 frequências semanais, a oferta cresce bastante!

    1. E confirma-se!!!

      French carrier Aigle Azur in summer 2016 traffic program plans to introduce new links between Lyon and Portugal, with service to Lisbon and Porto. Airbus A320 aircraft is scheduled to operate both routes with following schedule.
      eff 27MAR16 Lyon – Lisbon 4 weekly
      ZI373 LYS1220 – 1345LIS 320 4
      ZI373 LYS1710 – 1835LIS 320 5
      ZI373 LYS1815 – 1940LIS 320 17
      ZI374 LIS1430 – 1750LYS 320 4
      ZI374 LIS1920 – 2040LYS 320 5
      ZI374 LIS2025 – 2345LYS 320 17
      eff 28MAR16 Lyon – Porto 3 weekly
      ZI371 LYS1220 – 1330OPO 320 16
      ZI371 LYS1815 – 1925OPO 320 3
      ZI372 OPO1415 – 1720LYS 320 16
      ZI372 OPO2010 – 2315LYS 320 3

      http://airlineroute.net/2016/01/07/zi-lys-s16/

    2. Talvez para isso seja agora que se abre a rota para Bilbao!!!

      Consolidação de rota o que é óptimo!!!

    3. Que os voos estavam no sistema já sabíamos, o problema é que continuam escondidos e bilhetes à venda nem vê-los. Há que esperar mais um pouco.

  73. Para todos os meus votos de felicidades para este ano 2016 e claro com muitos e bons vôos de e para o Porto.

    O primeiro vôo TAP do OPO para GVA é geralmente realizado com o avião do primeiro vôo da manhã que chega de ORY.

    Ficaria surpreendido se os vôos da TAP para ORY deixassem de ser prioritários. Bem sei que ORY não é o melhor aeroporto em Paris para apanhar correspondências….
    Os vôos da TAP para ORY costumam estar tb bem compostos, e chegam à ser 3 à 4 vôos diários.
    Mas acredito que os horários ou frequências possam ser optimizados. Tipo tirar o Embraer do meio da manhã e optimizar uma rotação em outro horário ou deixar de fazer night stop em Paris em certos dias com menos movimento.

    Outro pormenor interessante para o AFSC se a TAP passa a deixar mais um A319 disponível

    1. A questão não é se os voos são prioritários ou não, seria simplesmente a de saber se a TAP vai optar por uma operação a partir do Porto que priorize a eficiência operacional (por exemplo, eliminando pernoitas fora da base) ou se vai continuar a haver uma solução caso-a-caso.

      Pessoalmente acho que se justifica uma mudança da operação para que possa ser mais eficiente, aliás, deveria ser a referencia da empresa nessa area.

    1. Até finais de Fevereiro/inícios de Março há companhias que ainda anunciam novidades para os meses centrais do Verão, em principio a aparecer alguma coisa será nesse contexto. Mas há que esperar.

  74. Actualização 01 Janeiro 2016 :

    TAP anda a “mexer” nos horários.
    Melhores horários para Genebra (1º voo TP938, saída ás 06:30)
    Aparentemente poderá significar mais 1 A319 “baseado” no Porto!

    TAP938 A319 06:30 OPO/GVA/OPO 11:40 TAP939 1234_67 27MAR16/09JUN16
    TAP938 A319 06:30 OPO/GVA/OPO 11:40 TAP939 1234567 10JUN16/29SET16
    TAP938 A319 06:30 OPO/GVA/OPO 11:40 TAP939 1234_67 01OUT16/29OUT16

    TAP942 A319 15:10 OPO/GVA/OPO 20:20 TAP943 ___4567 27MAR16/05JUN16
    TAP942 A319 15:10 OPO/GVA/OPO 20:20 TAP943 12_4567 06JUN16/26SET16
    TAP942 A319 15:10 OPO/GVA/OPO 20:20 TAP943 1__4567 29SET16/29OUT16

    Os voos para Luxemburgo passam de F100 a A319 com novos horários!

    TAP679 A319 LUX 13:05 14:35 OPO 1234567
    TAP678 A319 OPO 19:30 22:45 LUX 1234567

    Será uma operação OPO/LUX dormida em LUX, dia seguinte LUX/LIS!
    Em sentido contrário LIS/LUX/OPO!

    Acredito vir haver mais alterações brevemente!

    1. Yey! Finalmente um avião a sério na rota do Luxemburgo. Já não aguentava o Fokker.. a Easyjet tem batido a TAP no preço e no conforto à custa disso. De lamentar que a Luxair não tenha check-in online ou nas máquinas do aeroporto com partidas do Porto, aprendi isso este Natal com uma valente seca na fila… Sendo assim o Lux deve entrar no top10 das rotas, certo?

    2. O avião saía mais tarde para apanhar as ligações dos intercontinentais, razão pela qual a TAP também faz algumas pernoitas com aviões baseados no Porto para outras cidades como Madrid, Barcelona ou Paris. Pode ser um sinal de que essas ligações deixarão de ser prioritárias, o que me parece sensato.

      Miguelito, só isso não chega para passar Basileia.

    3. Oh, mas eu estava aliás à espera que isso acontecesse já com 2015 à custa da Easyjet, não chegou? Tinha a ideia que a diferença em 2014 era pequena (entre Lux e Basileia).

    4. A diferença não é grande porque são rotas com relativamente pouco tráfego, e até tem vindo a diminuir (de 800 pax. semana para 500), mas ainda há uma distancia. Mesmo Milão ainda tem mais tráfego que OPO-LUX.

  75. Actualização 01 Janeiro 2016

    Transavia France

    Segundo o site da Transavia, a partir de 16 de Maio (segundas) aumenta a oferta para Lyon para 5 frequências semanais.

    TO3946 LYS 19:10 20:20 OPO
    TO3947 OPO 20:55 23:55 LYS

  76. Actualização 01 Janeiro 2016 (apesar de saber desde dia 22 Dezembro, não quis dar más noticias antes!):

    Air Europa recua novamente na intenção de operar as 24 frequências semanais, neste momento só tem as 14 semanais à venda!

    1. Como já disse várias vezes, estou convencido que a Emirates é uma dessas companhias que acabarão por vir para o Porto, a questão é apenas quando. Agora é cedo, mas lá para 2018/2019 provavelmente vai fazer sentido.

      Até lá é preciso que a procura acompanhe, e para isso a Turkish é fundamental. Ainda não está carregado o diário, mas os sinais vão no sentido de que vai mesmo chegar em S16.

    2. Já agora Pete,podias por aqui uma lista das companhias que achas que mais tarde ou mais cedo virão para o Porto?

      Quando se pode esperar noticias da turkish?

    3. A estratégia da Emirates levará em algum momento à entrada no Porto. A partir dos 10/12M de passageiros creio que haverá esse interesse mais declarado.

      Sem dúvida que o sucesso da Turkish cá será o sinal necessário à navegação para a afirmação ou não do AFSC no longo curso com companhias de 1ª linha.

      Nota ainda para a pressão adicional na rota para Luanda, tanto para Lisboa como para o Porto.

    4. Serv, para além de uma das grandes do médio oriente juntaria a Norwegian e a WizzAir. Sobre a Turkish, eles costumam carregar reforços bastante em cima da hora.

      João, o tamanho do aeroporto não é problema. Actualmente a Emirates voa para vários aeroportos europeus com tamanho similar ao Porto. A questão é o tamanho e a qualidade da procura para a Ásia, que ainda precisa de crescer.

    5. A potencial vinda da nowergian e da wizz air está também relacionada com a boa prestação das mesmas em lisboa?

      O aparecimento de novas companhias no porto dependerá sempre do desenvolvimento das mesma em Lisboa? O Porto é dependente do comportamento turistico na capital?

    6. “Pressão adicional” pelo facto de ser uma rota que tem tido cada vez pior performance dada a crise Angolana e que tenderá a agravar-se nos próximos tempos.

      Quando falo em tamanho, falo em tamanho a nível de passageiros de longo curso. O AFSC cresceu muito baseado em LC e tem de provar agora que aguenta bem preços mais altos, rotas de longo curso e companhias áreas de bandeira!

    7. Serv o Porto não depende do comportamento de Lisboa. No entanto Lisboa é um bom indicador para companhias que equacionem o Porto… Se funciona em Lisboa é provável que o venha a fazer no Porto também…

      Quer isso dizer que nenhuma companhia entra no Porto sem antes ter tentado Lisboa? Não!
      Quer isso dizer que uma rota com problemas em Lisboa não pode ser lucrativa no porto? Não!

      São mercados parecidos mas não iguais e por serem diferentes, por vezes o que funciona num, não funciona no outro, mas como Lisboa é parecida com o Porto é um bom indicador para companhias interessadas em crescer.

    8. Serv, o potencial dessas 2 companhias está relacionado com os planos de negócio das próprias. Para o tamanho que ambicionam dificilmente poderão ignorar um mercado com o Porto. Sobre Lisboa o Nuno explicou perfeitamente.

      João, quem te ler parece que o Porto é um aeroporto tipo Luton ou Charleroi. Cresceu muito em base a LCCs porque foi assim que o mercado europeu se desenvolveu nestes últimos anos, e mesmo assim mantivemos um mix bem razoável. Essa história de que se um aeroporto tem companhias low-cost deixa de ter passageiros que paguem tarifas altas está ultrapassada.
      Esse potencial vê-se nos dados de tráfego, e neste caso os dados dizem que temos quase 1 milhão de passageiros intercontinentais (30% directos / 70% indirectos), bastante aceitável. Asseguro-te que se desse 1 milhão metade fosse para a Ásia, a Emirates até vinha com A380s para o Porto, mas como não chega sequer a 10% não vem.

    9. Eu não disse que o Porto é um aeroporto de low costs, mas o facto é que a aposta (cá e pela Europa fora) foi das low costs da vida… e ainda bem que assim foi.

      Os mercados são diferentes, os custos de operação são diferentes, o risco é diferente e a própria abertura de rotas é muito mais cara e difícil para as bandeira do que para as LCCs.

      Queria dizer que o Porto se tem de afirmar ainda mais a nível de voos médio/longo curso através de ainda mais companhias de bandeira. Se a Lufthansa tem servido como porta para o mundo, a Iberia tem ajudado e a Turkish veio dar uma ajuda grande. A BA trocou-nos as voltas e a SkyTeam é uma miragem no AFSC.

      São movimentos que demoram o seu tempo, mas acredito que conseguiremos no longo prazo fazer a plena afirmação do AFSC, do Porto, Norte da Peninsula como destino e como partida.

    10. Permito-me subscrever a 101% o último comentário do João Carvalho, é a minha ideia/desejo para o AFSC! Se bem que Gatwick tem algumas ligações interessantes, o ‘hub’ principal da BA é sem dúvida Heathrow; quanto a Madrid, está practimente ao mesmo tempo de voo de Lisboa, cada um escolhe o que quer (pessoalmente sou mais Madrid!) e sim, faz falta a Skyteam; aí sim, tudo seria perfeito no AFSC…!

    11. Allure, por agora voam de Lisboa para Budapeste e Varsóvia.

      João, discordo dessa distinção entre passageiro low-cost e passageiro de bandeira, é coisa do passado. E também não acho que a oferta de voos para ligações seja desajustada, o mercado é o que é e não há milagres. A ideia de ter uma Air France, KLM e BA para Heathrow soam muito bem, mas depois vemos que faltam Airbus da Iberia para Madrid, que companhias como a Swiss/Brussels/Transavia/Vueling/CSA ainda tem poucas frequências para Zurique/Bruxelas/Amesterdão/Barcelona/Praga, que a Turkish só com um 2º diário permitirá explorar bem as ligações para o leste da Europa e para o Levante, que falta os angolanos apostarem a sério no potencial de Luanda como hub, e por aí fora. Isso tudo melhorado (e seria preciso um salto bem grande na procura para aguentar tais aumentos) garanto-te que fazia mais a competitividade dos voos em ligação a partir do Porto do que um regresso da Air France/KLM/BA a LHR poderá fazer.

    12. A distinção não está nos passageiros mas no tipo de viagens que se faz.

      Voar Porto-Zurique ou Porto-Londres pela TAP/BA/Swiss ou pela Ryanair/Easyjet não tem qualquer distinção no tipo de passageiro. No entanto quando falamos em voos de médio/longo curso há uma diferença enorme e é ai que para mim o AFSC ainda tem um défice.

      O facto de querer a Skyteam ou a Emirates tem a ver com o leque de opções de destinos/preço que ganhas com concorrência. Hoje temos de levar com a Lufthansa e os seus destinos e preços (via Frankfurt – aqui até Munique nos dava muito mais espaço para respirar). Hoje pagamos sempre um preço alto porque as nossas conexões são deficitárias aos grandes hubs. Quando tal mudar teremos mais opções, mais concorrência e preços mais baixos.

      É obvio que não quero a BA a voar pra Gatwick nem quero a BA com 3 voos semanais a horários maus. Não quero a KLM/Air France para fazerem ligações más. Mas quero voos que nos permitam ligações para longo curso de qualidade. Isso sim é importante. Não é ter a bandeirinha da companhia aérea. Essa pouco me importa e daí ter ficado triste com a opção da BA que em vez de investir no longo curso cá, investiu no mercado Inglês para o AFSC.

      Da mesma forma, ter companhia deste género permite não só maior concorrência e melhores preços para os utilizadores do AFSC mas também o crescimento de turismo fora da Europa.

    13. Claro que tendo mais companhias haverá mais concorrência e melhores preços, mas para haver mais companhias é preciso haver uma procura que a justifique. No caso do Porto, infelizmente, essa procura não permite pensar em trazer essas companhias todas, pelo menos a curto prazo.

      Falas bem dos preços altos que a Lufthansa continua a practicar, mas repara que companhias não faltam para concorrer com eles: TAP, Iberia, Swiss, Brussels, Air Europa, Turkish + KLM e Alitalia por codeshare. No entanto, dessas só TAP, Iberia e Air Europa tem uma oferta de frequências comparável à da Lufthansa. Isso faz com que, apesar de haver bastantes players, eles não apertem realmente a LH porque muitas vezes o produto é pouco competitivo. Essa falha não se resolve com mais fragmentação ou com sobre-capacidade, resolve-se fortalecendo os operadores existentes dentro do que o mercado permite.

    1. Não são só as rotas das novas companhias que contam!

      Em 2015 tivemos, para além desses, Bristol, Dusseldorf, Estugarda, Lorient, Luton, Manchester, para além de Berlim e Hamburgo que tendo sido abertas em 2014 foi quase no fim do ano.

      Em 2016, por agora, teremos Copenhaga e Colónia, que tendo sido aberta há um mês será rota nova até Novembro 2016.

    1. A Sata, durante o inverno, só voa do Porto para Ponta Delgada e Terceira. O voo para Toronto que aparece no site da ANA não existe como tal, é um erro.

  77. Já agora sobre o assunto do aeroporto de Eindhoven estar fechado por renovação do tarmac.
    Bem sei que não está previsto refazer o pavimento da pista no Porto.
    O que está planeado caso seja necessário?
    Sem dúvida que teriam de fechar o aeroporto durante a intervenção?

    1. Depende da intervenção, mas se fosse preciso uma obra pesada teria inevitavelmente que fechar. Se fosse algo leve poder-se ia fazer à noite, e só fechava durante esse período.

  78. Actualização 10 de Dezembro:

    Pete, corrige se estou enganado!

    Ryanair

    4ª frequência semanal (domingos) para Palma entre 5 Junho e 31 Julho 2016

    FR7801 PMI 12:55 13:55 OPO
    FR7802 OPO 14:20 17:10 PMI

    1. Está tudo certíssimo, como já é habitual. Entre Vueling, Transavia, Ryanair e easyJet, que acabou de carregar o que faltava da temporada, esta semana ganhamos quase 100.000 lugares adicionais para S16, o que é excelente.

  79. Actualização 10 de Dezembro:

    Transavia France

    Segundo o site da Transavia, a partir de 15 de Maio (domingos) aumenta a oferta para Lyon para 4 frequências semanais.

    TO3946 LYS 12:20 13:35 OPO
    TO3947 OPO 14:10 17:15 LYS

    No entanto a operação para Nantes entre 24 Julho e 25 Setembro reduz para 3 frequências semanais caindo o voo aos domingos!!!

    Segundo um forum Espanhol hoje vão ser anunciadas 10 novas rotas pela Transavia France.
    Creio que vamos ser contemplados…

  80. Não se falou à certa altura no interesse da Vueling em voar para PDL? Poderá ser esta rotação que faz falta para encaixar com as novas frequências da Vueling desde o Porto?
    Ou então Madrid.

    1. Eles para Ponta Delgada pediram slots para 12 voos, o que dá para uns voos para Barcelona e nada mais. Porto-Madrid é território Iberia e também está fora de questão.

    1. Não João, não é bug! Creio que amanhã já estarão á venda na Vueling!

      Segundo o Amadeus o voo de Amsterdam é com avião base AMS e começa a 30 de Abril com 3 frequências semanais (ter,qui e sab).

      VY8424 AMS 11:00 12:50 OPO ___4___
      VY8425 OPO 13:30 17:10 AMS ___4___

      VY8424 AMS 13:25 15:05 OPO _2___6_
      VY8425 OPO 15:40 19:15 AMS _2___6_

      Os voos para ZRH serão operados com avião base BCN no modo (W), ou seja BCN OPO ZRH OPO BCN (se bem que não consigo fazer “casamento” às sextas), também com 3 frequências semanais (seg,qua e sex) e começa mais tarde a 03 de Junho.

      VY7580 OPO 08:25 11:55 ZRH 1_____
      VY7581 ZRH 12:40 14:15 OPO 1_____

      VY7580 OPO 14:15 17:45 ZRH __3_5__
      VY7581 ZRH 18:30 20:05 OPO __3_5__

    2. Seguramente amanhã já estarão à venda. E como bem diz o skiespassion, falta saber de onde vem o avião às 6ªf para fazer Zurique, portanto com sorte ainda pode aparecer mais alguma frequência.

  81. Os slots de CDG podem permitir à FR caçar uns passageiros no hub da Air France procedentes de vôos longo curso e abranger passageiros em viagem de negócio para Paris.
    FR tem tb que aproveitar este segmento de negócio.
    Este aeroporto fica sempre mais perto que BVA (sem falar em Vatry, muito mais longe, pequena plataforma mais virada para o fret aereo e conhecida na gíria da FR por Paris Vatry Disneylandia…)
    E CDG não tem constrangimentos à noite. O que não é o caso de ORY. Tirando situações extraordinárias ORY fecha entre 23h30 e 6h da manhã.

    1. Muito dificilmente a Air France encaminhará passageiros para a Ryanair, pelo menos a médio prazo. Não é essa a razão.

      CDG e ORY fazem sentido porque são os aeroportos principais de Paris. Ter que mandar toda a gente para BVA é um problema para a Ryanair porque afasta uma parte muito substancial do mercado, e que eles querem explorar. Por outro lado, há rotas pequenas que fazem sentido em BVA, ou porque a rentabilidade não dá para mais ou porque não há outra opção. Um pouco o que se passou noutros aeroportos em que a Ryanair só voava para o aeroporto secundário e passou a voar também para o principal.

    1. É sabido que andam atrás de slots em CDG e ORY há um tempo, mas não tem tido grande sorte. O Porto é a maior rota da Ryanair em Paris, portanto é natural que a haver slots estejamos na linha da frente.

  82. Actualização 7 DEzembro:

    Apesar de ainda não estar à venda no site da AigleAzur nem no Amadeus, a AigleAzur aparentemente vai lançar voos do Porto para Lyon 3 vezes por semana a partir de 30 Março de 2016!

    Podem fazer simulação no OAG
    http://timetables.oag.com/itt/rol-routemapper/?code=OPO

    ZI371 LYS 12:20 13:30 OPO 1____6_
    ZI372 OPO 14:15 17:20 LYS 1____6_

    ZI371 LYS 18:15 19:25 OPO __3____
    ZI372 OPO 20:10 23:15 LYS __3____

    A se confirmar será o terceiro operador a entrar na rota Porto / Lyon!

    1. Ainda não vai a muitos anos que para ir a Lyon tive de passar por Lisboa.
      Muito bom o crescimento do nosso AFSC.

    2. É verdade Nuno, agora já é a principal rota entre Portugal e Lyon (em ponto-a-ponto).

      Também até há pouco tempo, Paris era a única rota francesa do AFSC com direito a vários voos diários. Agora começamos a ver rotas como Lyon, Marselha ou Nantes com pelo menos 1 diário, e espero que esse reforço de frequências se continue a ver nestas rotas.

    3. Realmente não está fácil conseguir Nice. As opções também são escassas, a Ryanair já está em Marselha e em Nice apenas existe, enquanto a Transavia France nem voa para lá. Sobrava a easyJet, mas eles tem preferido alocar a capacidade noutras rotas.

  83. Obrigado Pete pelos links e pelas informações sempre muito esclarecidas.
    É um boa apresentação da TSF. Entre outras gostei daquela foto onde se vê as duas pistas que existiam.

  84. Que grande evolução, e sempre com visionários para planear as fases de desenvolvimento do aeroporto ao longo dos anos (mas isso tb já nos tinhas contado Pete). Lindas fotos para descobrir como era o aeroporto antigamente.
    Aprendi tb que chegou à haver duas pistas.

  85. A propósito do dia de 70º aniversário do nosso AFSC, o facebook do aeroporto (que toda a gente devia seguir!) criou um álbum interessantíssimo com a história do Francisco Sá Carneiro e que recomendo a todos ver:

    Hoje é um dia especial para nós!São vários os prémios de reconhecimento pela qualidade dos nosso serviços e desempenho…

    Posted by Aeroporto do Porto on Wednesday, December 2, 2015

  86. Não acham que este ano isto está um bocadinho fraquinho no que toca a novidades? Principalmente a Ryanair, +1890 lugares semanais para a Ryanair é tipo nada… Ainda se pode esperar novidades?

    1. Isto não está fraquinho, não há é muitas noticias sonantes. Em termos de crescimento, só com o que está programado ficaríamos já bastante perto dos 9MPA em 2016, o que seria impressionante depois de um ano como 2015.

      Dito isto, acredito que ainda vamos ver mais alguma coisa para S16.

    2. Eu digo fraquinho já a contar com as frequências. Este ano no verão foram mais 34 mil lugares por semana. Para o próximo verão está “só” nos 12 mil.

      Ryanair é o que me está a chocar,não é normal aumentar tão poucos lugares.
      A transavia pronto já nos presentou com uma rota e mais 1100 lugares nada mal mas e a Vueling? (Eu devo ser o único que bate sempre na mesma tecla 😀 ahahha)
      Que eu saiba está a crescer bastante no Porto não entendo porque não apostam mais,ainda por cima vendo que a Easyjet,Transavia e Ryanair tem sucesso aqui.

      Outra coisa,o segundo diário da turkish,ainda podemos esperar para o próximo verão?

      Norwegian,pediu slots!Somos capazes de os ver por cá ou é pouco provavel?

      Transavia Hollande,o camião de slots já foi preenchido por munique?

    3. Não está tão forte como S15, mas S15 foi excepcional mesmo. Tivemos o efeito do inicio da base easyJet e da expansão fortíssima da Ryanair no mercado doméstico, factores que este ano não se voltam a repetir. E também é como digo, mesmo mantendo-se como está 2016 já será um excelente ano, embora ache que ainda vamos ver mais alguma coisa para S16.

      A programação da Ryanair ainda não é final portanto há que esperar. A mesma coisa para a Transavia, que de S16 praticamente só carregou de novo as rotas de MUC. Da Vueling é o problema que já falamos. Sobre a Norwegian, a minha convicção é de que mais dia menos dia acabarão por vir, é só questão de quando não de se. O 2º diário da Turkish só existe nos slots. Nunca subiriam de 4 semanais para 2 diários.

    1. Eles pedem sempre muito por cima, principalmente enchem de slots a Orly para os proteger lá, não quer dizer muito.

      Se usassem todos os que pediram para S16 não cresceriam 23%, cresceriam quase 100%…

  87. Ao que parece a base Transavia em Munique irá ter 7 aviões, e para a semana podem haver novidades quanto as rotas, qs de certeza que o Porto vai ser uma delas, é aguardar mais um pouco.

    1. Não sei, se… depende muito do que a LH irá fazer… alguma coisa via ter de fazer. acho é que é obvio que Munique ta muito underserved. Era rota IMO para 2x dia no verão. e diária no inverno no minimo.

    2. Eu digo isto porque sempre que me encontro em reuniões com colegas meus que também tem de usar Hubs para chegar ao destino final (quando naquela região da Europa) descubro que aprox. 1/3 usa Munique, sendo que eu uso Frankfurt. Por essa razão acho que a LH não teria dificuldade em manter 2x diários, em coordenação com a sua operação em Frankfurt. Claro este é (deve ser) problema de fundo, a Operação em Frankfurt deve ser mais lucrativa sem a LH fazer concorrência a si própria. E deve ser por isso que o Pete refere “apenas com ponto-a-ponto” afirmação com a qual concordo totalmente, para Ponto a Ponto 4/5xw deve ser bastante/suficiente.

    3. Depois de ler melhor o comment do pete reparei que tb refere “ligações”. 1 Diario. melhor que nada, e menor concorrência ao Hub principal da LH. O well, sonhar não custa 🙂 dois no meio das ligações com Frankfurt era melhor para mim :D… é sonhar é grátis e eu gosto do HUB de Munique, e nem por isso de Frankfurt (fiquei la preso aquando de um vulcão)…

    4. O problema é que a procura pode-se estimular, mas não a esse ponto. Mesmo que a concorrência se mantivesse inalterada e que o ponto-a-ponto se multiplicasse por 3 (muitos se’s), estaríamos a falar num aumento de 10/15% na procura por ligações para aguentar 2 diários. Se tivermos em conta os aumentos previstos em 2016 da UX, BA, SN, IB e o esperado da TK, esse valor já subiria para 25%/30%! É incomportável.

      Dentro do grupo, seria muito mais sustentável construir um 2º diário para ZRH com a LX e completar o 2º diário para BRU da SN.

    5. O pete tem razão, e a minha visão esta provavelmente muito deturpada pela utilização que os meus colegas fazem de Munique, eu esqueço-me que ZRH tb é LH, que fica relativamente perto, e que tem uma comunidade portuguesa bastante mais forte que sustenta só por si maiores frequências, faz todo o sentido o que o pete diz. (é assustador a quantidade de HUB’s naquela região)

  88. Soltrópico aumenta operação para Cabo Verde em 2016

    …”a Soltrópico vai disponibilizar um charter que liga a cidade do Porto à ilha do Sal no Verão”…

    …”e dois charters Porto-Boavista-Porto durante o Verão.”…

    Este verão de 2015 esta operação teve um voo semanal para Sal e uma para Boavista ambos os casos com a Privileg em Airbus A320. Parece haver uma vontade em aumentar a operação.

    http://www.publituris.pt/2015/11/25/soltropico-aumenta-operacao-para-cabo-verde-em-2016/

    1. Acredito que este ano vamos continuar a ver uma recuperação do mercado charter. Acresce o facto das operações para a Tunísia provavelmente ficarem tocadas e de haver mais destaque para destinos alternativos.

    1. Excelente, 4 diários todos os dias menos aos Sábados. Só fica a faltar um 5º diário que ficasse a dormir e alguma frequência operada pela própria Iberia.

  89. A transavia já está a recrutar pilotos para a base em Munique, observando os slots requeridos pela Transavia Holanda, acham possível fazer rotas em W aqui do Porto??

    1. É pouco provável. MUC-OPO-MUC é uma rotação muito longa para isso.

      Luis, acho que vai depender do que a Ryanair fizer. Se eles meterem mais frequências fica pouco interessante a entrada de um 2º operador.

  90. Saiu a 2ª lista de slots, com novidades fresquinhas:

    – Pela 1ª vez temos slots, embora poucos, pedidos pela Norwegian;
    – A Monarch já desapareceu;
    – Transavia Holland mantém o camião de slots;
    – A Turkish idem;
    – A Binter Canarias também pediu qualquer coisinha;
    – A Transavia France aumentou ligeiramente;
    – E a grande novidade, a Lufthansa pediu slots para mais um voo diário. Será que estão a pensar outra em Munique?

    1. A grande novidade é a Norwegian International que também pediu 124 slots em PDL. Ou estão a pensar fazer OPO/PDL ou então EUA-Açores/Porto

    2. Eu apostava em Munique, até para bloquear a entrada de outros na rota para o seu HUB bávaro. Já fazia sentido a algum tempo IMO.

    3. Já no ano passado tinham dito isso. Não é que sejam muitos passageiros potenciais, mas não deixaria de ser uma operação bem interessante.

    1. Eles tem vindo a apresentar a temporada nas várias bases. Ontem, por exemplo, estiveram em Bristol. No dia 25 creio que apresentam a temporada em Espanha.

    2. A Easyjet anunciou hoje novas rotas para Faro, (Charles de Gaulle e Toulouse). Impressionante novas rotas francesas para o Algarve (Volotea, Transavia e Easyjet). O nosso Porto por agora, está mt parado em relação a novidades para S16.

    3. Boas noticias para Faro, oxalá continuem a chegar novos voos ao Algarve que bem precisa deles.

      Nós aqui no Porto não é que estejamos parados, não temos é muitas novidades “sonantes”. Eu percebo que psicologicamente uma nova rota pareça um avanço maior que uma nova frequência, mas na realidade são igualmente importantes.

    4. Não encontrei nenhuma notícia e ainda não descobri no site deles o local onde colocam as informações.
      Houve algiuma novidade?

  91. Pete,

    Não se poderia incluir, desde já, a companhia EVERJETS e os seus horários para FNC, para a programação de S 16 ?!. Grato.

  92. A SIC no noticiário das 20 de hoje referiu que a TAP vai colocar entre o Porto e Lisboa voos de hora a hora.
    Julgo que quem vai perder é a CP no seu serviço Intercidades e Alfa Pendular.

    1. O objectivo desse reforço será sempre melhorar as ligações com o Hub de Lisboa e não a ligação ponto a ponto.

    2. Sim claro. Mesmo assim deve aumentar o número de passageiros.
      Eu não tenho problemas que os oito milhões sejam ultrapassados, já que assim mais cedo ou mais tarde a Vinci será obrigada a fazer obras para o escalão seguinte.

    3. Afinal nas horas de ponta é de meia em meia hora.
      O número de passageiros no fim do ano deve aumentar, mas os voos Internacionais da TAP é que podem diminuir tendo como origem o Aeroporto Francisco Sá Caneiro.

    1. Excelente noticia! É bom ver como as rotas para as principais cidades francesas estão a conseguir desenvolver frequências interessantes.

    1. Custa ver uma rota underseved fora do mapa. Ou sera transavia a caminho? Ainda hoje li q vao basear em munique 3a 4 aviões , so estao à espera da confirmação dos slots solicitados.

    2. O que custava ver era a operação pobre que a Sata tinha na rota. Mais ano menos ano a concorrência volta a pegar na ligação como deve ser, portanto não estou preocupado.

    3. Se a Germanwings tivesse base em Munique acho que era uma companhia que funcionava bem nesta rota. Na minha opinião funcionaria melhor que a rota para Düsseldorf.

    4. A Eurowings (a Germanwings tem os dias contados) foi criada especificamente para voar fora de Frankfurt e Munique, portanto a questão nem se coloca.

  93. Actualização 07 Novembro: Outro aumento da CSA Czech Airlines de 2xw para 3xw.
    Nova frequência de terça para quarta (NST em OPO) de 05 Julho a 31 Agosto!

    OK712 PRG 18:30 20:40 OPO _2_____
    OK713 OPO 07:30 11:30 PRG __3____

    Os outros voos já conhecidos .

    OK712 PRG 17:00 19:10 OPO 1___5__
    OK713 OPO 19:55 23:55 PRG 1___5__

    1. Isto deve significar que a operação no S15 correu bem não? Ainda deve ser cedo para terem noção das reservas do S16…

    2. Boa noticia! Aproveitam os meses em que a operação correu bem e aumentam frequências, bem precisas para ganhar a escala necessária para ser a base que precisamos para a zona. Por outro lado encurtam o período de operação, terminando no inicio de Outubro e não no final como em S15.

  94. Habemus a 1ª lista de slots, que vale o que vale, obviamente.

    Aqui ficam os meus destaques.

    Companhias novas a pedir slots:
    Monarch, Germania e Tunisair, embora estas últimas duas com muito poucos.
    Aumentos significativos: Turkish (que pediu slots para um voo bi-diário), Transavia holandesa, Easyjet,

    Reduções: desaparecem os pedidos de uma tal de PVG que não sei o que é e a Easyjet suíça reduz bastante (deve ser inversão de bases).

    1. JF, podes disponibilizar o link?

      Transavia Holanda, pode ter a ver com a possivel implementaçao de base na baviera, falou-se em munique tb já li em Nuremberg.

      Monarch no Reino Unido tem bases em London Gatwick, Manchester, Birmingham, Leeds Bradford e London Luton.. diria que o regresso de Birmingham ou Leeds, as mais desejadas.

    2. Está tudo dentro do normal, salvo uma ou outra excepção.

      João, a PVG é a Privilege Style, que este ano operou boa parte dos charters de verão. É normal que essas operações só apareçam mais tarde.

    3. A Monarch, a Transavia e a Turkish principalmente. Depois há outras como a Luxair ou a Aigle que pedem sempre imensos slots a mais, mas é o que fazem todos os anos.

    4. Será que podemos esperar uma operação da monarch aqui para o Porto?

      O aumento da transavia também é muito grande,será que podemos esperar novidades fresquinhas?Projeto das bases a ser reaberto?

      Alguem reparou na tap?Também tem muitos slots pedidos

    5. A Monarch é uma empresa muito direccionada para destinos de Sol no Verão e de neve no Inverno. Destinos urbanos como o Porto são a excepção.

      Serv, a TAP pediu sensivelmente os mesmos slots que pede sempre. Nada de novo.

    6. Mas no documento diz que o histórico é mais baixo.

      Mas é possivel a monarch voar para o Porto?

    7. O problema desses históricos é que a referencia temporal não é a mesma. Se pegares na SAL de S15 vais ver que os valores da TAP são quase idênticos, mas que depois não se concretizam.

      Sobre a Monarch, possível é sempre, provável não tanto.

    8. Há muitos motivos. Pode ser para dificultar a vida à concorrência, para ficar com histórico, para confundir ou simplesmente para encher slots noutros aeroportos (porque o slot tem que ter uma origem e um destino).

    9. Esse excesso de pedidos de slots da Luxair pode efetivamente dificultar um aumento de frequências pela Easyjet?

  95. Pete, o facto de a easyjet apostar no funchal, depois da brussels e a vueling, anunciarem aumentos de frequências em bruxelas, orly e Barcelona, terá tb a ver com uma tap privatizada e as companhias começarem a tratar de marcar terreno? ?

    1. Que cheira a sangue, cheira, mas nesses casos até nem terá a ver com isso.

      No caso do Funchal suponho que as alterações no subsidio de mobilidade tenham sido fundamentais. A TAP, pelo que foi divulgado, mesmo depois da privatização terá que manter LIS-FNC e OPO-FNC, portanto não é por aí.

      No caso da Brussels tem a ver com a reestruturação interna, que foi bem sucedida, e agora lhes permite fazer outras coisas. Os novos 3 semanais vão melhorar significativamente as ligações com outros destinos europeus (48% dos pax. da SN no Porto fazem ligação) e permitem-lhes aproveitar o ponto-a-ponto, que está muito forte.

      No caso da Vueling, o que existe é a introdução dos A321 em algumas frequências de ORY (que chegaram à pouco tempo) e um reforço de BCN de Junho a Setembro. Barcelona está a precisar de mais capacidade outra vez e eles precisam de mais frequências para reforçar as ligações em BCN. Portanto nada de anormal.

    2. Acho que abrindo a rota Vigo-Barcelona possa tirar um pouco o sufoco dessa rota a partir do Porto.

    1. Também vi essa noticia, mas já disseram tanta coisa da Everjets que sinceramente até ver as coisas acontecerem ou uma declaração oficial estou céptico.

      Até agora, seguro, parece que só uns charters no ano novo.

  96. Porto-Funchal, sabe um pouco a desilusão, uma vez que é uma rota já servida pela TAP e pela Transavia, Lx- Nantes e Faro-Lyon, parecem ser as outras novidades Easyjet.

    1. E ainda falta a Ryanair decidir-se por começar a voar para a Madeira, que julgo que só ainda não aconteceu por causa das especificidades do aeroporto.

    2. Mas então confirma-se que o LUX baixa das 5x no Inverno para 4x no Verão, as mesmas de 2015?

    3. Estava à espera de outra coisa (deram a entender que haverão mais novidades para Portugal), mas também não me parece mal. No verão é geralmente muito caro ir à Madeira, portanto alguma concorrência adicional acaba por ser bem-vinda. Além disso é uma rota que ajuda a criar efeito rede no Porto, o que a longo prazo é importante.

      miguelito, perguntei-lhes exactamente por isso mas ainda não me responderam.

    4. Obrigado por perguntares 😉 Já usei a rota algumas vezes e nunca vi um lugar vago, embora imagino que 5ªs e domingos sejam precisamente os dias mais concorridos. Mas além disso acresce que os preços a menos de 2 meses de antecedência nunca são nenhuma pechincha, pelo que só posso concluir que a rota está-lhes a correr muito bem, como seria de imaginar. Faz-me confusão que tenham mais voos para Basileia do que para aqui 😛

    5. A operação de Inverno demonstra alguma confiança na rota, e realmente é estranho que precisamente quando chega a Junho não continuem com 4/5xw. Mas pode ser que carreguem mais tarde com alguma W.

      Não sei se OPO-LUX não terá já passado OPO-BSL em nº de passageiros. Em S15 tiveram mais ou menos o mesmo nº de lugares, a diferença é que para BSL só está a easyJet e para LUX também está a Luxair e a TAP.

  97. Hoje o jornal turco Daily Sabah tem um artigo sobre o Porto (link), e no fim do mesmo, uma pequena declaração do responsável da Turkish Airlines no Porto que confirma a ideia de que o voo diário está para breve: “Four days a week is not enough anymore. Turkish Airlines will be offering flights seven days a week very soon.”

    1. excelente noticia a confirmar-se, viajar na Turkish dá gosto, fui logo no 2º dia de operação, ao magnifico preço de 81€.

    2. É uma notícia importante que vem confirmar o que há muito defendo para o Porto e a necessidade de ter ligações diárias a hubs internacionais sérios.

      Frankfurt-Porto não é das melhores rotas da Lufthansa por acaso. Há uma dependência muito grande de Frankfurt para voos europeus e Asiáticos.

      Gostava de ter mais uma ou duas ligações boas de forma a captar ainda mais turismo de médio/longo curso para a cidade! British, Air France ou KLM seriam os ideias!

    3. zoficial, tiveste sorte porque desses não voltaram a aparecer.

      João, entre a Turkish introduzir +3 voos semanais até chegar ao diário e chegarem 2 ou 3 companhias de rede com voos diários vai um salto grande. A procura por voos indirectos está a crescer, mas a maneira inteligente de aproveitar esse bom momento não é com novos operadores mas antes conseguindo que os existentes solidifiquem as suas rotas (nomeadamente BA, Iberia, Swiss e Turkish).

  98. Na revista Visão li hà cerca de 15 dias uma reportagem sobre o projeto de transformar a BM de Alcochete num aeroporto para Low Cost. Aliás na reportagem contavam que a EZY não estava muito interessada em deixar a Portela para utilizar esta futura nova plataforma.
    Logo veremos quais vão ser os novos projectos da EZY para as plataformas portuguesas. Sem dúvida mais algumas rotas desde a Portela de Sacavém… Mas acho que o AFSC não será esquecido.
    Temos a FR na rota OPO/LIS. Será que a EZY estará interessada nesta rota.

    1. Realmente parece que o Portela +1 começa a ganhar forma, e isso acontece porque há interesse por parte das companhias aéreas. A Vinci não vai fazer um aeroporto fantasma. O que vem na imprensa muitas vezes não representa o que se passa à porta fechada.

  99. Ao que parece, no próximo dia 3 a easyJet vai dar uma conferencia de imprensa em Lisboa para apresentação de novas rotas e investimentos a partir de Portugal. Suponho que nessa altura conheceremos melhor a programação para o Porto.

  100. Finalmente Vigo já confirmado no próprio site; VGO-BCN (diaria desde 2 janeiro; e com 2 frequênciasVGO-DUB e VGO-BLQ

    Já agora falando de anúncios, mercado low cost, para a temporada de S16, Faro com nova rota easyjet para Lyon, para além das faladas 3 com a Volotea, Lx com a vueling Amsterdam, Zurique,e fala-se de Nuremberg pela transavia.

    O Porto por ora, só temos Copenhaga.

    1. Basta ver o total dos apoios públicos em Vigo para se perceber o erro histórico que os galegos estão a cometer. Quase 5 milhões de euros dados à Ryanair, para cerca de 700.000 lugares (lugares, não passageiros) ao longo de três anos é absurdo.

    2. zoficial, se consideras novas rotas os AMS e ZRH em LIS tens que considerar o LGW da BA em OPO, sem esquecer CGN que transita de W15. Portanto estamos em linha. FAO tem mais, mas ao ser um destino de sol e praia é de esperar.

      João, é business as usual na Galiza. Ao mesmo tempo a Ryanair passou uma tesourada nos SCQ-BCN e a capacidade nos 3 aeroportos galegos para S16 mantém-se negativa.

    3. A Easyjet anda a anunciar rotas às pinguinhas. É aguardar se seremos contemplados, ou não.

      Para a Transavia ainda é cedo para novidades.

      Com a Ryanair nunca se sabe.

      A Volotea não parece muito interessada em voltar ao Porto (nem sequer a Lisboa, já agora).

    4. E já agora, z, por esta altura no ano passado, e fora o anúncio da base da Easyjet, também não tinhas grandes novidades. Istambul, Ponta Delgada, Dusseldorf e Praga foram anunciadas mais tarde…

    5. Estão todas a anunciar as coisas aos poucos. Até porque em muitos aeroportos ainda precisam de saber se terão slots ou não. Por isso é que Novembro e Dezembro costumam ser os meses principais das novidades.

      Sobre a Volotea, sinceramente, também não vejo muito espaço para eles e a ANA prefere (bem, na minha opinião) trabalhar com as grandes europeias.

    6. A ANA prefere trabalhar com as grandes europeias?
      Companhia é companhia independentemente de ser uma grande ou não. É importante trazer as que se conseguir para o Porto.

      Tu disseste á uns tempos que a Volotea trabalhava muito a base de ajudas estatais e subsidios é disso que estás a falar quando achas bem a ANA trabalhar com outros?

    7. Entre outras, trabalhar com uma companhia grande dá mais garantias de sucesso que trabalhar com uma companhia pequena, portanto podendo escolher, escolhe-se as grandes. No Porto felizmente podemos escolher.

      No caso da Volotea, o facto de numa fase inicial eles trabalharem muito à base de subsídios (no Porto não se subsidiam companhias aéreas) obviamente não abonou em favor deles, como não abonou o tratamento pobre que deram aos OPO-VCE que tinham na altura.

  101. Easyjet, já sairam os horários até Setembro, e à 1ª vista, os 3 aviões estão assegurados, no entanto, 3ªf, 5ªf, 6ªf e Dom.. ainda não terem nenhum voo no 1º horário, significando isso que podem brevemente anunciar nova(s) rota(s)

    1. No fundo é a programação de Junho prolongada até Setembro. A novidade é TLS, que ganha um 4º semanal, o que não é nada mau para uma rota que costumava andar na corda bamba. Também fico satisfeito por ver que os horários de LYS mudam e encaixam melhor com os da TO.

      Quanto aos espaços nos horários, são os que estão ocupados com 2xNTE, 1xLUX e 1xVazio até meados de Maio. É esperar. Tanto podem ser novas rotas, como mais frequências nas existentes, espaços para fazer rotas em W ou um misto.

    2. Ia questionar, mas já vi que mudaste (ou eu não tinha reparado) a semana de referência para meados de Junho onde existe menos voos para LUX! Sendo assim compreendo!

      Na semana de referência 05 a 12 Abril 2016 temos às quartas um voo W com avião base OPO para BSL:
      EZY1134 OPO 13:30 BSL 16:55
      EZY1133 BSL 21:40 OPO 23:15
      Ainda não verifiquei se continua após Junho!

      Também tenho no meu ficheiro com avião base OPO à primeira hora mais 2xNTE, 1xLUX e 1xVazio até meados de Maio!

      Entre 4 Julho e 22 Agosto LYS tem duas frequências à segunda totalizando 11 semanais.

      De referir ainda que já no ano passado no período 27 Junho a 29 Agosto BSL teve 12xw.
      Paris volta a ter neste período as 16 xw e Gatwick as 8 xw.

    3. LYS é quase sempre 11xw, menos num espaço entre finais de Maio e Junho, que por alguma razão está só com 10xw.

      O W para BSL mantém-se toda a temporada, parece-me.

  102. Actualização 19 Outubro: Aumento da Brussels de 7xw para 10xw. Novas frequências às 3f, 5f e Sab.

    SN3809 14:20 BRU OPO 15:45 _2_4_6_
    SN3810 16:20 OPO BRU 19:35 _2_4_6_

    Serve para ligar com um banco de ligações europeus às 20h/21h.

    1. Não tiraria já essa conclusão, não só porque a sazonalidade da rota é a Brussels que a carrega por inteiro mas também porque eles podem achar que com menos de 1 diário não vale a pena (por causa das ligações). Sem esquecer que W16 será o 1º Inverno da TAP privada, o que pode mudar muita coisa.

  103. Munique não deveria ser registada como redução?
    A SATA anunciou, salvo erro, que vai abandonar a mesma.
    Mais deveria passar de UNDERSERVED para UNSERVED.
    Penso que ainda não surgiu outra companhia a assegurar a rota

    1. Eles disseram que não a iam recuperar, mas depois já li que estavam a pensar e no fim do dia os S45560 e 5561 continuam carregados em S16 (a perna OPO-MUC-OPO está oculta, mas está lá). Quando os retirarem, obviamente irá para a lista.

    1. 5ªfeira-22/10, a Easyjet vai colocar os horários até Setembro, aí ja teremos uma noção mais exacta da disponibilidade dos horários e confirmar ou não a existência de um 3º avião e espaço para novas frequêcias e/ou rotas.

    1. Mas ninguém falou em fechar a rota. Há dificuldades derivadas da crise e é importante não as esconder, mas daí a cancelar a rota ainda vai uma diferença. As coisas não funcionam assim.

    2. Custa-me a perceber a fobia a ir a lisboa mas depois reclamam por falta de ligações com Heathrow ou Munique. O Porto não vai ter ligações com todos os mercados do mundo nem acredito que se torne num HUB, sem uma companhia disposta a isso.

      A mim irrita-me sim ter de apanhar um voo para lisboa para depois ir para outro lugar qq só para descobrir que a vasta maioria dos passageiros também tinham como destino final/inicial o Porto. Porque aí quer dizer que podemos manter uma rota simplesmente a partir do Porto.

      Em suma se o porto tiver trafego para dar lucro as companhias que o operam opitimo, venham mais, agora por uma lógica de inveja (se eu não tenho tu tb não porfavor). Por exemplo ha diversas rotas transatlânticas que poderão ser lucrativas no porto, com aviões adequados a elas. O Pete já varias vezes falou nelas. O mercado de lisboa é semelhante ao do porto e se uma rota funcionar lá tem melhores possibilidades de tb funcionar no porto.

      Era de esperar uma redução grande para angola. Eu já tinha falado nisso, Mas pior que o porto está a TAP, que passou grande parte da sua aposta pelos mercados do sul atlântico agora em crise grave…

    3. Isso é muito mais do que a queda da rota.

      Penso que esses dados sejam apenas das viagens compradas em Portugal, o que exclui as compradas em Angola, correcto?

      Essas quedas devem-se sobretudo ao facto de estar muito difícil tirar o dinheiro de Angola com a escassez de dolars no mercado, o que faz com que as pessoas/empresas estejam a comprar todas as viagens em Angola com kwanzas deixando de pagar bilhetes em Portugal.
      Desta forma ou se compra bilhetes directamente na TAP/TAAG ou em agências Angolanas.

    4. Nem é só isso Nuno, é que a TAAG é uma companhia angolana e o kwanza está a desvalorizar entre 30% e 40%, situação que os faz mais competitivos. Já para a TAP essa desvalorização prejudica-a, tornando os seus bilhetes mais caros no mercado angolano e obrigando a uma repatriação de fundos dificil por falta de moeda… e ainda assim, ninguém põe em causa a continuidade da TAP nessa rota.

      Sim João, representa uma parte das viagens compradas em Portugal e não inclui viagens adquiridas no estrangeiro ou em OTAs estrangeiros. Por isso é que disse que é apenas um indicador da dificuldade por que passa o mercado, não uma imagem completa.

  104. Quanto à easyJet, será de prever alguma rota nova para o S16? Ou aumento do número de aviões baseados no Porto, dado o aumento de ligações em rotas existentes?

  105. Será que a Vueling vai apresentar novidades para o S16? Pelo que parece continuam a crescer bem aqui,mas continuam a fazer poucas apostas.

    E a transavia?Como continua aquela história da rede europeia?

    1. A situação da Vueling é a que te expliquei à uns tempos, é uma empresa muito focada em Espanha (só Barcelona tem quase 2/3 da capacidade alocada). Não é uma empresa realmente europeia como a Ryanair ou a easyJet.

      Da Transavia não há novidades.

    2. Não sabia que tinham tanta capacidade em Barcelona…Mas não foi o Michael O´leary que disse que no futuro as unicas 3 companhias low cost que iam sobrar seriam a Ryanair,Easyjet e Vueling?Exagerou nesses comentários?

      Será que ainda podemos esperar mais novas rotas/frequências da Easyjet e Ryanair para S16 ou nada significativo?

    3. Não conheço essa declaração, mas geralmente o O’Leary é (propositadamente) pouco objectivo em relação à concorrência.

      Tanto a Ryanair como a easyJet tem estado a anunciar novidades a conta gotas, portanto é possível que haja alguma coisa para o Porto.

  106. A Easyjet já anunciou as novas rotas da base de Veneza, e não fomos comtemplados, resta esperar pelas novas rotas de Malpensa. A Volotea tb anunciou entrada em Faro, com 2 novas rotas para Marselha e Nantes.
    Pete, achas q ainda é possivel para S16, nova(s) rota(s) para o leste, budapeste ou varsóvia??

    1. Ser possível é, as probabilidades é que continuam a ser baixas. Se essas rotas da Wizz e da Ryanair em Lisboa estiverem a correr bem as probabilidades aumentam, mas sem os relatórios não as consigo acompanhar.

    2. Pelo menos Varsóvia na Ryanair não deve estar a correr mal. Com a concorrência da TAP e da Wizz Air, os preços são os mais elevados da base de Lisboa.

    3. Pelo que vejo a Wizz está a praticar preços significativamente mais altos nos LIS-BUD que nos LIS-WAW, mas lá está, não sei se estão a conseguir vender esses bilhetes mais caros ou não.

    1. Boa noticia, e curiosamente no dia do 1º aniversário! As coisas estão a correr bastante melhor do que quando começaram (é normal ver os UX1143 e UX1146 completos com bastante antecedência), portanto a recuperação desses voos é uma opção natural.

      No entanto, a TAP não saindo da rota acho que funcionaria melhor substituir o E145 por um E195, mantendo os horários. O passageiro típico da rota não precisa dos 4 diários (e os que precisam estão filiados na concorrência), mas beneficiaria de ter mais capacidade nos voos que fazem as ligações principais.

  107. Estando o Porto e naturalmente o Douro tão na moda, em 2016 vai haver um aumento na oferta dos cruzeiros no Douro.

    A Viking River Cruises vai colocar o 3 navio no Douro!
    http://www.presstur.com/site/news.asp?news=51991
    http://www.vikingrivercruises.com/ships/viking-osfrid/index.html
    Que felizmente está a ser construído em Viana!
    http://www.west-sea.pt/EN/Portfolio/VikingOsfrid.html

    A Scenic, companhia de cruzeiros Australiana, vai iniciar operações no Rio Douro também em 2016, e tem já prevista uma nova embarcação para 2017! Também está a ser construído em Viana (Scenic Azure)!
    http://www.publituris.pt/2015/09/01/scenic-inicia-cruzeiros-no-douro-em-2016/
    https://www.scenic.com.au/cruising/destinations/portugal

    Sei que desde a Austrália dificilmente haverá voos diretos, mas creio movimentar passageiros em escala.
    Mas para os EUA creio haver cada vez mais necessidade de mais frequências ou novo operador, ou mesmo novos destinos!

    1. Tudo ajuda, mas no caso dos cruzeiros não esquecer que muitos desses passageiros chegam por LIS e/ou regressam por MAD, portanto não contam a 100% no Porto (principalmente se tiverem que fazer 2 escalas ou 1 escala havendo directo).

  108. Os novos horários do voo da CSA permitem reduzir os custos operacionais (dormidas para a tripulação. Tempo mínimo de repouso para tripulação…).
    Ainda o regresso do vôo no mesmo dia disponibiliza mais um avião para o dia seguinte em Praga.
    E tb o aeroporto não estando numa zona muito povoada permite chegadas tardias

  109. Actualização 01 Outubro: Regresso da CSA Czech Airlines

    Encontra-se desde ontem aberto a reservas o voo da CSA para Praga desde o Porto para S2016.
    A novidade para mim é o facto de deixar de fazer night stop no Porto e começar a operação mais cedo (06 Maio 2016).
    Serão dois voos semanais ás segundas e sextas em A319.

    OK712 PRG17:00 19:10 OPO 1___5__
    OK713 OPO 19:55 23:55 PRG 1___5__

    1. Isto é uma nota muito positiva para a operação da CSA, pensei que no próximo ano saíssem do Porto, mas pelos vistos aposta continua.
      Penso que não será só pela redução de custos, uma vez que um voo com estes horários apresentados torna-se mais atrativo para o cliente.

    2. Boa noticia! Espero é que não voltem a cortar à última da hora como este ano.

      A decisão de retirar no night-stop faz sentido. Aparentemente o voo está a ser vendido principalmente na República Checa, e para esses passageiros o night-stop não é o mais conveniente. Ainda assim acho que um red-eye no sentido OPO-PRG podia ser mais interessante.

    3. È muito usado nos voos transatlânticos.
      Isto é.quando se sai tarde para se chegar cedo no dia seguinte.

    1. Para a semana de referencia, realmente aparece menos 1 frequência para Paris, mas Funchal e Nantes mantém-se. À 1ª vista parece-me que a situação é idêntica à do inverno, ou seja, na semana de referencia há menos capacidade mas no total da temporada pode haver mais. AMS, que é a única que está carregada para toda a temporada, tem mais voos. As da Transavia France tem falhas do calendário, nomeadamente no inicio de Abril, portanto há que esperar (eles ainda há pouco tempo estavam a ajustar a programação entre Novembro e Fevereiro).

    2. Não nos podemos queixar realmente. Também é questão de nos irmos habituando, porque à medida que o aeroporto cresce as companhias interessam-se mais e o mercado torna-se mais dinâmico.

    1. Não sei se quando eles olham para Munique não estarão a pensar principalmente em cobrir rotas já operadas pela Lufthasa. Mas aparentemente nada está decidido e ainda falta a bênção dos sindicatos.

    1. Bom na minha opinião é que a grande maioria das rotas se mantenha. Que a conectividade com grandes centros se reforce. E que o AFSC e a região que o sustenta sejam capazes de criar oportunidades de desnvolvimento e sustentabilidade mutua.

    2. Se achas que o que eles andam afazer faz algum sentido então espero que a Vinci não tenha sentido. Por este caminho não tarda nada estão a pagar aos galegos da Corunha para não voarem em Santiago e em Santiago a pagarem para voar. E Vigo a pedir a independência da Galiza para não voarem em Santiago….. Eu acho que Voos devem existir numa logica de procura e mercado. Não por imperativo de capelinhas e pequenos ódios entre vizinhos. Um aeroporto deve prestar um serviço as pessoas que serve. Não deve servir de extensão de mais o menos realistas egos locais.

    3. Independentemente da ANA poder melhorar a estratégia para a Galiza, a única coisa que os galegos fizeram de “novo” foi aumentar o tamanho do cheque. Ou seja, repetem a estratégia dos últimos 10 anos com resultados conhecidos.

  110. Actualização 14 Setembro: Eurowings (Germanwings)

    Não sendo necessariamente um aumento, pelo menos é um regresso! Já se encontra aberto a reservas o próximo verão com um voo semanal em Abril e dois desde Maio.

    1. Desconhecia! Excelente noticia!

      Fui “cuscar” ao site da Air Transat e reparei que o voo de Montreal também sofre alterações.
      De 22 Junho a 07 Setembro opera direto YUL/OPO/YUL (sem escala em Lisboa na chegada) só que com A310 (TS444/445). Desconheço se haverá aumento de capacidade!